Acesso rápido

O que importa é VENDER?

por João Kepler Quarta-feira, 26 de março de 2014

Por que 90% das 45.000 Lojas do e-commerce Brasileiro vendem menos de 30 produtos por mês? Por que 30% estão inativas? E por que alguns grandes players que vendem muito estão no prejuízo?

Pergunta difícil de responder essa, não é? Em minha opinião, sem consultar o que retratam as pesquisas, eu diria de forma simples que: os grandes querem volume e investem e fazem qualquer coisa para isso; Nos pequenos, muitos não têm estrutura, foco ou nicho específico, não conseguem competir nas condições impostas, não passam a percepção de segurança, não conseguem aparecer em massa e/ou serem encontrados pelo consumidor.

Pensando nisso, me veio a vontade de escrever sobre o assunto VENDAS, direcionando ao pequeno varejista OnLine, esses dos 90%. Sim, porque os grandes já sabem muito bem como aparecer, competir, entregar e vender. Aliás, me deixa ser justo, eles pensam que sabem tudo!

Então vamos lá: começo fazendo uma pergunta: o que é mais importante? VENDER MUITO, ganhando pouco ou VENDER POUCO, ganhando muito? Mentalize esta resposta olhando pro seu próprio negócio. Guarde e lá no final deste texto, tire suas conclusões.

A primeira coisa que precisa ter em mente é que Vender pela internet, não é somente ter uma loja virtual e sair vendendo, é muito mais que isso. E para isso é preciso fazer o básico. Clique aqui e leia outro artigo meu sobre os 10 mandamentos básicos no e-commerce.

Com a resposta da primeira pergunta definida e sua loja virtual já fazendo o básico, vamos as possibilidades para VENDER melhor.

Tudo passa por PRESENÇA VIRTUAL. Não adianta ter o site mais lindo e os melhores preços se você não aparece virtualmente, não é conhecido e lembrado.  Mas João, eu já faço Marketing Digital, invisto em links patrocinados no Google e no Facebook. Certo! É um caminho, mas e o consumidor? Percebe que pode contar com a sua loja? Percebe que você é inovador de alguma forma? Sente sua falta? Interage com a sua marca, produto ou serviço? Por outro lado, e a sua Loja, conhece o público? Sabe o que o consumidor realmente deseja? Conversa com eles? Faz atendimento On-Line? Pesquisa satisfação?   Isso tem que ser feito!!

Se hoje em dia estamos na era do compartilhamento, um ambiente social onde temos um consumidor colaborativo e ávido por novidades e relacionamento, por que não oferecer o melhor produto ou serviço no momento certo, de forma adequada, assertiva e do jeito que ele quer?  Para isto acontecer, só precisa conhecer seu cliente!

Onde melhor você pode encontrar prospects e conhecer seu cliente? Nas timelines das Redes Sociais, claro. O que ele pensa? O que ele está comprando? O que ele compartilha? É nesse ponto que o pequeno lojista tem vantagem, pois pode ser mais detalhista, específico, minerador, pontual e certeiro. Pesquise, pesquise, use as buscas, use os filtros de hashtag pelo tipo de serviço e produto que vende e participe, interaja. Encontre quem procura o que você vende, você vai achar!!

Se vende biquíni fashion, por exemplo, que tal participar ativamente de uma Rede Social nichada como o App DUJOUR? (http://dujour.it) Lá você vai falar a mesma língua de suas clientes e interagir na forma de conteúdo, imagens, sem falar de preço e produto, mas sim de características, benefícios, qualidade e compartilhar momentos e glamour.

Se vende vinho, por exemplo, que tal participar da Rede Social VIVINO? (http://www.vivino.com) lá você pode falar de experiências com sabores, aromas e etc.. ranquear os melhores vinhos e precificar se quiser. Seja especialista no assunto ao ponto das pessoas te seguirem para saber a melhor opção de vinho para cada momento.

Se vende docinhos, por exemplo, que tal postar receitas na Rede Social de gastronomia PIP? (http://pip.pe) Seu brigadeiro é lindo e gostoso, mas já pensou em publicar a receita mágica da sua avó, para que mais e mais pessoas possam te copiar e você ter relevância no tema brigadeiros?

Se vende carros e auto peças, por exemplo, que tal participar da Rede Social FullMachines? (http://www.fullmachines.com.br) Nela você pode conhecer diversos amantes de veículos, ver seus carros, entender seus problemas, discussões e gostos. Quem sabe, de alguma forma, você consegue vender por lá também.

Nas redes sociais tradicionais, participe de comunidades e páginas sobre temas específicos relacionados ao que vende, sem ser intruso mostre conhecimento no assunto, não oferte o tempo todo, comente posts e compartilhe para ser compartilhado, no final você vai fornecer seu endereço virtual de alguma forma para compra.  A confiança estará laçada!

Faça um Blog na sua loja virtual, invista nisso. Gere muita informação exclusiva e única. Crie vídeos amadores (e se possível profissionais) de seus produtos e serviço em ação e não somente as fotos estáticas deles. Poste depoimentos de clientes reais, isso gera enorme credibilidade. Poste Conteúdo, conteúdo e conteúdo, sabe por quê? Porque os buscadores vão indexar na internet o que você posta e encontrar a sua loja mais facilmente, antes da sua concorrência.  E o melhor, isso é de graça!!

Somente assim os pequenos conseguirão se diferenciar, enquanto os grandes continuarão a buscar a venda a qualquer custo.

