Acesso rápido

Qual a melhor solução para o meio de pagamento do seu e-commerce

por João Parente Terça-feira, 26 de junho de 2012

Na hora de desenvolver um e-commerce é muito comum surgir a seguinte dúvida:

Quais os tipos e qual meio de pagamento usar?

Aqui vão algumas dicas para tomar esta decisão:

Existem alguns modelos para a prática de vendas online, porem apenas dois são recomendados e seguros, um é usando empresas que fazem todo o processamento do pagamento do e-commerce por você em um ambiente a parte do seu, ou seja, em outro site com a marca de um terceiro, SÃO CHAMADAS DE INTERMEDIADORAS, como por exemplo, o Pag. Digital, PagSeguro, PayPal, MoIP e Dinheiro Mail.

O outro modelo é utilizar soluções “White Label”, onde todo o processamento de dados ocorre “dentro do seu site” sem evidenciar intervenção de outras empresas, porem envolve contratar mais fornecedores, como Gateway (Cobre Bem, Braspag e Softwafre Express), Anti Fraude (Clear Sale, FControl, Cyber Source), Certificado Digital (Certisign, Thawte), Cartões de Crédito (Cielo ou Redecard), além de ser necessário ter uma plataforma que possibilite a integração destes sistemas e usar o protocolo a https para navegação segura.

As principais diferenças entre estes dois modelos são:

Visuais

Como disto acima, no primeiro modelo, no momento do pagamento o usuário passa a navegar em um ambiente 3º, que mesmo que as empresas possibilitem a personalização, não é a mesma experiência visual que o segundo modelo, onde realmente mantêm você no mesmo ambiente com as características do seu site.

Navegabilidade e Facilidade para o usuário

No primeiro modelo, o usuário é obrigado a sair do ambiente do e-commerce, fazer um segundo cadastro no site de uma destas empresas de pagamento e só assim conseguir processar o pagamento, enquanto com a segunda solução a navegação é totalmente linear, sem sair do ambiente do seu e-commerce com apenas um cadastro. Existem estudos que comprovam que tanto uma mudança de ambiente, quanto o aumento de cadastro fazem com que muitos usuários desistam da compra.

Facilidade para implantação

Sem dúvida o primeiro modelo é tecnicamente muito mais fácil e rápido para implantar em seu site, além de se relacionar com apenas um fornecedor para todo o processo de venda, enquanto no segundo modelo é necessário contratar algumas empresas e integrá-las.

Preço

Com a quantidade de vendas muito baixa, fica mais barato usar o primeiro método, porem com o crescimento da operação o segundo passa a ser muito mais rentável.

As empresas Pag. Digital, PagSeguro, PayPal, MoIP e Dinheiro Mail, praticam em média as seguintes taxas:

Cartão de crédito – 5,4%* a 7%* em cima do valor da venda.
Boletos e débito online – 1,9%* a 2,9%* em cima do valor da venda.

Usando o método “White Label”, a conta já é um pouco mais complicada porém mais barato:

Gateway – R$ 0,35* por pedido.
Anti Fraude –R$ 0,7 R$ Até R$ 3,60* por pedido mais R$ 5.000 a R$ 6.000* de Setup. Este valor pode variar muito dependendo da empresa contratada.
Certificado Digital – R$ 2.000* por ano.
Cartões de Crédito e débito – 2,90% a 3,5%* – Dependendo de sua negociação com os cartões.
Boleto bancário – R$ 1,00 a R$ 1,50* por boleto pago, mas pode chegar até R$ 4 para lojas de pequeno porte.
*Valores aproximados.

Quando fizer o cálculo do que vale a pena para o seu negócio, é importante ter em mente a % de vendas no comércio digital por cada tipo de pagamento, que é de aproximadamente 90% por cartões de crédito (30% a vista e 70% a prazo) e 10% por Boleto bancário.

Como podem perceber a conta não é tão simples! Tenha muita atenção no momento dessa escolha, pois o valor não pode ser o único fator de decisão, os aspectos conceituais também são muito relevantes e podem trazer mais ou menos vendas para o seu negócio.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

9 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  1. João muito bom o texto, concerteza na hora de escolher a melhor forma de pagamento para seu negócio são diversos fatores que temos que analisar.

    Incluindo custos de implementação, experiencia do cliente, nicho de mercado..

    abs!

    Responder
  2. Olá, João.

