Projeto mantido por:

Retrospectiva 2021 no e-commerce: fatos mais importantes do ano

por Galleger Ilhe Segunda-feira, 20 de dezembro de 2021   Tempo de leitura: 12 minutos

Estamos chegando na reta final de mais um ano repleto de eventos marcantes. Pensando nisso, no artigo de hoje farei uma retrospectiva 2021 no e-commerce focada exclusivamente nos principais acontecimentos.

Para elaborar essa retrospectiva 2021, revisitei todos os meses do ano e escolhi as notícias que mais se destacaram.

E para exemplificar cada um destes acontecimentos, compartilhei análises e comentários relacionados a cada um deles. Dessa forma, você poderá ter uma visão mais completa do mercado atual.

Retrospectiva 2021: de mês a mês

Janeiro: a consolidação do e-commerce

Para iniciar essa retrospectiva 2021 no e-commerce, vou utilizar o relatório Global Outlook, desenvolvido pelo Mastercard e que foi divulgado no mês de janeiro.

O levantamento mostra que cerca de 30% das empresas que investiram na criação de lojas virtuais em 2020 pretendem continuar trabalhando no mundo digital (mesmo após a pandemia).

Isso mostra que, para muitos varejistas, a adesão ao comércio eletrônico foi uma decisão brilhante e definitiva, reforçando o potencial desse modelo de negócio.

Fevereiro: Visa aponta um crescimento surpreendente em vendas online

Dando continuidade à retrospectiva 2021 no e-commerce, em fevereiro, a Visanet divulgou alguns dados relacionados às transações online que foram realizadas durante o último trimestre de 2020. Na época, elas chegaram a ser 6 vezes maiores do que no mesmo período do ano anterior.

Esse número se torna ainda mais surpreendente se levarmos em conta que as estatísticas contemplaram apenas as compras realizadas por meio de credenciais Visa.

Ou seja, é possível afirmar que o resultado, de maneira geral, foi ainda mais expressivo.

Essa evolução foi resultado da mudança no comportamento do consumidor, que, durante a pandemia, aderiu de vez ao hábito de fazer compras em diferentes segmentos do comércio eletrônico.

Isso potencializou um mercado que viria a crescer ainda mais nos meses seguintes.

Março: a transformação digital cada vez mais presente

Em março, um estudo desenvolvido pela SBVC, em parceria com a Oasis Lab Innovation Space, apontou um aumento intenso nos investimentos direcionados à transformação digital, chegando a um crescimento de 87%.

Essa informação vai de encontro com as outras duas notícias comentadas anteriormente. Afinal, quando o mercado se mostra tão aquecido, empresas dos mais diferentes portes se movimentam para se manterem no mesmo nível.

A partir disso, foi possível notar, nessa retrospectiva 2021 no e-commerce, um engajamento muito mais forte com os consumidores finais que, consequentemente, resultou em mais vendas por meio do e-commerce.

Abril: forte presença do PicPay

Quando pensamos nas tendências relacionadas a transações financeiras, é fácil de relacionar ao Pix. Afinal, esta é uma solução que definitivamente caiu nas graças dos brasileiros.

Por outro lado, plataformas de cashback também se destacaram durante o ano todo, como podemos ver na retrospectiva 2021 no e-commerce. Nesse contexto, o PicPay foi, sem dúvidas, o grande protagonista.

No mês de abril, o aplicativo atingiu a marca de 50 milhões de usuários cadastrados, um número realmente impressionante.

Isso mostra porque é tão importante poder contar com uma plataforma de e-commerce que seja compatível e faça integrações com diferentes métodos de pagamento. Dessa forma, é possível oferecer uma experiência completa e personalizada que irá aumentar suas chances de conversão.

Maio: Alpargatas investe alto para potencializar a digitalização

Uma das gigantes do segmento de calçados decidiu utilizar uma estratégia ousada e inteligente para acelerar a digitalização dos seus serviços.

Com um investimento de R$200 milhões, a Alpargatas comprou a ioasys, organização especializada no desenvolvimento de diversas soluções digitais.

Com essa movimentação, a empresa pretende diversificar seus canais de venda, potencializar o portfólio e expandir o alcance da marca mundialmente.

Ou seja, mais um exemplo claro da influência que a transformação digital está promovendo no mercado e que você pode levar como lição dessa retrospectiva 2021 no e-commerce.

Junho: VIA volta a colaborar com a Nielsen

Para fechar o primeiro semestre da retrospectiva 2021 no e-commerce, é importante destacar a relevância das plataformas de marketplace nesse cenário.

Se você acompanha meus artigos, já deve ter notado que, frequentemente, costumo utilizar alguns dados da Ebit|Nielsen.

Faço isso porque essa organização é uma das principais referências do mercado, apresentando levantamentos bem completos com informações super relevantes da nossa área.

E para completar os dados das pesquisas, tornando-as ainda mais precisas, a VIA, uma das principais empresas de varejo do Brasil, passou a compartilhar as informações de vendas para os relatórios da Nielsen.