Mas é ai?  Já respondeu mentalmente a minha pergunta? Prefere VENDER MUITO? Eu diria o seguinte, o que importa é rentabilidade, margem e resultado. Se conseguir agir e vender de maneira eficiente e assertiva, seu custo diminui e suas VENDAS aumentam consequentemente de forma escalável. O que importa é VENDER sim, mas apenas o suficiente para pagar as contas e manter seu negócio crescendo organicamente, pense nisso! Se 30 vendas por mês é a sua conta, fique feliz, não sai feito louco investindo o dinheiro que não tem para fazer o dobro de vendas e “perder a mão”!

Não descobri a pólvora, apenas falo das minhas melhores práticas. Experimente e me avise, vou adorar saber de suas experiências com essas dicas. Ah, e se você já sabia disso, já fazia isso, parabéns! Mas se possível, compartilhe aqui nos comentários seus resultados com a gente.

Boas Vendas! Para o Alto e Avante!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

15 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  1. Muito boa as dicas, sempre um informação por mais que sabemos muitas vezes nao colocamos em praticas da forma correta , acredito que seu conteudo tenha sido interessante para mim, na seguinte frase será que o que seus clientes procuram eles estão achando tente procurar da mesma forma que eles nossa para mim foi muito valido, parabens e sucesso a tds nos

    Responder
  2. João, já comentei no Facebook sobre a ótima reflexão que fez sobre o assunto. Mas agora que estou montando um ecommerce de moda (http://blog.lepetitpapillon.com.br) junto da minha esposa, percebo que estou no caminho certo em algumas coisas e, em contrapartida, falta muita coisa para chegarmos no ponto ideal.
    Já passei seu texto para ela, inclusive o site do app Dujour que eu não conhecia bem como as tendências de 2014 para a loja virtual.
    Continue com os ótimos textos e ganhará um leitor assíduo!

    Um abraço,
    Luiz Gustavo Schroeder Vieira
    Saída VIP
    http://www.luizgsvieira.com.br

    Responder
  3. Excelente artigo do EcommerceBrasil!
    A CAPPE material médico-hospitalar é uma empresa licenciadora de lojas virtuais e sempre buscamos orientar nossos licenciados sobre a importância de gerar conteúdo na internet para assim conseguir bons resultados de vendas. Realmente temos que lembrar sempre que estamos tratando com pessoas e que estas estão querendo informações antes mesmo de efetuarem uma compra.

    Equipe de e-commerce
    CAPPE material médico-hospitalar
    Sistema de Licenciamento de Lojas Virtuais
    http://www.cappefisio.com.br
    37 3213-2913

    Responder
  4. Espetacular o seu texto e as suas dicas!! É impressionante como o pequeno vê os grandes trabalhando e quer fazer igual e com isso perde a grande chance de se relacionar com os seus clientes e ser diferente dos grandes e em vez de se diferenciar e se destacar ele acaba sendo mais um nesse mar de lojas virtuais.

    Responder
  5. Excelente para os pequenos empreendedores mas, grandes sonhadores pois, as informações são despejadas na internet para todos e informações muito bem resumidas e com alto grau de riqueza lógica faz muito bem. Parabéns!

    Responder
  6. Olá João, parabéns pelo excelente post.

    Possuo uma pequena loja virtual que vende redes de descanso, é a Paraíso das Redes. Sempre pensei conforme o que foi explanado aqui. Não adianta, por exemplo, a NetShoes vender, vender e vender sem que isso lhe traga lucro algum. Não sei o que se passa na mente das pessoas envolvidas com esse negócio gigantesco, mas prefiro vender pouco e ter lucro, ainda que pouco, mas é lucro.

    Um abraço.

    Responder
  7. Se a sua empresa dá 1000,00 por mês de lucro, você já é infinitamente melhor que a Netshoes e a Dafiti juntas, pois ambas dão prejuízo. São uma ilusão! E só atrapalham o mercado com suas condições comerciais mirabolantes e sem sustentabilidade! Eles estão acabando com o ecommerce Brasileiro.

    Responder
  8. São excelentes dicas e muito válida. Como consultor de marketing digital vejo muita empresa que abre a loja virtual sem ter noção de como funciona a busca na Internet, como o Facebook pode exibir a publicidade para seu público alvo e como funciona os links patrocinados. Costumo falar para todo cliente que visita minha agência digital que uma loja virtual dá mais trabalho do que uma loja física, pois você precisa entender muito bem o consumidor online, ter boas condições de pagamento, boas fotos, bom atendimento e preços interessantes. Já conseguimos melhorar muito o desempenho de lojas virtuais adotando estratégias como promoções no facebook, criação de conteúdo em blog e e-mail marketing.

    Responder
  9. Ao mesmo tempo que o mercado virtual atinge seu amadurecimento, nós empresários muitas vezes preocupado com isso ou aquilo outro, esquecemos do básico: PESQUISAR! Obrigado Cesar Marcondes pela indicação da leitura pode ter certeza que teremos assuntos relacionados a esse post.

    Parabéns também equipe Ecommerce Brasil belíssima matéria que nos faz refletir sobre o mercado nacional virtual!

    Vamos que vamos!

    Responder
  10. Gostei e e a pura verdade tambem estou iniciando minha loja
    Espero atingir os melhores cliente vou lutar e me esforçar muita para que uma dia esse meu web site esteja entre os melhores da Internet kkk sonho alto ne ? Kkk um site que siga de exeplo com rapidez e interação com o cliente qualquer coisinha so da uma olhadinha la http://www.plenashop.com.br

    Responder

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.