Acesso rápido

Construindo relevância através do Social Digital Marketing

por Victor Maia Quarta-feira, 11 de julho de 2018   Tempo de leitura: 11 minutos

Antes de iniciar qualquer discurso aqui sobre marketing, seja ele digital ou não, quero deixar bem claro: social digital marketing é diferente de social media marketing e de marketing digital.

Primeiro, vamos lembrar o que Kotler define como marketing? Marketing é suprir as necessidades do cliente gerando lucro.

Não querendo me alongar, mas minha definição de marketing digital é: construir awareness e promover uma marca ou produto online usando todos os canais digitais disponíveis.

Mas você sabe todos os canais do marketing digital? Se não, vou citar um a um. Preparado? Aí vai.

Internet Marketing – Web, SEM (Search Engine Marketing – SEO e Pay per click advertising), smartphones, mobile markets (Google Play, Apple Store), e-mail marketing, online banner ads e Social Media.

Canais digitais fora da internet – Televisão, Rádio, SMS, Outdoors Digitais (indoor e outdoor).

Entendido isso, gostaria de lhe apresentar algo que trabalho diariamente e que, ao entender esse conceito, me fez melhorar muito as entregas de marketing.

A primeira coisa que precisamos entender é que a revolução da informação mudou por completo a forma como realizamos negócios. Empresas que comercializam bens e serviços que estavam acostumadas a grandes volumes de compra de mídia, hoje são ameaçadas por pequenas empresas – startups, por exemplo – que sabem onde e como alocar seu tempo.

E você sabe o por que disso?

Citarei Kotler, mas não precisamos chegar a esse ponto para entender que o marketing evoluiu da gestão de produtos para a gestão de clientes. Ou seja, o cliente está empoderado e sua atenção é duramente disputada, graças às mídias digitais e em especial a internet.

Agora o cliente consegue passar suas impressões, vontades e qualidades referentes a qualquer bem ou serviço on-the-go, através de seu telefone e impactar diversas outras pessoas no processo.

Agora, a unidade importa. É preciso escalar o “inescalável”.

As ações de marketing precisam ser integradas com as diversas outras áreas da empresa, literalmente envolver desde a alta gestão até a linha de frente. A co-criação está em alta.

Então conseguiu entender o que quero dizer por Social Digital Marketing? Se não, vou apontar alguns itens importantes que você vai ler neste artigo:

  • O que é Social Digital Marketing;
  • Quem atrai mais atenção na internet vence;
  • Ser cool é importante para as novas marcas atingirem o público de forma mais eficiente.

O que é Social Digital Marketing?

Entender o que é social digital marketing vai além de apenas entendermos o que é cada conceito do marketing.

O foco do Digital Social Marketing é construir cadeia de valor junto ao cliente final, ou seja, através das ferramentas digitais, extrair o máximo de valor e de qualidade na relação com o cliente.

Como?

Fornecendo muito valor através de conteúdo de qualidade, gratuito e, principalmente, utilizando muito da cultura pop.

Você já parou para pensar que estamos vivendo uma transição geracional? Sim, a população economicamente ativa está mudando de perfil. Os baby boomers que eram maioria estão começando a se afastar do topo da pirâmide e pouco a pouco, nós, os millennials estamos chegando ao ápice dessa cadeia.

E você já entendeu ou percebeu se sua marca está preparada para essa nova fase? Se os millennials estão chegando ao topo, significa que a Geração Z está começando a entrar no mercado.

É importante estar preparado para o modo como essas novas gerações pensam. Quais seus valores, o que os motiva, como investem e gastam seus ativos. Por aí vai.

Essência de qualquer negócio é criar clientes fiéis

Como parte importante de um negócio duradouro, sua missão deve circular em torno de sempre criar clientes fiéis.  Atualmente, não há forma melhor de se fazer isso que não seja através das redes sociais.

Antigamente, utilizar qualquer influência social para fazer negócios tornava-se complicado. Dava trabalho, levava tempo até conseguir o contato e construir a relação e ainda corria o risco de parecer lobby.

Para isso, surgiu o CRM (Customer Relationship Management). Agora imagine colocar isso em escala. Sim, através das redes sociais você consegue investigar, interagir e engajar com qualquer possível cliente e o melhor, em escala.

É necessário e importante interagirmos com nosso possível público. O segredo do social digital marketing é ser social em seus canais digitais, prover valor instantaneamente. Veja como Gary Vaynerchuk faz em dois breves vídeos.

 

Social Digital Marketing é quase um mistura de algumas áreas já existentes do marketing como customer relationship management, business development e branding, tudo isso através dos canais digitais.

Assim como qualquer ação de marketing que realizamos, o foco é conseguir mais clientes. Não podemos esquecer uma fórmula simples no mundo dos negócios:

Sucesso = Obter, manter e expandir a clientela.

Sem clientes não há negócio, simples assim, e isso Sam Walton já nos ensinou em uma de suas sábias frases.

“Existe apenas um chefe, o cliente. E ele pode demitir todos na empresa, desde o presidente, simplesmente gastando o dinheiro em outro lugar.” – Sam Walton

Mas então, como conseguir montar um framework eficiente?

Engenharia reversa no fluxo de atenção do consumidor

Para mim, o fato mais importante que temos que entender na atualidade é a grande mudança geracional que estamos vivendo.

O poder financeiro está mudando de mãos. Os millennials estão representando a maior parte da população economicamente ativa. Logo, o dinheiro estará na mão deles e eles se tornarão a maioria dos consumidores.

Mais do que isso apenas, você tem prestado atenção no que move essa nova geração? O que eles curtem? Tendências de busca e valores que formam? Pois é, é importante também ficarmos atentos a isso.

Segundo a Nielsen, a participação desse grupo populacional será 8% maior até o final da década. Apesar das justificativas econômicas para os esforços de marcas voltados a esse público, questiona-se o foco total nos millennials em detrimento de outros grupos, como a Geração X — de 35 a 54 anos — por exemplo.

Por isso, repito sempre: é importante focar na entrega de alto valor para o cliente, ou seja, gerar comprometimento profundo e repetidamente ao cliente.

Empresas focadas no cliente geralmente ampliam seu custo de aquisição, mas compensam no valor vitalício. 

Conclusão

Ser culturalmente cool é o melhor meio de construir relações no contexto de mundo moderno, ou seja, ser social. Ao entendermos que o contexto de mundo mudou, precisamos entender como as relações são construídas e principalmente, como podemos trabalhar uma relação de ganha-ganha.

Como você tem trabalhado isso na sua empresa e no seu dia a dia? Contaeaqui nos comentários.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.