Acesso rápido

Por que investir em marketing regionalizado?

por Rafael Mucheroni Segunda-feira, 24 de junho de 2019   Tempo de leitura: 6 minutos

Todos os dias pessoas tomam coragem e decidem investir no próprio negócio, procurando por caminhos que possam oferecer a elas vantagens e, principalmente, indicar quais são as melhores formas de conseguir clientes e, assim, vender mais.

De maneira alguma esse é um objetivo não digno ou inalcançável, mas acontece que, muitas vezes, ele não se torna realidade por conta dos negócios gastarem energia (pode ser chamado de dinheiro também) em fórmulas prontas que serviram a outras pessoas ou em métodos caros e inacessíveis a quem está começando a empreender.

Este post não irá conter mais daquelas dicas generalizadas ditas por aí como se fossem o truque secreto guardado a sete chaves. Na realidade, não há segredo algum e, por isso, esqueça o investimento em anúncios pagos ou mesmo nos veículos de comunicação em massa. Você pode impulsionar o seu negócio com o marketing regionalizado, vendendo mais e para um público seleto.

Leia também: Google lança função para conectar MPEs e clientes diretamente na página de buscas

Antes de tudo, o que é marketing regionalizado?

O marketing regionalizado, como sugerido pelo próprio nome, trata-se de uma estratégia direcionada a determinada região, agindo de maneira personalizada com aquele público e gerando identificação através da linguagem utilizada no local, o que é valorizado naquela região e claro, o produto ou serviço que as pessoas de lá necessitam.

Pareceu genérico? Não é tão simples assim…

A regionalização tem como princípio se conectar com aquele público utilizando de diversos fatores, dois dos mais marcantes são: o envolvimento emocional e atender o desejo daquela região (como um bom marketing).

‘’Mas é isso que o marketing faz, oferece produtos e vende’’.

Meia verdade.

No marketing regionalizado, todo o planejamento estratégico é elaborado com a finalidade de atender às demandas daqueles possíveis consumidores.

Busca Cliente

Vamos ao exemplo utilizando a Busca Cliente, uma plataforma especializada em marketing digital e regionalizado.

Busca Cliente é responsável por posicionar empresas, produtos e serviços no topo dos maiores buscadores do mundo: Google, Yahoo e Bing, de maneira totalmente orgânica e regionalizada.

Na prática, funciona assim: você tem um negócio na região sul de São Paulo, correto? Pois bem, moradores da zona sul provavelmente não sabem da existência dele e vão à lojas maiores e mais conhecidas.

Aplicando a tecnologia Busca Cliente: esse consumidor, de acordo com dados da TNS Research International, possivelmente faz parte de 92% das pessoas influenciadas pela internet no momento de realizar uma compra e quando pesquisar pelo serviço ou produto que você oferece na região sul, haverá grande chance de ele encontrar a sua loja, por conta da tecnologia Busca Cliente.

A quem regionalizou, mais um cliente. A quem mora na região, a descoberta de um serviço ao lado de casa.

Informação ao consumidor

A estatística mencionada acima, diz respeito exatamente às lojas de e-commerce, que são as principais responsáveis por ‘informar o consumidor’ sobre preço, descrição do material e disponibilidade de produtos (essa é sua ascendência sobre a compra).

Lojas e-commerce têm crescido exponencialmente, sendo um dos mercados mais consumidos pelos brasileiros atualmente, graças à praticidade que oferecem e os avanços da internet nos últimos anos.

Aplicar a tecnologia Busca Cliente em um e-commerce a fim de alavancar vendas online é também uma estratégia interessante de ser usada, porém, possui algumas ressalvas dependendo da compatibilidade da plataforma com o segmento da loja.

Se for possível, a Busca Cliente impulsiona o e-commerce diretamente nos buscadores, criando uma página otimizada nos princípios de SEO com o site institucional direcionando ao e-commerce. Um artifício igualmente poderoso para vendas.

Cuidados ao investir em marketing regionalizado

Saber tudo sobre a região, a população e ter domínio sobre o produto ou serviço que oferece por lá é crucial!

Pense bem, não há o menor nexo anunciar em um lugar algo que não possui relevância para ele e às pessoas de lá. Melhor dizendo, ninguém perderia tempo em oferecer suéteres de algodão no verão da Bahia. Concorda?

Apesar do exemplo quase cômico, essa ação não teria poder algum por melhor que fosse o anúncio ou o produto, simplesmente por não integrar a realidade daquele local. Portanto, o marketing regionalizado precisa ser cirúrgico!

O marketing regionalizado se aplica a qualquer segmento?

Dúvida pertencente à maioria, aplicá-lo irá depender de inúmeros fatores como área de atuação, produto ou serviço comercializado e também qual a intenção da marca.

O ideal é visualizar o marketing regionalizado seguindo alguns dos princípios básicos do marketing (4Ps), mas pensando em áreas específicas.

Se o seu negócio pode suprir às necessidades daquela região e propõe mais que somente uma compra, a resposta é: ‘’sim, se aplica a ele’’, se não, o sucesso tende a se tornar inviável, porque, acima de tudo, regionalizar significa assertividade.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.