Projeto mantido por:

Indicadores no marketplace: quais você deve acompanhar

por Jefferson Costa Quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Pensando nas possíveis dificuldades dos sellers com relação às definições de indicadores, separamos aqui alguns que podem ser aplicados a diferentes perfis de negócios presentes no marketplace.

A ideia é usá-los como referência, mas se forem necessários outros indicadores para o seu perfil de empresa, é sempre importante definir quais são essenciais e, principalmente, como podem ser obtidos.

Performance de entrega: no próprio portal do marketplace, será possível acompanhar o percentual de produtos entregues fora do SLA aceitável pelo canal. Verifique esse número e evite tornar a entrega um gargalo em seu negócio, pois além de prejudicar a relação com o consumidor – que pode deixar de comprar com você – ainda existem chances de você perder espaço na buy box por conta da ineficiência da entrega.

Reclamações e chamadas no SAC: outro indicador importante é a quantidade de reclamações recebidas. Mais uma vez, esse dado também pode ser acessado pelo portal do marketplace. Os problemas devem ser solucionados o quanto antes para não prejudicar a avaliação dos clientes sobre os serviços oferecidos pelo seller.

Avaliações e nota mínima: quando o cliente recebe o produto, ele é convidado a fazer uma avaliação sobre os serviços prestados pelo seller. Aqui, o consumidor vai avaliar vários itens, como o cumprimento do prazo e qualidade da entrega, além da forma como o produto foi entregue. A nota gerada por essa avaliação irá impactar diretamente o posicionamento do lojista para a seller box e buy box. Alguns marketplaces costumam ter uma nota de corte para classificar o produto do seller entre as principais ofertas no canal. Vale verificar como a plataforma funciona e acompanhar esse importante indicador.

Porcentagem de produtos que são buy box: dentro do seu atual portfólio oferecido no marketplace, você sabe identificar qual o percentual deles são buy box? Como acompanhar isso? Todos os dias, uma vez por semana ou mensalmente? Esse indicador vai mostrar como algumas decisões tomadas em suas estratégias de venda impactam – positivamente ou negativamente – suas vendas.

Precificação do produto: o preço é muito importante para a conversão e também a presença do seller na buy box. Além de considerar indicadores internos como: custo, margem e faturamento, é importante analisar os preços de outros sellers que vendem o mesmo produto. Como analisar:

  • Otimize a margem: verifique apenas ofertas que você está “acompanhado” por outro lojista e calcule uma diferença do seu preço versus o segundo colocado. Para os itens em relação aos quais sua oferta está mais barata com uma diferença acima de 10%, reposicione o preço para cima e ganhe margem;
  • Fique mais competitivo que o seller principal: analise ofertas de seus produtos que não tenham o menor preço e nem estejam na buy box. De acordo com sua margem, altere os preços para seus produtos ficarem mais competitivos e otimize a porcentagem das suas ofertas nesse espaço.

Oscilação da posição de seus principais produtos no marketplace: um bom número de sellers tem um ou mais produtos “carro chefes”, ou seja, itens com mais pedidos. Vale muito para o seller acompanhá-los e entender a oscilação entre as primeiras posições e, principalmente, como isso interfere nas vendas. Por exemplo, se a segunda posição gera o mesmo número de vendas da primeira, mesmo com valor mais alto, vale a pena ser primeiro colocado nas ofertas em destaque (buy box e seller box)? Esse tipo de análise permite um controle maior da operação.

Itens ou categorias mais vendidas: o comparativo semanal entre os itens mais vendidos é fundamental para entender o comportamento de seus produtos e quando você deve ou não desenvolver estratégias diferenciadas para cada item ou categoria.

Vendas por marketplace: para sellers presentes em mais de um marketplace, é fundamental entender o comportamento em cada canal e, mais do que isso, entender categorias e itens que melhor se adaptam ao canal X e ao Y. Esse tipo de análise pode ser realizada por meio de integradores de marketplace, por exemplo.

Os indicadores serão fundamentais para entender como está seu desempenho nos marketplaces e quais projetos podem ser redesenhados para melhorar ainda mais os resultados.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER