Revolução no transporte: conheça a entrega antecipada

por Guilherme Reitz Quarta-feira, 14 de setembro de 2016

O varejo deve sempre tentar conquistar e fidelizar clientes para se manter competitivo no mercado. No e-commerce essa não é uma tarefa fácil, já que o cliente não entra em contato direto com a equipe nem com o produto.

Nesse caso, especificamente, a logística surge como um fator-chave para garantir uma boa experiência de compra aos clientes, tendo em vista que a entrega é o momento que a loja tem de surpreendê-los com um serviço de qualidade.

Mas como garantir um serviço eficiente e rápido o bastante para satisfazer o imediatismo do consumidor atual?

Muitas empresas têm investido em alternativas inovadoras no setor logístico. No entanto,  é muito difícil aplicar uma nova estratégia quando se tem o modal rodoviário como principal meio de escoamento de produtos, devido às limitações da infraestrutura, às leis de trânsito e aos incontáveis imprevistos que podem ocorrer no processo de entrega.

Pensando nisso, a Amazon desenvolveu e patenteou uma ideia audaciosa. Trata-se da anticipatory shipping, em português, entrega antecipada. Este projeto, se der certo, pode revolucionar o mercado de comércio virtual por meio da tecnologia e da inteligência artificial.

Com este método, a entrega se inicia antes mesmo do cliente fechar a compra. Por meio dos dados fornecidos pelo cliente, seu histórico de pesquisas e compras anteriores, entre outras variáveis, o algoritmo criado pela Amazon consegue prever o comportamento do consumidor e agir de forma proativa no envio do produto.

Mas como isso funciona?

O algoritmo da Amazon analisa, por exemplo, se você olha diversas vezes o mesmo produto no site, se você fica bastante tempo com a página do produto aberta, etc e calcula a probabilidade de você adquirir aquele produto.

A partir daí, o produto é embalado no CD (Centro de Distribuição) e enviado para o HUB (Centro de Transportes Multimodal) mais próximo do cliente. Assim, quando você efetivar a compra, o produto já estará mais próximo e chegará muito mais rápido.

Além disso, se você efetivar a compra ao longo do percurso, a Amazon repassa o seu endereço e ele vai direto do CD para a sua casa, sem passar pelo HUB, tornando a entrega ainda mais rápida.

A empresa sai ganhando pois as condições continuam as mesmas, com os mesmos veículos, trânsito, tempo de viagem e custo do transporte, mas o tempo de espera do cliente pelo produto é reduzido consideravelmente. Isso facilita inclusive a implementação de estratégias como o Sameday Delivery.

E se o cliente não comprar o produto?

Não tem problema. Se o cliente desistir da compra, ele nem fica sabendo do percurso da entrega e o produto é repassado para o HUB mais próximo de outro comprador em potencial. Dessa forma, a Amazon não sofre com a logística reversa para o retorno do produto ao CD.

Interessante, não? Essa é uma patente da Amazon que deve despontar como tendência nos próximos anos. Isso só confirma a importância de pensar fora da caixa e inovar sempre, pois só assim as empresas podem garantir a sobrevivência na era digital!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

1 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.