Foi em julho que a empresa começou a divulgar números exatos, que permitiram o desenvolvimento de estudos mais detalhados.

Para se ter uma ideia do impacto dessa movimentação, um relatório divulgado nesse mesmo período, já com os dados atualizados, apontou um crescimento automático de 10% no mercado de e-commerce brasileiro.

Por conta disso, é possível afirmar que essa ação terá um impacto ainda maior nos resultados finais de 2021 (que devem ser divulgados no primeiro trimestre de 2022).

Julho: Magazine Luiza em negociação bilionária

Nos últimos anos, a Magalu vem trabalhando para expandir o seu alcance de diferentes formas. Durante o mês de julho, a empresa elaborou um acordo para adquirir a KaBuM!, e-commerce que é considerado o principal player do segmento gamer.

A negociação consistiu em um pagamento de 1 bilhão de reais, além de outras condições relacionadas à incorporação das ações.

Esta informação, além de nos mostrar que as principais empresas do comércio eletrônico estão em constante expansão, ilustra que o mercado de games e tecnologia tende a continuar bastante requisitado.

Ou seja, nessa retrospectiva 2021 no e-commerce vemos grandes oportunidades para quem quer investir em um nicho cada vez mais lucrativo.

Agosto: drones do Google completam 100 mil entregas

A entrega por meio de drones já é uma realidade em outros lugares do mundo. E esse método está se consolidando cada vez mais em diversos países.

Dando sequência à retrospectiva 2021 no e-commerce, em agosto, o Google divulgou que o serviço havia registrado mais entregas no primeiro trimestre de 2021, do que em todo ano de 2020.

Até o momento, os drones carregam pacotes que pesam até 1,2kg. Mas a tendência é que haja um aprimoramento no modelo de entregas, aumentando a capacidade suportada e o raio de alcance do equipamento.

Embora esta solução ainda esteja um pouco distante do nosso país, é importante ficar de olho no que está acontecendo lá fora. Afinal, a tecnologia continua avançando a passos largos, o que influencia muito no consumo interno do e-commerce brasileiro.

Setembro: SEDEX Hoje começa a funcionar!

O uso dos drones entregadores pode até ser uma realidade que está para chegar no Brasil. Por outro lado, no mês de setembro, os Correios anunciaram a inclusão do SEDEX Hoje em seu portfólio de encomendas.

O serviço começou a funcionar na cidade de São Paulo e surpreendeu por realizar entregas em poucas horas, com acompanhamento em tempo real.

Dessa forma, pacotes despachados até as 18h são entregues no mesmo dia. Uma ótima solução para quem deseja realizar entregas rápidas nesta região.

Outubro: 60% das empresas de e-commerce recorreram aos influenciadores digitais

Em outubro, a WTAG, em parceria com o E-Commerce Brasil, questionou diversos lojistas sobre as estratégias de construção de marca utilizadas por eles.

Por meio dessa pesquisa, foi possível constatar que 60% dessas empresas já recorreram a influenciadores digitais como método de divulgação da loja virtual.

Trata-se de um método que se mostrou bastante presente entre as estratégias de marketing em 2021 e que deve continuar em alta no ano que vem.

Vale lembrar que, para que esse tipo de tática funcione, é preciso encontrar personalidades da internet que conversem diretamente com a sua persona.

Por isso, faça a sua própria retrospectiva 2021 no e-commerce e avalie quais influenciadores possuem mais fit com o seu negócio e o seu público.

Novembro: investimento bilionário em e-grocery

Quase chegando ao final da retrospectiva 2021 no e-commerce, no dia 10 de novembro, o Carrefour anunciou um plano de investimento intenso, que pretende dedicar cerca de 3 bilhões de euros para potencializar o e-grocery.

A ideia, segundo Alexandre Bompard, CEO da empresa, é triplicar a arrecadação dos produtos vendidos online até 2026.

Além do mais, para acelerar o processo de atualização, o Carrefour também fechou uma parceria com o Meta, conglomerado americano que inclui plataformas como Facebook, WhatsApp e Instagram.

Trata-se de uma notícia que apresenta, de maneira clara, a necessidade de estar integrado e atualizado com as novidades do mundo digital.

Dezembro: a reta final da retrospectiva 2021 no e-commerce!

Ainda temos mais algumas semanas até encerrarmos o ciclo 2021 e as empresas já começaram as campanhas de vendas de Natal.

Janeiro já está batendo na porta e muitos acontecimentos ocorrem nos últimos dias, que devem impactar diretamente no início do próximo mês.

Por isso, é importante que você esteja sempre atualizado sobre as principais notícias do nosso mercado de e-commerce.

Espero que tenha gostado da retrospectiva 2021 no e-commerce. Na semana que vem, dedicarei o último artigo de 2021 para te ajudar a preparar o seu e-commerce para 2022. Continue acompanhando para conferir!

E feliz Natal!

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER