Qual o melhor marketplace para anunciar os seus produtos?

por Thiago Sarraf Quinta-feira, 30 de abril de 2020   Tempo de leitura: 4 minutos

Passando por um momento difícil da pandemia, no qual os comércios físicos tiveram que ser fechados para evitar aglomerações, os comerciantes e empreendedores viram a necessidade de começar a vender online. Seja por WhatsApp, Instagram, loja própria ou marketplaces, não é surpresa para ninguém que as pessoas estão tendo que se reinventar para continuar as vendas.

A opção mais comum a se recorrer, quando falamos em vender online, são os marketplaces. A grande vantagem dos marketplaces é que eles já possuem uma grande audiência que passa por lá todos os dias. Mas, qual o melhor marketplace para você anunciar seus produtos?

Qual o melhor marketplace?

Ouço muito essa pergunta como consultor. E infelizmente não existe resposta. Existem muitos marketplaces no mercado das vendas online, desde Mercado Livre, Magazine Luiza, Americanas, Elo7, a marketplaces super nichados.

E não existe aquele que é o supremo, superior a todos que com certeza absoluta suas vendas estarão acontecendo.

Faz sentido seus produtos estarem em determinado marketplace quando faz sentido com o público daquele marketplace. Então, você não precisa cadastrar seus produtos em todos os marketplaces. Foque nos que fazem sentido com o seu produto e seus consumidores.

No Mercado Livre, por exemplo, encontramos de tudo lá, praticamente. Afinal, pessoas físicas também podem fazer vendas de produtos usados ou novos na plataforma. Então encontramos de meias personalizadas até eletrônicos da mais nova tecnologia.

Os marketplaces de maiores movimentações são os que você precisa marcar presença. Mas, não significa que seus produtos devam estar cadastrados em TODOS eles.

Quando você também trabalha com loja própria, a partir do momento em que seus produtos vão para o marketplace, você acaba perdendo parte da “exclusividade” dele.

Quando faz sentido estar lá?

Além dos populares Mercado Livre, Magazine Luiza e Americanas, existem markeplaces “específicos” para alguns nichos.

Elo7, por exemplo, contém muitos produtos artesanais. Portanto, se esse é o seu nicho, muito mais provável que as vendas sejam maiores lá do que em uma Submarino da vida.

Para quem trabalha com calçados, moda e acessórios, marketplaces como Dafiti, Netshoes e Zattini são os que fazem mais sentido anunciar seus produtos. E o mesmo é válido para diversos outros nichos como livros, eletrônicos, peças automotivas, enfim.

Quando digo que não existe o melhor marketplace é porque existem os focados em diversos nichos e é preciso identificar quais são os dos seus produtos.

O período pelo qual estamos passando é sim complicado e temos que pensar em novas maneiras de vender, nos inovar e não deixar a loja quebrar.

Atenção à concorrência

Uma das grandes desvantagens do marketplace é a concorrência acirrada. Afinal, são os seus produtos / sua loja versus milhares de produtos e lojistas. E é muito provável que algum produto parecido com o seu esteja sendo vendido já.

A internet, como muitos sabem, é um shopping gigantesco, de milhares de andares e milhares de lojas, pequenas, médias e grandes. E o consumidor, está à procura daquilo que o favorece.

O maior problema do novo lojista do marketplace é garantir a segurança do consumidor. O que quero dizer com isso? Bom, vamos supor no Mercado Livre. Ao fazermos qualquer compra, é comum olharmos as avaliações do vendedor. Por mais que o marketplace nos reembolse em caso de fraude, a maioria das pessoas prefere evitar a dor de cabeça dos processos exaustivos de reclamação e troca de produto.

Então, a probabilidade de alguém realizar a compra em seu perfil, sem nenhuma avaliação ou venda realizada e finalizar a compra em perfis com milhares de avaliações, comentários e vendas, é muito maior.

Mantenha as boas práticas

Tire boas fotos dos produtos, preencha todas as descrições — e seja fiel na hora de descrever seu produto — e não demore para responder comentários e perguntas.

Isso para qualquer marketplace. Dessa forma, seus produtos podem escalonar nas pesquisas. Quanto mais popular o marketplace, maior a concorrência.

Estude quais são os existentes, quem é o público de determinado marketplace e analise se é compatível com o seu consumidor e produto. O Brasil possui inúmeros marketplaces para inúmeros nichos. Encontre o seu e comece as suas vendas!

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.