Use metas SMART para garantir o crescimento do seu e-commerce

por Raphael Alexandre Sexta-feira, 01 de outubro de 2021   Tempo de leitura: 5 minutos

Atualmente, quando falamos em boas práticas de gestão estratégica, é quase impossível não citarmos a necessidade do estabelecimento de metas e objetivos e do trabalho para alcançá-los. A ausência dessas referências impede o direcionamento dos colaboradores e da empresa como um todo, ocasionando esforços empregados de maneira não assertiva e desperdício de trabalho, tempo e outros recursos.

Mesmo parecendo semelhantes, há uma diferença entre os conceitos de “objetivos” e “metas” e, compreender os seus significados específicos é crucial para a adoção de um posicionamento competitivo nos negócios.

Os objetivos são amplos e indicam onde se quer chegar, qual é o propósito. Já as metas correspondem ao passo a passo e respectivos prazos para que se alcance determinado objetivo.

Construindo as metas

Ter clareza em relação aos objetivos é o degrau inicial para o sucesso de um empreendimento. A partir daí, é preciso estabelecer as metas que permitirão torná-los realidade.

Tal tarefa pode não ser tão simples. Para auxiliar nesse processo, a ferramenta Metas SMART possibilita uma avaliação e verificação de metas, de forma fácil e intuitiva, para o planejamento e a execução das atividades serem realizados de maneira mais eficaz.

Metas SMART

Além do fato de serem metas “inteligentes”, da tradução do inglês de smart, este termo corresponde a uma sigla, em que cada letra apresenta uma característica imprescindível para o estabelecimento de uma meta consistente.

S — Specific (específica)

Esse aspecto visa garantir a clareza e o entendimento de todos os envolvidos, inclusive anulando possibilidades de aspectos imprecisos ou ambíguos. “O que?”, “Por quê?”, “Onde?”, “Qual é?” e “Quem?” são algumas perguntas que podem nortear a definição da especificidade de uma meta.

M — Measurable (mensurável)

Ser passível de medição é uma característica importante para o estabelecimento de uma meta, pois permite a verificação do atingimento do resultado. Notoriamente, não é possível alcançar algo que não pode ser medido. Perguntar-se “Como saberei que tal meta foi atingida?” auxilia a garantir esse aspecto.

A — Attainable (atingível)

As metas também têm papel de motivadores de equipe. Por isso, é importante saber dosar entre o desafio e o possível. Afinal, metas muito fáceis podem transmitir a ideia de subestimação, enquanto metas muito difíceis podem soar inatingíveis e levar à frustração. Portanto, é necessário que sejam razoáveis. Que tal verificar com os colaboradores o que pensam sobre as metas? O histórico do desempenho do seu negócio, dos concorrentes, do segmento ou do mercado em geral pode ser uma referência do que se esperar para os próximos períodos.

R — Relevant (relevante)

Se uma meta não traz impactos positivos para os resultados de um empreendimento, é bem provável que ela não seja vista como prioridade. Portanto, a avaliação quanto à relevância passa por uma análise estratégica do momento da empresa. O mesmo vale para outros projetos simultâneos, assim como os efeitos dela sobre os principais indicadores, como faturamento, produtividade e satisfação do cliente, por exemplo. É natural que quando uma meta tenha alto índice de relevância, o nível de engajamento da equipe em alcançá-la também seja maior.

T — Time based (temporal)

Essa característica corresponde ao prazo para atingimento da meta. Ou seja, é o aspecto que trata da organização do tempo e da distribuição das atividades para que se atinja o objetivo final. Neste caso, é preciso fazer um acompanhamento ao longo do processo, para que se observe o desenvolver das metas propostas. Tudo em prol de evitar atrasos ou a correria para dar conta quando a data final se aproxima.

Um exemplo de meta SMART para e-commerce pode ser: a equipe de logística reduzirá em 20% os custos com frete no período de 2 meses para aumentar a produtividade da empresa. O procedimento adotado será a alteração da empresa prestadora dos serviços de logística.

Sucesso no e-commerce

Com o ponto onde se quer chegar e o passo a passo para que aconteça delineado a partir da ferramenta metas SMART, é importante adotar algumas práticas para garantir o crescimento do seu e-commerce.

Delegar funções é uma delas. Para tal, elenque as responsabilidades e expectativas de forma clara, conscientizando que o resultado depende da dedicação de todos. Essa é uma maneira de manter o empenho e engajamento da equipe.

Empresas de logística inteligente oferecem ferramentas que facilitam a análise de metas — como um relatório de performance de entregas, por exemplo.

Por fim, não guarde os resultados para você: faça questão de compartilhá-los com os envolvidos e demais interessados. Valorize o trabalho e dedicação dos colaboradores. E, se por acaso alguma meta não seja alcançada, promova momentos de avaliação e análise, indicando pontos de atenção e aspectos a serem melhorados.

Planejamento, dedicação e cooperação são as palavras-chave para cumprir as metas e atingir seus objetivos!

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER