Acesso rápido

Livrarias brasileiras: o mercado editorial não está morto

por Meiriane Jacobsen Sexta-feira, 18 de janeiro de 2019   Tempo de leitura: 4 minutos

O ano de 2018 foi marcado por transformações em alguns mercados. Dentre eles, destaque ao de livrarias, onde o cenário não foi muito positivo para algumas empresas. Saraiva e Cultura, por exemplo, se encontram seriamente endividadas e, inclusive, pediram recuperação judicial. Isso, claro, gerou um burburinho no mercado e discussões sobre os motivos dessa crise sofrida pelas maiores redes de livrarias do país. Ainda assim, segundo a Exame, o consumo de livros cresceu 3,65% na comparação de 2018 com 2017. Mas será que conseguimos observar na audiência dessas e de outras livrarias menores algo que nos diga como está este mercado livreiro, em relação à sua demanda online?

Utilizando dados SimilarWeb para analisar a variação de tráfego dos sites de 2017 para 2018, vemos que tanto as visitas de saraiva.com.br quanto as de livrariacultura.com.br caíram.


Já os sites da Amazon, tanto a versão “.com” (que continua sendo bastante acessada pelo público brasileiro) quanto a “.com.br”, tiveram crescimento de audiência de 2017 para 2018. No entanto, é necessário lembrar que o crescimento da amazon.com.br, por exemplo, pode ter sido influenciado pela sua expansão no Brasil e o lançamento do marketplace para eletrônicos no último ano.


Outros players menores e mais focados em livros também apresentaram crescimento de visitas de 2017 para 2018, mostrando que mercado editorial brasileiro não está morto. O destaque no quesito de maior percentual de crescimento vai para livrariadafamilaicrista.com.br (+94,82%) e martinsfontespaulista.com.br (+62,12%). Abaixo, os players ordenados pelo seu volume de visitas:

Ainda na comparação anual dos players, algumas redes de livrarias, assim como Saraiva e Cultura, também tiveram queda em sua audiência online:

Enquanto isso, o site lelivros.love (portal para leitura sem fins lucrativos, com download de livros que visa democratizar o acesso à leitura gratuita) apresentou uma audiência no mercado brasileiro de 85.06M de visitas no último ano. A partir de um valor tão expressivo, não há dúvida de que ainda há bastante interesse por leitura no Brasil.

A opção pelo download de e-books e leitura online é uma estratégia interessante. A Amazon, no último ano, criou o Kindle Unlimited, assinatura mensal que dá acesso a e-books ilimitados. É um bom exemplo de utilização de novas tecnologias unidas à “nova onda” de assinatura de produtos digitais.

Quem está se movendo não está perdendo… Alguns players que podem ser conhecidos no mercado livreiro como exemplos de inovação são taglivros.com e clubeleitura.com.br. Ambos possuem a estratégia de clube com assinatura mensal de kits selecionados por uma curadoria. O clubedaleitura.com.br, site ainda recente e um subproduto da livraria leitura.com, começou a receber tráfego em abril de 2018 e durante o ano todo teve cerca de 172 mil visitas. Já o taglivros.com, player mais antigo, se destaca pelo crescimento obtido de 2017 para 2018:


Um exemplo de aproveitamento de nicho e de demanda é a Livraria da Família Cristã. Com foco religioso, foi o player que mais cresceu percentualmente dentre os sites analisados (+94,82%). Sua audiência começou a se destacar de junho para junho de 2018. Chegou ao ápice em dezembro de 2018, com 140% mais visitas que dezembro do ano anterior. A Livraria da Família Cristã aproveitou o segundo semestre de 2018 para aumentar o seu investimento em mídia. Garantiu 75% mais visitas de Paid Search e 85% mais visitas de Display Ads que no ano anterior.

Em resumo, para não afundar de vez, as empresas que se encontram em queda de audiência precisam se reinventar. Vale aproveitar nichos, usar novas tecnologias e não esquecer de estar sempre de olho nos concorrentes e no que está acontecendo no mundo digital.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.