O omnichannel é a melhor chance para o futuro do varejo

por Marco Zolet Segunda-feira, 29 de julho de 2019   Tempo de leitura: 3 minutos

A internet se tornou, ao longo dos últimos anos, uma parte gigante da vida das pessoas. Segundo uma pesquisa anual da We Are Social, o número de usuários de redes sociais foi de 110 milhões para 149 milhões nos últimos cinco anos. Isso impactou diversos aspectos da vida em sociedade, como os processos de produção e distribuição de serviços — assim como as formas e os modelos de compra.

Por esse motivo, não faz mais sentido falarmos em separação entre online e offline. Ao contrário, acreditamos que o omnichannel — nome dado para a integração entre o online o offline — é a nossa melhor chance para prosperar no varejo. E isso inclui o setor supermercadista. A era da multicanalidade já é uma realidade.

O tem despertado essa tendência?

Alie o crescimento do acesso à internet com uma grande busca do comprador por praticidade, facilidade e conveniência. Ah, e um número cada vez maior de consumidores das novas gerações (Y e Z, principalmente). Pronto! Criamos a oportunidade perfeita para o fortalecimento do varejo omnichannel.

E, não é apenas com roupas, móveis e produtos de beleza que esse processo deve ocorrer. Segundo a pesquisa “Tendências do Consumidor em Supermercados 2018/2019” — solicitada pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) e conduzida pelo Ibope Inteligência —, 15% dos brasileiros realizam compras de supermercado online. A tendência tem feito com que o varejo supermercadista se adapte à essa realidade para não perder consumidores.

Organização

Apesar de ser uma ótima oportunidade de crescimento, o omnichannel exige algumas mudanças estruturais e de logística para que a transição ocorra da forma correta. É preciso, por exemplo, organizar um estoque único para atender às demandas feitas online e offline. Um sistema estruturado para acompanhar todos os processos de compra e entrega dos produtos é primordial, uma vez que elas podem ser feitas por ambos os canais.

Equipe

Preparar a equipe para essa transição também é essencial. Para isso, cada membro da empresa precisa entender a importância das vendas omnichannel — e ficar a par dos processos de compra e venda nesse formato. Treiná-los para uma resolver problemas e prepará-los para um pós-venda eficaz, mesmo no online, também pode ser determinante para ganhar confiança e obter sucesso no processo.

O setor supermercadista, particularmente, precisa lidar com alguns desafios específicos para se preparar para integração online e offline de forma satisfatória. Os produtos oferecidos nesse segmento precisam ser vendidos frescos, e muitas vezes têm prazos de validade curtos. É necessário, portanto, adequar compra e entrega à durabilidade desses produtos. No setor, as compras FLV (frutas, verduras e legumes) ocupam uma média de 30% das cestas, por exemplo.

Resumo

O omnichannel é imprescindível e necessário. Porém, precisa ser feito de forma consciente e atenta para agregar valor e evitar erros. O futuro do varejo já chegou: basta saber como se adaptar à essa realidade.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.