Quais processos do seu e-commerce podem ser automatizados?

por Lucas Vidal Terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Além de itens básicos como cadastro do cliente, envio de e-mails de confirmação e métodos de pagamento, alguns outros processos das lojas virtuais também podem ser automatizados. A vantagem é que isso pode dar escala para o negócio crescer, ampliando áreas de atendimento e canais de venda, e tornando os processos e estratégias mais eficientes.

As lojas de e-commerce que automatizam certas funções conseguem crescer mais rapidamente, porque são “elásticos” e escaláveis, com preparo para manter a eficiência em cada etapa da gestão.

Todavia, fora a escalabilidade que é dada ao negócio, a automatização é muito relevante, pois pode reduzir o trabalho operacional e se reverter em mais tempo para a definição da estratégia pelo gestor. Com isso, ele conseguirá utilizá-los, positivamente, para melhorar o próprio negócio – tendo mais tempo para essa análise e confiabilidade para tomar decisões assertivas.

Alguns processos que os gestores podem automatizar são:

1) Gestão da loja virtual

O uso de um ERP apropriado poderá automatizar algumas funções em sua loja virtual como estoque, simplificação para o recolhimento de impostos e emissão de notas fiscais. Outros fatores importantes são picking (separação de produtos) e packing (emissão da etiqueta).

Já uma plataforma com potencial para auxiliar na gestão de catálogo, emissão de relatórios, integração com sistemas de pagamento, entre outros recursos. Com a centralização de informações e dados detalhados do seu e-commerce, estes sistemas dão maior confiabilidade aos fluxos de venda e maior autonomia para o gestor cuidar do negócio.

Principal vantagem: maior percepção do e-commerce

Exemplo de ferramentas de automação ERP e Plataformas: Softwares de Gestão

2) Gestão da loja virtual + marketplace

A gestão de sua loja pode ser mais desafiadora quando você começa a explorar outros canais de venda, como é o caso dos marketplaces. Como as informações ficam descentralizadas entre seu e-commerce, e um ou vários canais, isso pode dificultar na hora de gerir os pedidos recebidos, status de pagamento e entrega, informações de estoque, frete e etc.

Esse, por sorte, também é um processo que pode ser automatizado por meio de integradores de marketplaces que conciliam e gerenciam todas as informações em único lugar.

Principal vantagem: facilidade de gestão conjunta dos marketplaces e e-commerce

Exemplo de ferramenta de automação em integração aos marketplaces: Skyhub

3) Gestão de preço

O gestor consegue pré-configurar o preço mínimo e máximo de comercialização de cada produto, além das regras de precificação baseadas na concorrência (se vai manter 10% mais baixo que o concorrente X ou ainda 1 centavo mais alto em relação ao concorrente Y). Com base nisso, ferramentas como a Sieve, por exemplo, conseguem automatizar a gestão de preço de acordo com o comportamento do mercado.

Principal vantagem: automatizar as mudanças de preços na hora certa, com o objetivo de aumentar as vendas e a margem.

Exemplo de ferramenta de automação de preço: Sieve

4) Ações de marketing

O marketing de performance pode ser benéfico para os negócios, mas também corre o risco de gerar algumas despesas desnecessárias para quem não acompanha tudo atentamente. Alguns softwares de inteligência já permitem a pausa automática de anúncios que direcionam para produtos fora de estoque ou que os preços sejam alterados em todas as campanhas, via API, quando o e-commerce for atualizado.

Além disso, a automação gera dados mais confiáveis e comparativos de resultados entre categorias, produtos e canais. Dentre os canais que podem ser automatizados podemos destacar: Buscapé, Adwords, Facebook Ads, Afilio, Criteo e outros.

Principal vantagem: aumentar o ROI, tendo uma maior percepção da origem dos resultados e despesas em cada canal de marketing.

Exemplo de ferramenta de automação de performance: Admatic

Esses são alguns processos que podem ser automatizados e que dão uma boa dinâmica na execução de processos rotineiros. A qualidade de informações eletrônicas evita erros humanos comuns em processos que sejam muito descentralizados. Com isso, aumentam os acertos das estratégias traçadas e há muito mais chance do seu e-commerce se sair bem!

E você? Já automatiza alguns destes processos? Que diferença notou entre a gestão manual e automatizada? Conte pra gente!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.