    Comentei no seu blog e faço questão de fazer complementar seu artigo por aqui também.

    Trabalho com pagamentos online desde 2005 quando lançamos o gateway iPAGARE e esta é uma dúvida que persiste até hoje.

    Durante esses anos, os intermediários cresceram muito, seus serviços também melhoraram significativamente e tornaram-se importantíssimos players do mercado.

    Ainda assim, a maior reclamação vinda de usuários desses serviços não está nas taxas, mas sim no índice de vendas negadas ou abandonadas.

    Contudo, os intermediadores ainda são a melhor opção para quem quer começar, basicamente por 3 razões:
    – Conciliação financeira: intermediário torna o processo muito simples, com todo o movimento financeiro visualizado em um único painel administrativo, simplificando a operação
    – Controle de fraudes: sem intermediário é necessário contratar uma ferramenta especialista, como ClearSale ou FControl, o que torna a operação mais complicada
    – Capital de giro: provavelmente o mais importante. Enquanto intermediadores depositam o valor de 2 a 14 dias, mesmo que a venda seja parcelada, na relação direta com a operadora, o depósito acontece em 30 dias e parcelado.

    Entre as dezenas de preocupação que o empresário tem, principalmente o iniciante, com plataforma, logística, compras, marketing e vendas, não há tempo para cuidar destas 3 questões acima, que ficam normalmente para um segundo estágio, quando fizer sentido mudar para um gateway.

    Gostaria de complementar o seu artigo com outros 2 links que acho pertinentes:

    O processo de checkout de Gateways e Intermediadores:
    http://www.ipagare.com.br/blog/conversao/checkouts-sistemas-de-pagamento-online/

    Gateways vs Integração Direta vs Intermediários
    http://forum.imasters.com.br/topic/467225-gateways-vs-sistema-direto/

    Abraços
    Flávio

    Responder
    1. Legal! Vou complementar com minha resposta também:

      Olá Flavio!

      Primeiramente muito obrigado por complementar o post! É sempre muito importante agregar mais informações para os nossos artigos.

      – Sobre a conciliação financeira, concordo que as soluções dos intermediários são muito boas, porem não citei isso, pois se o cliente possui por exemplo um bom ERP, isso também é muito bem feito pelo sistema.
      – Sobre o controle de Fraudes, certamente é necessário contratar uma ferramenta especialista, como citei acima.
      – Já a questão do Capital de giro, realmente esqueci de citar, e é um fator muito importante mesmo que deve ser levado em consideração no momento da escolha.

      Acredito que a melhor solução para quem quer começar varia de acordo com os objetivos, expectativas e possibilidade de investimento. Não podemos dizer que nenhuma destas alternativas é a mais adequada para quem quer montar um e-commerce sem antes analisar todas as questões pertinentes.
      A minha sugestão é desenvolver um bom planejamento, e colocar na balança todos os pontos positivos e negativos antes de tomar qualquer decisão.

      Obrigado novamente
      Abraços
      João

      Responder
    1. Nina, obrigado pelo elogio!
      Não sei se entendi bem sua dúvida, mas veja se consigo esclarecer, você pode contratar as bandeiras (cartões) separadas, porem precisa de outras ferramentas para funcionar no e-commerce, como por exemplo o Gateway.
      Obrigado

      Responder
  3. Bom dia, João Parente

    Sou leigo quanto a linguagem da informática e tenho uma pergunta a Intermediadora MERCADO PAGO.

    João, tenho dificuldade quanto a disponibilização de recebimentos da mesma para credito em minha conta.

    Ainda considere a grande dificuldade de contato com o MERCADO PAGO.

    Por gentileza qual orientação que voce pode me passar.

    Sou grato.

    Paulo

    Responder
    1. Bom dia Paulo,

      Infelizmente não consigo te ajudar neste ponto.
      Sugiro continuar tentando contato com eles para entender o que está acontecendo e resolver o problema o quanto antes.

      Obrigado
      Att

      Responder
  4. Sei que na Cielo E-Commerce as taxas variam bastante em função da negociação e que, em geral, é melhor deixar o gerente de sua conta bancária negociar, mas eu gostaria de saber, se possível, um valor base para o início da negociação em uma modalidade Buy Page Cielo sem o uso de gateway externa para pagamentos à vista no Visa e no Mastercard (crédito). Muito obrigado!

    Responder

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.