Quais oportunidades o Pix vai trazer para e-commerces?

por Rodrigo Martucci Terça-feira, 24 de novembro de 2020   Tempo de leitura: 5 minutos
O Pix, pagamentos instantâneos, começa a funcionar em novembro e traz grandes oportunidades para os e-commerces brasileiros. A novidade, criada pelo Banco Central, tem tudo para descomplicar pagamentos e transferências de valores e para tornar o processo de compra online mais fácil, rápido e inclusivo.

O que é Pix?

Pix é o sistema de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central para reduzir os custos das transações bancárias. Estará disponível para os brasileiros em novembro e vai funcionar 24 horas por dia, sete dias por semana, incluindo sábados, domingos e feriados.

O Pix vai permitir fazer uma série de pagamentos e transferências, como:

  • Recolhimento de impostos e taxas de serviços;
  • Compra de produtos ou serviços;
  • Envio de valores para pessoas;
  • Pagamento de fornecedores.

O novo sistema é um meio de pagamento, assim como boleto, transferências entre contas da mesma instituição financeira, cartões (débito, crédito e pré-pagos), TED e DOC. A diferença é que, com o Pix, as transações são efetuadas em qualquer horário e dia.

Os pagamentos instantâneos podem ser utilizados para transferências:

  • Entre pessoas físicas;
  • Pessoas físicas e estabelecimentos comerciais, incluindo o e-commerce;
  • Estabelecimentos comerciais, como pagamento de fornecedores;
  • Para entes governamentais, como pagamento de taxas e impostos.

A novidade será gratuita para pessoas físicas, mas as instituições financeiras poderão cobrar as transações efetuadas por empresas.

Para usar o Pix, será preciso ter conta em instituição financeira ou de pagamento, que pode ser do tipo corrente, poupança ou de pagamento pré-paga.

Vantagens do Pix

Pontuo quatro vantagens trazidas por esse novo meio de pagamento:

  • Rapidez: valores disponíveis para os recebedores em poucos segundos
  • Disponibilidade: pagamentos e transferências são realizadas 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias do ano
  • Sem intermediação: transações ocorrem em tempo real sem passar por terceiros: o dinheiro sai de uma conta e cai direto para quem vai receber a quantia
  • Custo: o Pix será obrigatoriamente gratuito para pessoas físicas, mas empresas poderão ser cobradas pelas instituições bancárias
  • Pix no e-commerce

    No contexto do varejo eletrônico, o Pix chega para facilitar a compra pelo cliente e a operação pelo lojista. Para as empresas, as expectativas são de aumento de conversões e redução de custos.

    Por ser um pagamento instantâneo, o Pix permitirá que o e-commerce agilize todas as etapas de processamento dos pedidos, que envolvem separação em estoque e despacho. Ou seja, fará com que o cliente receba o produto mais rápido, contribuindo para melhorar a experiência do usuário.

    O Pix também vai se colocar como uma alternativa ao boleto, que é um método de pagamento que compromete o estoque do varejista. Enquanto o boleto precisa de ao menos um dia útil para ser creditado, no Pix a loja receberá os valores em segundos.

    Lembro também que uma outra vantagem do novo meio de pagamento sobre o cartão de crédito está na redução de custos — a taxa média de cada venda no crédito é de 3% sobre o valor da compra. Além disso, também permitirá que clientes sem cartão comprem online.

    A expectativa é que a chegada do Pix no e-commerce funcione como um processo de inclusão, fazendo com que mais pessoas comprem pela internet pela primeira vez.

    Outra barreira que deve ser derrubada com o Pix é a da segurança. Embora as vendas com cartão de crédito no e-commerce estejam em alta, nem todos os clientes se sentem seguros em inserir os dados nos sites — por temerem golpes e clonagens.

    Para resumir, as transformações que o Pix no e-commerce vão provocar são:

    • Transações instantâneas 24 horas por dia, sete dias por semana
    • Volume menor de compras no boleto
    • Chance de aumento das conversões
    • Oportunidade de acelerar entregas de pedidos
    • Possibilidade de aumentar a carteira de clientes
    • Redução de custos para o lojista

    Caberá ao varejista online educar o cliente para ele saber utilizar o Pix e preferir essa modalidade para efetuar a compra. Nos conteúdos, vale destacar a facilidade, a rapidez e a segurança. Faça isso a partir de páginas especiais sobre o assunto no e-commerce; por postagens em blogs e redes sociais; com a produção de vídeos; disparos de e-mails informativos… As opções são muitas!

    Nas primeiras semanas de funcionamento do Pix na loja, minha dica: lance promoções para quem usar o pagamento instantâneo. Essa tática funciona tanto como um incentivo para o cliente quanto para você testar a aderência à nova modalidade.

    Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
    Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
    Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

    Você recomendaria esse artigo para um amigo?

    Nunca

     

    Com certeza

    Deixe seu comentário

    0 comentários

    Comentários

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Comentando como Anônimo

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

      Assine nossa Newsletter

    Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

    Obrigado!

    Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

    Não se preocupe, também detestamos spam.