Acesso rápido

Remarketing: o que é e qual a sua importância para e-commerces?

por João Paulo Arraes Quinta-feira, 21 de março de 2019   Tempo de leitura: 9 minutos

Quem nunca entrou em uma loja virtual, escolheu dois ou três produtos e, após colocá-los no carrinho, desistiu da compra? A prática é muito comum e todo mundo que compra online já fez isso pelo menos uma vez. Contudo, a desistência gera grande preocupação aos varejistas, isso porque muitas vezes não é tão simples investigar o motivo de tantos abandonos de carrinho e, sem uma estratégia para fazer com que os consumidores retornem e recuperem o pedido, essas compras acabam por perdidas.

Apenas 3% das pessoas que acessam um e-commerce convertem no site já na primeira visita

Um dos desafios dos lojistas é manter o site operando corretamente e oferecendo uma boa experiência ao consumidor, com o intuito de diminuir as taxas de abandono. Porém, mais do que isso, os empreendedores virtuais devem buscar estratégias consistentes estimulando o retorno do consumidor à loja, recuperar o carrinho e efetivar de vez o pedido.

O problema é geral, o próprio Google Adwords divulgou que apenas 3% das pessoas que acessam um e-commerce convertem no site já na primeira visita. Diante desse cenário, uma ação que contribui para a finalização da compra é o remarketing, o qual explico melhor na sequência:

Remarketing x Retargeting

O termo remarketing significa fazer novamente uma oferta de um certo produto para a mesma pessoa. O objetivo é despertar nela novamente o interesse por aquela compra e atraí-la para concluir o pedido. Por isso, uma campanha que repita a oferta de um produto para o consumidor que já tenha demonstrado interesse é chamada de remarketing.

Na prática, quando falamos de e-commerce, o remarketing consiste no envio de e-mails lembrando os consumidores de um carrinho abandonado ou para avisar de uma promoção sobre um produto que ele já demonstrou interesse. Os resultados costumam aparecer quando o comprador recebe esse e-mail lembrando dos produtos que deixou no carrinho ou com uma promoção exclusiva para efetivar tal compra.

O que algumas pessoas chamam de remarketing, é, na verdade, o retargeting. Da mesma forma como nas campanhas de e-mail, o intuito do retargeting é fazer uma nova oferta do produto ao consumidor. A ação é conhecida por “perseguir” os usuários em diferentes sites com anúncios do produto que já foi visualizado em algum momento anterior.

Entre as vantagens dessas estratégias está a assertividade, já que o anúncio é direcionado apenas para as pessoas que já entraram no seu e-commerce e que visualizaram o produto em questão. Conheça outras vantagens da estratégia de remarketing:

Vantagens do remarketing para lojas virtuais

No caso do remarketing, a ação ajuda os varejistas a melhorarem o número de conversões consideravelmente. O motivo é que a maioria das pessoas gosta de receber e-mails com notificação de que os produtos que ela tem interesse baixou de preço, o fato foi apontado em um relatório de personalização de marca da AgilOne.

Já quando falamos de retargeting, além da vantagem de ser absolutamente direcionado e segmentado, o anúncio pode conduzir o comprador a enfim finalizar o pedido. Sendo lembrado da sua oferta, o consumidor vai continuar cogitando comprar e pode converter exatamente no momento em que for atraído por uma dessas iscas.

O sucesso das campanhas de remarketing depende muito do desempenho delas e das ações que são executadas, principalmente quando falamos de e-commerce e de abandono de carrinho, por isso é importante acertar em todos os detalhes da estratégia.

Dicas para uma boa campanha de remarketing

Planeje o retargeting

O retargeting é capaz de atrair um consumidor que estava de fato interessado nas suas soluções, mas para isso é preciso planejar. Defina quem irá visualizar o seu anúncio: quem visitou o seu site e clicou em um produto? Quem visitou sua home? Ou quem passou por diversas páginas e saiu sem comprar nada? Talvez não seja relevante gastar dinheiro com quem apenas entrou na sua página inicial, por isso, vale pensar se não é melhor otimizar a campanha e investir apenas em quem demonstrou maior interesse. Com um planejamento bem pensado, seus resultados serão muito melhores.

Cuide do carrinho

Após o consumidor abandonar o carrinho no site, não jogue fora a quase compra dele. O ideal é guardar essa informação e enviar um lembrete a ele com os produtos que “esqueceu”. A recuperação de carrinho pode ser um desejo do cliente e vai facilitar o fechamento da compra. Além disso, vale manter o carrinho intacto por pelo menos duas semanas, já que a decisão de compra pode levar alguns dias.

Seja rápido

Após o cliente sair da sua loja, envie o mais rápido possível um e-mail de remarketing. Você pode enviar promoções exclusivas com produtos relacionados ao que ele procura ou o próprio carrinho que ele abandonou. Mas seja ágil. Se demorar para enviar a oferta, o momento de compra pode ter esfriado e a chance dele retornar ao site diminui.

Envie uma promoção

No caso de carrinho abandonado, uma promoção pode ser exatamente o que o cliente está esperando para concluir o pedido. A oferta de frete grátis também tende a impulsionar a recuperação de carrinho. Para os clientes que não compraram nada, essa ideia também é válida, já que promoção e frete grátis todo mundo gosta.

Crie urgência

Aqueles famosos relógios em contagem regressiva servem exatamente para despertar no consumidor o senso de urgência para finalizar a compra. Utilize essa estratégia nas campanhas de remarketing e também de retargeting, especialmente se a oferta é daquelas imperdíveis. Assuntos de e-mail que usam palavras como “limitado”, “acabando” e “última chance” tendem a ter uma taxa melhor de abertura, pois provocam a curiosidade do cliente.

Tenha bom senso

Por último e não menos importante: não exagere no remarketing. Essas campanhas podem ficar mal vistas pelos clientes e causar uma reação contrária à desejada pelo lojista. Limite a visualização por pessoa e também o tempo da campanha. Ninguém quer se sentir perseguido por um produto durante muito tempo.

Vale lembrar que para as campanhas de e-mail chegarem até as pessoas que visitam o seu site é preciso que elas já tenham se cadastrado em algum momento. Caso você ainda não tenha uma base de contatos, uma dica é inserir um pop-up na loja e pedir para ele preencher um formulário em troca de um desconto na primeira compra.

A partir de agora, você já pode utilizar a estratégia de remarketing no seu e-commerce e conquistar mais conversões, sem dúvida, essa ação irá impulsionar suas vendas e melhorar a relação entre sua marca e seus clientes.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.