Acesso rápido

Novos modelos de negócio usando Bitcoin e Blockchain

por Luiggi Senna Segunda-feira, 18 de dezembro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

Você já parou para pensar na quantidade de modelos de negócios que deixaram de existir nas últimas décadas? Percebe que essas mudanças estão acontecendo cada vez mais rapidamente? Imaginou que estamos na beira de um abismo revolucionário e não sabemos o que está la embaixo nos esperando? E que muitas empresas não vão sobreviver a essa queda brusca?

Reveja meus últimos artigos sobre as mudanças na forma como nos relacionamos com o comércio (Têndencias para o E-commercee sobre o impacto do blockchain nos negócios (Blockchain: porque todos os negócios terão que recomeçar). Vou partir dos conceitos citados nesses artigos para propor modelos de negócios que acredito que vão começar a surgir rapidamente param mudarem nossas vidas (e que estamos buscando criar também em minha start-up Convem).

Bitcoin como meio de pagamento

Já existem alguns estabelecimentos que aceitam Bitcoin. Já existe até um mapa que indica quais são esses estabelecimentos. Artigo da semana passada do Marcos Mocatino ilustra bem as vantagens de se aceitar pagamentos em Bitcoin (Prepare-se: o Bitcoin está prestes a invadir o e-commerce).

Acho que somente 2 pontos de destaque já bastam para convencer a qualquer um: Segurança e Custos Reduzidos de transação. Esses são os pontos centrais para a existência do Bitcoin e para ele ter sofrido a recente valorização.

Criação de Outras Criptomoedas

A tecnologia por trás do Bitcoin, o blockchain, permite que sejam criados diversos modelos de negócio baseados em smart contracts. Cada negócio criado em blockchain possui sua própria criptomoeda ou tokens.

Quando um novo blockchain é lançado, seus tokens são vendidos para os interessados em utilizar o serviço ou produto oferecido por esse novo negócio. Pode se pensar como se fosse o lançamento de ações de uma empresa, nesse caso, de um blockchain.

Mas na verdade vai muito além disso, dado que essas novas moedas podem ser usadas para compras dentro do próprio negócio. Por exemplo, a empresa de aplicativo de caronas que está lançando sua moeda, permite que os compradores da moeda a usem para aproveitar o serviço prestado.

E qual a vantagem disso? A vantagem é que se essa moeda se valorizar, quem entrou primeiro no negócio tende a ganhar poder aquisitivo. Se todo mundo quiser usar o serviço de carona, precisará comprar as moedas de alguém.

E essas moedas aumentam de valor, quanto maior for a procura pelos serviços ou produtos oferecidos. Percebe que nesse modelo todos os participantes da rede, clientes e fornecedores passaram a ser sócios do negócio? Imagine a capacidade de mobilização dessas pessoas para fazer grandes ideias darem certo!

E o que isso tem a ver com o e-commerce?

Como venho falando, a criação de plataformas irá transformar o varejo. A criação de soluções especializadas para cada ponto da cadeia de valor irá reduzir custos e melhorar a qualidade dos serviços. Acredito que quem sair na frente e conseguir mobilizar importantes players do setor, para a criação dessas plataformas bandeira-branca, irá ter uma vantagem real frente aos competidores, agregando muito valor para seus próprios negócios.

Em um mundo digitalizado, onde as compras/vendas serão feitas usando criptomoedas, serão reduzidos os custos de transação, erro e retrabalho, haverá uma fluidez muito maior nos elos da cadeia de valor, melhorando a experiência para o cliente final.

Você poderá ver uma propaganda na televisão ou no celular e com apenas um clique ou um comando de voz, receber esse produto em minutos. Cada etapa do processo será tratado por uma plataforma especializada e os dados das transações serão compartilhados entre os participantes da rede, permitindo que sejam tratados nas demais etapas do processo.

Online-to-offline

Perceba que essa nova tecnologia e essa nova forma dos negócios atuarem e se relacionarem, fará com que, cada vez mais, as lojas físicas tendam para sua versão online. O simples fato de adotarem uma criptomoeda já os aproxima de negócios virtuais. No momento em que as vendas migram para o online, geram uma massa de dados sem igual e consequentemente uma legião de negócios dispostos a tratar esses dados e melhorar a qualidade de vida de clientes e fornecedores.

Seu perfil de consumo, disponível para fornecedores, permitirá automatização de compras recorrentes, sugestões de produtos adequadas ao que você realmente gosta e no momento certo, respeitando a sua dieta ou qualquer restrição médica.

A transparência na divulgação de informações corretas de produtos e serviços será premiada. Empresas que não divulgarem informações serão penalizadas pelo mercado, forçando dados cada vez mais transparentes. E quanto mais dados, maior a capacidade de decisão do consumidor, auxiliada por mecanismos de busca e recomendação.

Pequena nota em relação aos Contratos Futuros de Bitcoin

Uma nova era se iniciou no dia 10/dez/2017. Os contratos futuros de Bitcoin, negociados na CBOE irão aumentar a maturidade da moeda virtual. Contratos futuros podem ser negociados como instrumento de hedge para investidores que desejam investir em negócios promissores em blockchain, mas não desejam ficar no risco de oscilações do Bitcoin, talvez um forte candidato a se fortalecer como moeda referência no câmbio com as diversas outras criptomoedas.

Dúvidas? Envie um e-mail ou comente o artigo. Você poderá sugerir o tema do próximo artigo.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.