Maturidade de e-commerce: O SEO como eixo central do marketing

por Lucas Maranho Quinta-feira, 22 de outubro de 2020   Tempo de leitura: 11 minutos

Para muitos, a função do SEO para e-commerce envolve meramente fazer backlinks e trabalhar algumas palavras-chave. A verdade é que, neste contexto, o paradoxo socrático cai muito bem — “só sei que nada sei” está longe de ser uma falsa modéstia. É uma forma de mostrar-se aberto a conhecer quais são os principais canais de tráfego para seu site e, principalmente, é um sinal de maturidade.

Neste artigo, eu, Lucas Maranho, proponho um desafio aos proprietários de e-commerce interessados em identificar quais são os canais mais relevantes para sua loja virtual e por quê. Você saberia responder à essa pergunta? Entende qual o melhor canal a se investir?

Pode ser que, ao longo deste texto, você mude sua opinião e repense suas estratégias para aumentar o tráfego e, principalmente, as conversões do seu site!

O dilema do e-commerce: qual o principal canal de tráfego?

Imagine que, dentre os canais de tráfego — orgânico, pago, social, direct e referal — você tivesse de escolher apenas um para investir em sua loja virtual. Difícil suposição, não é? A dica para chegar à uma conclusão inteligente à tal dilema é avaliar suas reais necessidades e objetivos.

Por exemplo: se você é iniciante e precisa de resultados rápidos para justificar orçamentos e sustentar os gastos, fazer Ads pode ser o principal caminho neste primeiro momento. Entretanto, se seu e-commerce já possui certa maturidade e consegue amparar estratégias de médio e longo prazo, o SEO é, de longe, o principal investimento a se fazer. Ainda mais se o objetivo for conquistar crescimento contínuo.

A boa notícia é que não há necessidade de se colocar contra a parede dessa forma. Afinal, todos os recursos desenvolvidos para gerar tráfego são válidos, e você não só pode como deve utilizá-los em conjunto para traçar suas estratégias de marketing. Mas, para conquistar resultados perenes e progressivos, é fundamental entender que o SEO funciona como o eixo central e impacta positivamente em todos os demais canais, direta ou indiretamente.

SEO: a espinha dorsal da estratégia de marketing

Entender como o Google funciona talvez seja o ponto-chave para traçarmos estratégias assertivas para gerar tráfego. De modo geral, o buscador tem como objetivo entregar o melhor resultado possível ao seu usuário. Isso implica em considerar a intenção de busca e, principalmente, a sua experiência durante a navegação.

Considerando todos os canais de tráfego (com exceção do direct, em que o usuário busca pontualmente pelo domínio), qual deles exige que o site seja muito bom em diversos aspectos, sobretudo ao usuário? É claro que estamos falando do canal orgânico! E nesse caso, o SEO — traduzido do inglês como “Otimização dos Mecanismos de Busca” — não poderia ficar de fora.

O nome em si já carrega em cerne sua definição. O SEO é um conjunto de otimizações direcionadas ao seu site para ele ter um bom posicionamento nos motores de busca. Isso significa que as estratégias de SEO são pautadas em melhorias e têm como objetivo impulsionar o seu rankeamento para palavras-chave específicas nas páginas de resultados dos buscadores.

Nesse sentido, conclui-se que trabalhar SEO em sua loja virtual é atuar em uma série de aprimoramentos para o Google entender que sua loja é relevante ao seu usuário, tanto a nível técnico quanto de conteúdo.

Como o eixo central das estratégias de marketing, ele é o único que exige como requisito básico que o site seja amplamente otimizado ao usuário. Questões como navegabilidade, velocidade, botão de compra, conteúdo original e de qualidade, por exemplo, são critérios determinantes que influenciam diretamente nos outros canais. Esta é a razão de o considerarmos como a espinha dorsal de todos os canais de tráfego.

Como o SEO impacta nos outros canais de tráfego

Afirmar que a otimização dos motores de busca está no centro de tudo pode parecer exagero. Mas não é, e vamos te explicar o por quê. O início do entendimento pode estar na simples questão: o que é fazer SEO, afinal de contas?

