Acesso rápido

O que é um bom ROI? Entenda para colocar em prática no seu e-commerce!

por Lucas Souza Quinta-feira, 09 de agosto de 2018   Tempo de leitura: 3 minutos

Uma das métricas mais badaladas e mais perseguidas pelos varejistas online é o famoso ROI. No mercado é sempre amplamente debatido qual o número “mágico” que devemos alcançar com esse indicador para as nossas ações digitais.

Para começarmos a entender se o ROI que temos é satisfatório para empresa, precisamos lembrar que essa métrica é – em sua essência – uma métrica financeira. Por mais que o marketing seja o grande responsável, junto com a área de compras, por aumentar esse número é o financeiro que deve ditar se o ele é satisfatório ou não. Muitos varejistas comparam seu ROI com o do concorrente e outros players, uma atitude extremamente válida para sabermos do nosso desempenho, mas não responde a pergunta: nosso ROI é bom?

Para sanar essa dúvida vale uma análise mais microambiente, com foco em custos da empresa e margem dos produtos, do que uma análise macroambiente. O primeiro passo é encontrar o ROI Mínimo, ou seja, qual o valor mínimo de venda necessário para que o canal valha a pena. Uma variação bastante conhecida da fórmula do ROI é a solução para chegarmos nesse valor:

ROI mínimo =  venda – custos de produção e impostos diretos / custo de mídia

Essa variação da fórmula, conhecida e pouco usada pois agrega números não inerentes ao marketing, nos ajudará a ter o nosso “número mágico”. Após chegarmos no ROI mínimo necessário para operação basta definir a meta que teremos de atingimento sabendo que ela precisa ser maior do que o ROI mínimo (que é o ponto de equilíbrio daquela mídia). A partir daí podemos retornar à fórmula clássica para mensuração do KPI. Vale a pena somente revisitarmos essa fórmula mensalmente, pois qualquer alteração em precificação e sortimento podem alterar o valor mínimo.

Ao perseguir o ROI vale sempre lembrar que essa métrica deve servir como KPI de marketing mas deve, principalmente, ser saudável para a empresa. Não é incomum vermos empresas “sofrendo” porque o ROI do concorrente é maior. Tempo de mercado, força da marca, precificação, experiência de compra no site e sortimento de produtos são alguns dos fatores principais que causam a flutuação dessa métrica.

É importante termos em mente um objetivo numérico claro que esteja alinhado com o financeiro da empresa. Comparar o nosso ROI e desempenho com o mercado é importante para crescer, mas cada empresa tem uma história, uma estratégia comercial, um investimento em mídia e um objetivo diferente. Mais importante do que participar de uma “competição” sobre quem tem o melhor ROI é garantir que seu e-commerce esteja lucrando e mantendo uma métrica verdadeiramente saudável.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.