Acesso rápido

Sua loja não está performando bem? Saiba quais podem ser os motivos

por Ana Luiza Araujo Quinta-feira, 12 de julho de 2018   Tempo de leitura: 7 minutos

Oferecer uma boa experiência para o cliente faz parte de toda a jornada de compra do consumidor. No mundo do e-commerce, como não há uma interação física entre o lojista e o cliente, a boa performance de um site tem um papel importantíssimo nessa jornada.

E para que o cliente tenha uma boa experiência de compra, cada vez mais as lojas estão investindo em funcionalidades. Como conseqüência, eles se tornam mais exigentes em recursos de rede e dispositivos.

Em um estudo da DoubleClick by Google, descobriu-se que os sites que carregavam em 5 segundos tinham sessões 70% mais longas, taxas de rejeição 35% mais baixas e visibilidade de anúncios 25% maior do que sites demorando quase quatro vezes mais, a 19 segundos.

Alguns  elementos contribuem para a boa performance das lojas. Outros, muitas vezes não ajudam mas, em alguns casos, são essenciais.

Chats, tagueamentos do Google, parceiros de remarketing e scripts de rede sociais são exemplos de parceiros importantes. Eles podem, no entanto, comprometer o tempo de abertura do site.

Como essas ferramentas, na maioria das vezes são fundamentais, cabe a cada gestor avaliar quais seriam o custo-benefício de cada uma delas.

Além disso, estar sempre de olho na Taxa de Rejeição no Google Analytics é um bom termômetro.

De acordo com a definição do Google Analytics, a taxa de rejeição, ou bounce rate, sinaliza “o percentual de sessões de uma única página”. Ou seja, são as sessões nas quais a pessoa saiu do seu site na página de entrada sem interagir com ela. Isso pode ocorrer quando há lentidão na abertura da home, causando desinteresse do usuário.

Existem vários sites que podem ajudar na avaliação da performance da loja. Essas ferramentas analisam a velocidade e desempenho do site, tanto no desktop quanto mobile. Após incluir a URL da loja no campo, a ferramenta faz uma varredura no site e depois exibe o resultado da avaliação.

Normalmente, os elementos que merecem mais atenção são:

  • Imagens muito pesadas, que muitas vezes pode ter o seu tamanho otimizado sem perder a qualidade;
  • Programação otimizada e orientada para performance. Arquivos estáticos como imagens, arquivos JavaScript e CSS precisam ser bem estruturados para não prejudicar o carregamento;
  • Quantidade exagerada de vitrines na home. É interessante trabalhar com banners focados nos departamentos, filtros e produtos mais vendidos;
  • Grande número de scripts, vários deles gerando cookies, arquivos que guardam informações relacionadas a um domínio/site. Assim como redes sociais, redes de publicidade, sistemas de estatísticas, etc.

Tornar o site responsivo também pode otimizar a performance da loja. A grande diversidade de dispositivos e o tamanho de suas telas apresenta uma grande oportunidade de melhorar o desempenho, com imagens mais adequadas à essas telas, além de carregar dados e informações com maior rapidez.

A velocidade de carregamento também favorece o ranqueamento nos resultados orgânicos dos mecanismos de busca.

Uma loja que performa bem rankeia melhor no Google,  agrada os usuários e eles deixam de abandonar a página, gerando mais Page Views e aumentando a probabilidade de conversão.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.