Projeto mantido por:

O que analisar na rotina do seu marketplace?

por Jefferson Costa Quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Após a entrada no marketplace, o seller (e-commerce) começa a se familiarizar com um cenário no qual cada canal deve ser analisado individualmente. Dessa forma, é possível compreender o comportamento de seus produtos dentro do marketplace X ou Y.

Outras informações importantes a serem analisadas: quais itens são buy box e como a concorrência tem trabalhado precificação, entre outros.

Mas você sabe como deve ser a rotina de inteligência de um marketplace? Listamos os principais pontos que precisam de atenção por parte do seu e-commerce.

Como deve ser a rotina de inteligência no marketplace?

1) Conheça seus principais concorrentes

Analise quem vende o mesmo produto que você e como eles se posicionam: preço, ofertas especiais e quando costumam aplicar descontos, quando sobem os preços e aumentam a margem de lucro, quando ficam sem estoque etc. Se você não conhece seus concorrentes, dificilmente saberá se posicionar no mercado.

2) Monitore as ofertas exclusivas e identifique novos concorrentes

Saiba quando você é o único seller a ter estoque do produto (% de exclusividade). Essa é uma oportunidade que pode surgir e identificá-la é uma maneira de aumentar sua margem em um momento oportuno. Também procure saber quando há um novo competidor no mercado e quando ele começou a vender o mesmo produto que você.

3) Analise o % de buy box diário

Veja a porcentagem de produtos oferecidos pelo seu e-commerce que aparece no buy box. Isso ajuda a ter dimensão sobre onde está liderando e quais resultados poderá obter com as vendas de produtos. Mesmo o preço não sendo o único critério para eleger uma oferta para a buy box, caso você esteja perdendo pelo preço, vale melhorá-lo, pois este é um critério relevante.

4) Identifique quando um marketplace começar a priorizar outros fatores além do preço

Se você tem o melhor preço, mas não aparece no buy box, monitorar o marketplace ajuda a entender quando outros fatores adquirem um peso maior na avaliação do canal. É uma forma de você determinar como deve trabalhar sua avaliação com o cliente e outros aspectos para se posicionar na liderança.

5) Identifique oportunidades para ampliar sua margem de lucro

Além de exclusividade na venda de um produto, quando não há concorrentes (eles existem, mas estão sem estoque), você pode aumentar sua margem. Outra oportunidade que pode ser explorada é quando sua oferta já está na buy box, mas a diferença de preço entre seu produto e o segundo colocado é muito grande. Isso significa que você pode subir um pouco o valor do produto, aumentando a margem e permanecendo na liderança com o melhor preço.

6) Priorize a consulta de frete e prazo para produtos e CEPs mais visitados ou vendidos

Entender quais são os CEPs onde seus produtos têm maior saída é uma maneira de otimizar sua estratégia, criando fretes e prazos de entrega especiais para estas áreas. Já que tantas pessoas consomem por ali, que tal adaptar sua logística e negociar melhor os fretes com a transportadora?

7) Analise o mix preço e frete para otimizar sua margem de lucro

É preciso ter em mente que a avaliação do consumidor irá levar em conta tanto o preço do produto quanto o frete. Portanto, é preciso olhar para o mix desses dois fatores e entender como poderá atrair o cliente – otimizando, ao mesmo tempo, sua margem de lucro nesse cenário.

8) Acompanhe o número de pedidos por canal

Identifique o número de pedidos que você recebe em cada canal e qual deles vende mais. Considere se vale a pena pausar suas campanhas em um marketplace com baixo retorno e centralizar seu estoque para o melhor canal de vendas do seu negócio. Caso sua margem seja maior em um canal de alta performance, pode valer muito a pena ter mais foco nele.

Como fazer tudo isso evitando erros na captação e análise de dados?

É importante ficar claro que toda a análise deve ser baseada em dados 100% confiáveis, por isso, o levantamento precisa ser feito com cuidado. Vale ter uma equipe dedicada para fazer esse acompanhamento ou utilizar empresas apropriadas e com um time experiente para gerenciar esses processos.

De qualquer forma, o mais importante é capturar esses dados para a análise e depois realmente estudá-los para entender como você se posiciona no marketplace e melhora a aparição de seus produtos no buy box e seller box.

Esse embasamento permite que você tome decisões melhores, consiga escalar seu negócio e aumente as vendas no marketplace.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER