Porque escolher uma plataforma de e-commerce desenvolvida no Brasil

por Cristiano Chaussard Sexta-feira, 08 de maio de 2015

Quem trabalha em um nicho ou segmento específico precisa ter domínio de todas as ferramentas e condicionantes que possam afetar seu negócio. Parece óbvio, e é, mas quando surge a necessidade de implantar uma nova tecnologia, por exemplo, qualquer falha ou falta de conhecimento no processo pode gerar inúmeros problemas.

É o caso do e-commerce voltado para a indústria. Neste segmento, é preciso dominar uma série de questões tributárias e logísticas, entre outras. E isso é determinante na hora de escolher uma plataforma de comércio eletrônico para implantar na sua indústria e expandir os negócios B2B para vendas online.

Para ter sucesso nessa área, é necessário contratar uma plataforma que atenda às necessidades da indústria brasileira. Para isso, a empresa desenvolvedora do software deve conhecer a realidade de como a indústria e o atacado nacional trabalham.

Afinal, nem todos os países possuem modelos de relações comerciais iguais às brasileiras, o que podem limitar a atuação da indústria no ambiente virtual. Mas quais as características que destacam uma plataforma desenvolvida no Brasil de outras importadas?

Em primeiro lugar, podemos destacar a adequação à realidade tributária brasileira. As regras em relação à tributação mudam o tempo todo, especialmente em relação ao ICMS e à substituição tributária, e somente as plataformas nacionais poderão acompanhar todas as mudanças de forma imediata, para adequar o software conforme necessário.

É importante ressaltar também que o modelo governamental brasileiro não facilita o acesso à informação, então é preciso ter uma compreensão de como funcionam nossos órgãos legislativos e tributários.

As relações comerciais entre indústrias e/ou empresas, chamadas de negócios business to business (B2B), também possuem características particulares. É essencial, por exemplo, ter uma relação comercial que valorize o tempo de relacionamento com o cliente, sua frequência de compras e o volume de pedidos realizados.

Isso faz com que os preços variem bastante de acordo com o cliente. Essa prática, apesar de ser muito comum no Brasil, é pouco utilizada em outros países. Nas vendas online, a plataforma de e-commerce precisa possuir a opção de listas de preços, para que seja possível aplicar valores diferentes para cada segmento de cliente.

Por fim, vamos falar de tamanho. A dimensão continental do Brasil causa dificuldades de logística no momento de realizar entregas. Outro fator limitante é a falta de uma rede de transporte eficiente, que faz com que as empresas precisem utilizar de 10 a 15 fornecedores logísticos (que atuem em sistemas rodoviário, cabotagem e aéreo).

A plataforma de e-commerce, então, tem que permitir o cadastro de diversas tabelas de preços de transporte, para que o cálculo do frete seja exatamente o que a indústria gastará na entrega.

Para atenderem aos requisitos apresentados nesse artigo, as plataformas estrangeiras teriam que desenvolver módulos específicos para as necessidades das indústrias segmentadas brasileiras, o que custaria mais que a licença da própria plataforma, já que esses custos são repassados para o cliente.

Se você tiver interesse em ampliar as vendas da sua indústria utilizando negócios digitais, se atente a essas características antes de fechar o negócio.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER