Os 3 diferentes tipos de estoque no e-commerce

Por Ricardo Ramos Sexta-feira, 03 de março de 2017

Quando se fala de e-commerce já se coloca como objetivo atrair mais clientes para aumentar as vendas. Mas muitas empresas falham ao ignorar a importância de um bom controle de estoque. O gerenciamento dos produtos é fundamental para qualquer empresa, principalmente se for uma loja virtual. Deve ser encarado com muita seriedade e, para isso, existem alguns tipos de estoque e-commerce.

Qual o melhor tipo de estoque no e-commerce?

Não existe um tipo de estoque ideal. Cada modelo tem suas características, vantagens e desvantagens. A escolha vai depender bastante da estratégia tomada pela empresa. Para te ajudar a escolher o tipo que mais se adapta à sua necessidade, vamos listar três modelos, citando os pontos fortes e fracos de cada um.

1. Estoque compartilhado

Esse modelo é uma boa opção para os negócios que possuem também uma loja física, pois ele consiste em utilizar o mesmo espaço e os mesmos produtos para suprir tanto a operação online quanto a offline.

A vantagem dessa opção é a economia de espaço e a possibilidade de fazer um gerenciamento integrado dos produtos, proporcionando uma economia de recursos muito relevante.

A desvantagem é que as lojas que trabalham dessa maneira precisam ter um sistema interno que funcione muito bem, principalmente em suas atualizações de estoque, que deverão ser realizadas em tempo real, independente se o produto tenha sido vendido fisicamente ou no e-commerce. Esse cuidado é necessário eliminar o risco de vender um produto indisponível.

2. Estoque terceirizado

Outro tipo de estoque no e-commerce é o terceirizado. Há duas maneiras de terceirizar o estoque – através das modalidades Drop shipping e Cross docking.

Na drop shipping, a entrega ficará sob responsabilidade do fornecedor. O cliente compra no seu site e o pedido é enviado ao fornecedor, que entregará diretamente para o ele.

Já na modalidade cross docking, o fornecedor entregará o produto para a loja, que deverá responsabilizar-se pela entrega ao cliente.

A vantagem do estoque terceirizado, em ambas as maneiras – Drop shipping e Cross docking – está em poder contar com uma grande quantidade de produtos sem ter a necessidade de armazená-los em estoque. Por outro lado, esse tipo de controle requer mais cuidado, pois o lojista terá de confiar na qualidade dos itens enviados para seus clientes – Drop shipping – e o prazo de entrega, além de ser mais dependente do seu fornecedor.

3. Estoque descentralizado

Por fim, o estoque descentralizado consiste em manter vários locais de armazenamento, espalhados em diversas regiões.

As vantagens do estoque descentralizado estão no menor prazo de entrega e custo de envio, já que você poderá acionar o centro de armazenamento mais próximo ao destinatário. No caso do custo do frete, isso pode influenciar diretamente na venda dos produtos.

O ponto negativo é que os custos com o armazenamento em diferentes espaços físicos aumentam, visto que serão necessários vários locais para manter os produtos. O controle de estoque também é um ponto preocupante, pois deverá ser montado uma forte integração entre os centros de armazenamento.

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars:

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.