O popup voltou e pode turbinar suas vendas via email

por Flávio Rodrigues Maciel Segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Lembra daquele tempo em que navegar na internet era um exercício de fechar janelinhas popups? Claro que você lembra. Mas será que odiava tanto quanto eu?

Lembro bem quando caía em algum site desconhecido e, de repente, janelas popup abriam desesperadamente em sequência. Para cada uma que eu fechava, abriam outras duas, até por vezes travar o computador. Tragicômico.

Mas, para desespero de alguns marketeiros e programadores, eis que surgiram anti-popups e navegadores mais atualizados que acabaram com aquela bandalheira.

Este foi um breve momento cultural para lhe dizer que eles voltaram. Mas calma, o popup voltou, mas agora com outra identidade: chamam-se lightboxes (ou janelas modais).

Os lightboxes são menos invasivos, mais inteligentes e, o que realmente importa para você, podem ajudar o seu e-commerce a crescer. O Felipe da LojaPerky.com.br, por exemplo, está convertendo 10% de todo o tráfego da loja em endereços de email graças a essa antes difamada janelinha.

Flavio Maciel popup 1

Grave esta frase: a sua lista de emails é (ou deveria ser) o principal ativo da sua loja virtual.

Explico:

  • Email marketing ainda é o canal mais eficaz para vendas no e-commerce
  • Adquirir visitantes para sua loja, seja qual for o canal, está cada vez mais caro

Se visitante custa caro, e email gera venda, por que raios você deixaria o visitante ir embora sem deixar um contato?

É aí que entra o lightbox, hoje, a maneira mais eficaz de construir uma grande lista de emails para fazer sua loja faturar alto a cada ação de email marketing.

Imagine uma loja que paga R$0,50 por clique no Adwords e converte apenas 1% disso em vendas (R$50/venda).

Suponha que, usando um lightbox, a loja consiga captar o email de 10% dos visitantes. Agora ela estará pagando R$5/email capturado. Muito mais razoável.

Lightboxes são amplamente usados por blogs e grandes e-commerces com este mesmo objetivo, mas estão ao alcance de qualquer pequena e média loja virtual.

Como começar:

Defina a oferta e o design

Pra início de conversa, fuja de qualquer coisa do tipo “Assine minha lista”, “Receba nossas novidades/promoções”, etc etc. Tudo isso tem pouquíssimo valor para o visitante e subaproveita o potencial do lightbox.

Reflita: o que você vai oferecer de REAL valor ao visitante para que ele lhe dê o endereço de email?

É esta oferta que vai determinar diretamente o sucesso da captação de emails. Aqui, detalhes fazem TODA a diferença.

Para conseguir transformar ao menos 10% do seu tráfego em endereços de emails, você precisa fazer melhor do que oferecer ao visitante sua newsletter.

Algumas boas idéias:

flavio macial popup 2

flavio maciel popup 3

flavio maciel popup 4

flavio maciel popup 5

Oferecer um desconto definitivamente é a forma mais popular, mas não é a única.

Outras idéias:

  • “Receba cupons de desconto no seu email” – promessa de “cupons de desconto” (palavrinha mágica) para um futuro indeterminado. Cumpra a promessa oferecendo cupons exclusivos para seu mailing.
  • “Receba grátis…” – grátis é outra palavrinha mágica para gerar conversões.
  • “Baixe nosso guia/comparativo/passo a passo…” – qualquer material que efetivamente seja útil para seu cliente. Além do material ser bom, a chamada deve ser eficaz em comunicar o principal benefício. Aqui, pequenos detalhes fazem toda a diferença.

Não esqueça de usar uma imagem de boa qualidade que ajude a comunicar o benefício da sua ofertas. Sorrisos e pessoas felizes são sempre boas pedidas, mas você pode tentar qualquer coisa.

Defina o critério

Para começar, sugiro criar uma única oferta somente para novos visitantes, exibida assim que ele chega no site, não importa qual página (lembre que nem todo mundo entra pela página inicial). É a maneira mais prática pro começo.

Mas nada impede de você criar diferentes ofertas para diferentes critérios.

Por exemplo: um cupom para visitantes de Facebook, outro para visitantes do Buscapé.

Ou quem sabe oferecer frete grátis apenas para quem já navegou por 3 minutos e ainda não colocou produto no carrinho?

Se a ferramenta de lightbox permitir esses critérios com facilidade, o céu é o limite.

Teste e Meça

Em dúvida entre um tipo de oferta e outra? Entre duas imagens diferentes?

Não pense demais e experimente. Se for possível testar duas versões do lightbox ao mesmo tempo (um teste a/b de verdade), ótimo. Caso contrário, teste uma versão, depois teste outra por igual período e compare os desempenhos. Simples assim.

Lembre de criar uma meta no Google Analytics para acompanhar as conversões dos seus lightboxes.

Hora de criar o lightbox

Antes de tudo, verifique se sua plataforma de loja virtual já oferece este recurso ou se possui um plugin na respectiva loja de aplicativos.

Caso negativo, recomendo a ferramenta Wisepops que venho usando em alguns clientes e que possui um ótimo custo benefício.

Funciona em qualquer site ou plataforma, basta colar um script em todas as páginas do site. Além disso, é bastante simples de usar: você mesmo cria seus popups com um editor bastante fácil de usar.

Possui integração automática com MailChimp, mas também pode se integrar com outras soluções de email marketing.

Para o caso de lojas virtuais e sites em WordPress, aí existe uma boa lista de soluções desse tipo, entre elas:

Bom, essa estratégia é apenas metade do caminho (ou nem isso). Você ainda precisa usar sua lista de emails para gerar vendas e também para construir autoridade e reputação. Mas isso já é outro assunto.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.