O que é o ID de acompanhamento de propriedade do Google Analytics?

por Henrique Aren Troitinho Segunda-feira, 13 de abril de 2020   Tempo de leitura: 6 minutos

Já vimos o que é e para que serve o Google Analytics, como vincular seu site, suas principais métricas e até mesmo como obter o ID de acompanhamento. Agora, veremos em profundidade o que é o ID do Analytics, diferenças entre ele e o Google Adwords, entre outras particularidades.

O que é o ID de acompanhamento?

É um código composto pelas letras UA + 8 números + número depois do hífen. Exemplo: UA-12345678-9.

Como instalar o ID de acompanhamento?

Para que sua loja comece a ser monitorada pelo Google Analytics, você precisa instalar esse código em todas as páginas que quiser monitorar. Há duas formas de fazer isso:

Instalação manual

Exige conhecimento em HTML e por isso recomendamos que antes de instalar você faça um backup dos arquivos. Um bom programador pode ajudar.

Instalação para sites do WordPress

A instalação é mais fácil porque conta com a ajuda do plug-in Google Analytics, cujo código é instalado automaticamente. Os sites do WordPress são usados por pelo menos 60% do mercado de CMS (Content Management System), permitindo gerenciar o conteúdo de forma simples e prática sem grandes — ou nenhuma — intervenções de um programador.

Se quiser saber mais, leia o artigo: “O que é SEO do WordPress

Entre tantas coisas, o código ID de acompanhamento permite saber quem visita o seu e-commerce, a origem de cada visita, quanto tempo permanecem em cada página, entre outros padrões de comportamento de sua audiência.

Como funciona a Taxa de Rejeição do Analytics?

Também conhecida como bounce rate, a taxa de rejeição avalia a quantidade de pessoas que visitaram uma página, mas a abandonaram em seguida; e é uma das métricas mais importantes para acompanhar porque diz muito sobre o tipo de conteúdo que o seu site vem oferecendo. Esse abandono pode acontecer por vários motivos:

  • Depois de um tempo o usuário clicou no botão “voltar” do navegador;
  • Ele pode ter fechado a página que estava visitando;
  • Ao ler o seu conteúdo, se deparou com um link para outro site;
  • Digitou uma nova URL depois de um tempo;
  • Ficou inativo, ou seja, sem executar nenhuma ação no site, por mais de 30 minutos.

O Analytics chega a essa métrica dividindo o número de sessões de página única pelo número de sessões totais.

O que posso concluir se a Taxa de Rejeição é alta?

Que você precisa de uma boa estratégia para tornar o seu conteúdo atrativo e muitas coisas podem contribuir para isso:

  • falta de pautas interessantes;
  • ausência de imagens ou imagens não muito boas;
  • demora para carregar o site;
  • design mal feito;
  • ausência de links ou links com erros, entre outros fatores.

É importante também entender que cada página do site cumpre uma função e muitas delas naturalmente não incentivam uma longa permanência e isso é normal.

Dificilmente o usuário navegará pela página de contato pelo mesmo tempo em que navegará na página em que você mostra os seus produtos, e de onde ela será levada para outra página com mais detalhes, por exemplo. Então, ter isso em mente também ajuda a estabelecer critérios.

A Taxa de Rejeição prejudica o posicionamento no Google?

A boa notícia é que não! Isso porque a taxa em si é uma métrica vaga, já que ao mesmo tempo em que uma pessoa pode ter abandonado sua página por falta de informação relevante, ela também pode ter abandonado rapidamente justamente por ter encontrado tudo o que precisava. Ou, inclusive, o usuário pode passar 15 minutos com a página aberta enquanto se alimenta em frente à TV.

Por isso não é uma métrica que o Analytics leva em consideração para indexar ou não o seu conteúdo. Mas é importante sempre pensar em ter ações em cada página que convidem o usuário a interagir: um link para uma nova página dentro do site, download de um arquivo, cadastro para uma newsletter… Há muitas possibilidades de reter sua audiência.

Agora que já falamos sobre o ID de Acompanhamento e a Taxa de Rejeição, é importante esclarecer o que é o Google Adwords e se tem diferença com o Google Analytics. Por isso leia “O que é o Google Adwords?

De maneira rápida, o Google Adwords é a plataforma de publicidade do Google, sendo a principal fonte de receita da companhia. Através dessa plataforma, vários dos termos de busca feitos pelo usuário aparecem nos primeiros resultados em forma de links patrocinados.

Só com essa definição já fica muito clara a diferença em relação ao Google Analytics, que é uma ferramenta que faz análises do comportamento da audiência.

Agora que você já entendeu em profundidade como funciona o Google Analytics, suas principais métricas e um pouco mais sobre o vasto mundo do Google Adwords, você já pode planejar melhores estratégias de conteúdo e venda para atingir as metas de marketing do seu e-commerce.

Com esses artigos que estamos publicando, ficará muito mais fácil se organizar para potencializar o marketing digital do seu negócio. Por isso leia tudo o que publicamos sobre marketing de busca, SEO, Analytics, WordPress e muito mais que ainda vem por aí.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.