Como dissemos anteriormente, as práticas de SEO implicam em diversas otimizações — as quais se fundamentam em on page, off page e UX (experiência do usuário). Afinal, assim como você busca oferecer o melhor produto e/ou serviço ao seu cliente para se destacar no mercado, a Google procura sempre oferecer os melhores resultados a quem usufrui de seus recursos.

De modo geral, o SEO impacta em outros canais de tráfego em aspectos como:

Intenção de busca

Um dos principais reflexos da otimização é, certamente, a boa resposta à intenção de busca. Ao pesquisar por uma determinada keyword, seu usuário tem a intenção de efetuar uma compra, encontrar uma informação ou acessar o banco de imagens? Seja o que for, o SEO está aí para ajudar o Google a entregar ao usuário exatamente o que ele deseja encontrar, oferecendo resultados mais assertivos e, consequentemente, aumentando a taxa de conversão.

Para isso, as melhores ações envolvem planejamento e criação de conteúdos que explorem bem a palavra-chave em foco e o campo semântico com base na intenção da busca. Nesse caso, com o objetivo de fortalecer o LSI – Latent Semantic Indexing e entregar ao navegante o que ele quer encontrar.

Otimização da velocidade de carregamento

Oferecer um site ágil, com respostas rápidas de cliques e carregamentos é um fator diferencial em qualquer site ou blog. A otimização de imagens ou do código-fonte são exemplos de boas práticas que fazem com que o carregamento fique mais ágil e fluido para o usuário.

Pode parecer trivial, mas uma boa performance de carregamento oferece impacto direto aos resultados de seu e-commerce. Com a correria do dia a dia, o tempo é fator decisivo aos usuários. Por isso, em um site veloz, as chances de uma compra ser finalizada são muito maiores.

Comportamento

Todas as otimizações em SEO interferem diretamente no comportamento do usuário dentro do seu site. Desse modo, valores referentes à taxa de rejeição, taxa de conversão e tempo de permanência são determinados especialmente pela maneira como você trabalha o SEO em seu domínio.

A partir desses exemplos é possível notar a grande influência que as técnicas de otimização (visando os motores de busca) têm sobre os canais de tráfego. Entretanto, compreender isso é uma questão de notoriedade.

Por que SEO é um sinal de maturidade?

Todo investimento exige maturidade por parte do aplicador, e com o SEO não é diferente. Investir no tráfego orgânico como estratégia de marketing, diferente de aplicar recursos para outros canais, é planejar resultados holísticos, perenes e progressivos. E para ter plena compreensão de sua importância, exige-se um grau de experiência elevado de um gestor de e-commerce.

Por outro lado, apostar no tráfego pago, como Google Ads e até mesmo e-mail marketing, é idealizar resultados efêmeros — visíveis, mas passageiros. É possível reconhecer a natureza volátil desse tipo de estratégia tomando o Ads como modelo. Afinal, trata-se de um recurso que exige investimento contínuo, cuja lógica é: parou de pagar, parou de ter tráfego. Para saber mais sobre assunto, confira o webinar “Tráfego pago ou tráfego orgânico: qual é o melhor?”.

Com as redes sociais é a mesma história: para ter retorno, é necessário trabalhar assiduamente o community manager, fazer publicações, dedicar-se incansavelmente a ter engajamento. Isso exige esforço contínuo e pode ser desgastante.

Moral da história: todos os recursos citados geram resultados tentadores e muitas vezes necessários, justamente pelo imediatismo. No entanto, se seu objetivo for conquistar um crescimento exponencial e saudável, é crucial passar por uma mudança de mindset! Esse é o momento de começar a pensar como um líder e estabelecer o SEO no topo das estratégias do seu e-commerce!

Lembre-se: o maior nível de maturidade de um gestor de e-commerce é investir no SEO.

E aí, consegui ampliar sua visão sobre o eixo central das estratégias de marketing? Espero que este artigo tenha trazido reflexões pertinentes ao crescimento de seu e-commerce. Até a próxima!

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

1 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.