Acesso rápido

Por que é tão importante ter um espaço “para chamar de seu” na Web e como isso favorece o seu negócio?

por Henrique Carvalho Segunda-feira, 15 de abril de 2019   Tempo de leitura: 8 minutos

Antes de entender os motivos para ter uma loja virtual, vamos entender melhor o que é uma loja virtual (comércio eletrônico).

O que é comércio eletrônico?

O comércio eletrônico, ou e-commerce, é uma transação comercial feita através de um equipamento eletrônico. Por exemplo, um computador. Esta transação comercial pode se dar entre organizações (B2B), entre organizações e indivíduos (B2C) ou entre dois indivíduos (C2C).

O processo começa com a aquisição de bens, produtos ou serviços e segue até a liquidação financeira, fazendo uso de meio de pagamento eletrônico.

Comprar ou vender pela internet é um exemplo de comércio eletrônico. Muitos ramos da economia estão ligados ao e-commerce. Se toda a estrutura estiver interligada, com clientes, fornecedores e distribuidores, isto facilitará a comunicação e aumentará a agilidade.

A loja própria

Se você tem um negócio e comercializa produtos/serviços pela internet, pode perfeitamente utilizar canais como o WhatsApp, Instagram e outras redes sociais. Mas saiba que é muito importante, além disso, ter uma loja virtual com site próprio. Entenda o porquê:

O Instagram, WhatsApp e Facebook são eficientes pontos de contato entre sua marca e seus clientes. Funcionam como uma espécie de vitrine. Mas usando essas plataformas você está expondo em um “terreno” que não é seu.

Uma página no Facebook, por exemplo, pertence somente à rede social e para usá-la você precisa seguir regras, correr risco de sofrer punições e se arriscar em perder conteúdo parcial ou total a qualquer momento. É como se você fosse um agricultor plantando na terra dos outros, entende?

Imagine se você investe tempo e dinheiro em conteúdo, atrai público, converte visitantes em clientes e, no fim das contas, fica sem isso!

Com uma loja própria, um domínio registrado (com SSL gratuito), a história é outra. Como lojista, você pode atrair o público para a sua página — inclusive a partir das redes sociais — conquistar boas posições nos mecanismos de busca, processar pagamentos, segmentar públicos, criar fluxos de nutrição para diversas bases e ter um fluxo constante de compras sobre um investimento fixo.

Veja alguns benefícios por ter um site próprio

SEO

Ter bom posicionamento no Google é fundamental. Com um site próprio, alcançar essa meta é possível a partir de estruturação dos anúncios de produtos/serviços de forma otimizada para SEO (Search Engine Optimization), atraindo clientes que buscam o item que você tem para oferecer.

Marketing estratégico

No Instagram, por exemplo, um usuário pode rolar a tela para cima e dar de cara com o seu produto e, no próximo deslizar de dedo, ver algo mais interessante e lá se vai um possível comprador… com a loja virtual própria, a “vitrine” é sua, o controle é seu. Permitindo destacar itens, postar promoções e trabalhar segmentos de acordo com o perfil do consumidor.

Controle do processo de vendas 

O momento do pagamento é precioso e delicado. É quando a venda se conclui ou simplesmente o cliente desiste de fechar o negócio. Se o e-commerce for seu, você poderá trabalhar vários aspectos da marca para convencer o visitante que vale a pena concluir a compra.

Terá, até mesmo, o controle sobre os meios de pagamento, entre outros. Além disso, poderá adotar um software de CRM (Customer Ralationship Management), trabalhar o pós-venda e cativar clientes que já visitaram sua loja ou que abandonaram compras no carrinho.

Inserção de banners promocionais

Com uma loja virtual, você pode focar em converter o público que já está na sua página com promoções e conteúdo ao seu gosto, sem ter que se preocupar com o melhor horário para fazer uma postagem. Já nas redes sociais, o seu conteúdo precisa passar por filtros de algoritmos que podem torná-lo simplesmente irrelevantes.

E-mail marketing e conteúdo

Com um site próprio, é possível captar e-mails por meio de ofertas de conteúdo, transformando usuários curiosos em leads. A partir desses e-mails, construa uma história com esse lead – registro de compras, acesso a loja, relatos de insatisfação e vários outros detalhes – e use esses dados ao seu favor, aprimorando o relacionamento e a comunicação entre a marca e o cliente.

Use e abuse dos fluxos de nutrição — enviar o e-mail certo, para a pessoa certa, no momento certo, com a mensagem certa. Adote bases próprias de e-mails para envio de ofertas e promoções — isso é e-mail marketing. Mas tenha cuidado para não enviar mensagens demais ou com conteúdo que possam ser identificadas como spams.
Como funciona a criação de uma loja e qual a plataforma adequada?

Ao ler todas essas vantagens acima de ter uma loja virtual própria, pode estar se perguntando como funciona o processo de criação e qual a plataforma mais adequada para este caso.

Existem diversas ferramentas para criação de um ecommerce, porém a mais utilizada é o WordPress em conjunto com o WooCommerce, um plugin desenvolvido especificamente para a criação de lojas virtuais em que possui administração de produtos, definição de formas de entrega, integrações com meios de pagamento e muito mais.

Conclusão

Para manter sua loja online, não precisa, nem deve abandonar as redes sociais ou aplicativos de mensagens. Pelo contrário. A diversidade de locais para expor produtos/serviços e fomentar vendas na Internet proporciona inúmeras possibilidades de ações de marketing online. O importante é não depender apenas de outras plataformas para garantir suas vendas e passar o resto da vida “plantando no terreno dos outros”.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

1 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.