O marketplace é uma boa opção para o seu negócio?

por Jessica Souza Segunda-feira, 19 de abril de 2021   Tempo de leitura: 10 minutos

Em 2020, o e-commerce assistiu um dos maiores saltos da história do mercado. Vários foram os motivos para esse crescimento, mas entre os principais estão a migração de lojas físicas para o virtual e a aderência de muitos consumidores às compras pela internet. O marketplace também foi um dos propulsores de crescimento do setor, representando cerca de 78% de seu faturamento.

Somente no primeiro semestre do ano passado, as lojas que atuam no marketplace tiveram um aumento de 56% nas vendas, se comparado ao mesmo período de 2019, com mais de R$30 bilhões de faturamento.

Diante de números tão expressivos, é comum que o empreendedor se pergunte se é o momento certo para a sua loja aderir ao próprio marketplace ou aos oferecidos pelos grandes e-commerces, por isso listamos abaixo as vantagens e desvantagens desse modelo de venda para ajudar nessa decisão importante.

Leia também: É possível vender no e-commerce sem ter estoque?

Vender em Marketplaces

Operar como varejista no site de terceiros, é sem dúvidas o modelo mais difundido e prático para quem está pensando em adentrar no mundo dos marketplaces. As opções são diversas, e vão desde gigantes varejistas como Amazon, Magalu e Mercado Livre, a shoppings virtuais de nicho como Enjoei, Elo7 e iFood.

Vantagens do marketplace

Baixo custo

Entre as principais vantagens do marketplace, o baixo investimento é um fator muito interessante, principalmente para pequenos negócios. Dessa forma, o lojista consegue aproveitar a estrutura da loja parceira que servirá como uma vitrine para os seus produtos, proporcionando economia com tecnologia, marketing e mídia.

Além disso, o processo de integração entre as lojas geralmente é facilitado através de uma plataforma integradora ou até mesmo com a própria plataforma que a empresa já utiliza em sua loja virtual.

Alcance de clientes e aumento de vendas

Ao integrar a sua loja a um grande e-commerce é possível aproveitar todo o fluxo de visitação desse parceiro, ampliando assim a visibilidade da sua marca e reduzindo também os custos de investimento para atração de potenciais novos consumidores para os seus produtos. Com um maior número de pessoas acessando o seu catálogo, é possível aumentar expressivamente o faturamento de sua loja.

Fidelização do cliente

A credibilidade e experiência de compra, geralmente potencializadas ao se contar com a estrutura de um e-commerce mais consolidado no mercado, é um fator decisivo para que o cliente compre mais vezes os seus produtos. Mas também esteja atento à qualidade do produto oferecido, entrega e ao pós-venda.

Desvantagens

Falta de autonomia

Uma das coisas que costuma incomodar alguns lojistas é o fato de que o layout da loja de marketplace já é fechado e não permite fazer qualquer tipo de alteração. Além disso, todo problema que eventualmente ocorrer no site do parceiro, como instabilidades sistêmicas, podem refletir no resultado das suas vendas, sem que o lojista possa realizar qualquer ação direta sobre isso.

Taxas e Comissão de Vendas

Apesar do baixo investimento inicial, todas as vendas realizadas através do marketplace estão sujeitas a cobranças de uma porcentagem, que pode ser fixa ou variar de acordo o negócio. Isso pode afetar diretamente a sua margem de lucro.

Enfraquecimento da sua marca

Quando o cliente compra o seu produto através de martketplace, muitas vezes ele não desvincula a sua marca da marca do parceiro, ou seja, qualquer problema que o consumidor tiver com a plataforma pode acabar refletindo negativamente no seu negócio também.

Criar Marketplace Próprio

Outra opção vantajosa, principalmente quando se fala em empresas de nicho, é criar a própria operação de marketplace. Além de atrair bons parceiros de negócio e aumentar o faturamento da sua empresa, é possível também driblar a alta concorrência dos grandes varejistas.

Vantagens 

Alto Potencial de Faturamento

Começar uma operação de marketplace próprio pode proporcionar um alto faturamento, principalmente para quem já tem uma boa experiência no mercado. Sem investir em estoque, é possível diversificar o seu portfólio de produtos ou serviços, atraindo ainda mais consumidores para o seu negócio e faturando em cima das vendas dos lojistas.

Maior Autonomia

Aqui você dita as regras, por isso, essa opção é perfeita para empresas que têm perfil de gestão, estão antenadas com as tendências tecnológicas, possuem bons relacionamentos com o mercado e parceiros de negócios. Toda a estrutura da plataforma de marketplace será sua, logo, os sellers terão que se adequar ao seu modelo de vendas.

Escalabilidade

O potencial de crescimento é grande, mesmo para empresas de nicho ou serviços. Tudo vai depender da atração de novos vendedores e consumidores para a sua plataforma, mas a lógica aqui é: quanto maior o seu portfólio, mais as suas chances de ampliar o seu negócio.

Desvantagens

Custos

Mesmo sendo um negócio de baixa complexidade, iniciar uma operação de marketplace vai requerer investimentos significativos, tanto na questão da plataforma, aumento na operação para prospect de seller e também em mídia para garantir um tráfego qualificado para o seu site.

Qualidade dos Produtos

Esse é um ponto de atenção e desafio para todas as empresas que desejam desenvolver o próprio marketplace. Não basta apenas ter um portfólio diversificado, é preciso estar atento à qualidade dos produtos e serviços oferecidos em sua plataforma, fator preponderante para manter e aumentar a credibilidade da sua marca.

Considerações finais

Com todas as informações reunidas nesse artigo, é possível concluir que aderir ao marketplace pode ser sim muito vantajoso para o seu negócio, independente do nicho ou serviço que a sua empresa atua.

No caso de marketplace de terceiros, algumas precauções podem evitar dores de cabeça futuras. Por exemplo, antes de fechar contrato, avalie se o público daquele marketplace é o que você realmente deseja atrair para o seu negócio. Tenha uma presença forte nas redes sociais e dialogue da melhor maneira com a sua audiência tanto no pré, quanto no pós-venda..

Já para quem opta por criar o marketplace próprio é preciso levar em consideração a sua experiência no nicho que deseja apostar, ter um perfil inovador e de liderança, e também saber selecionar os melhores parceiros de negócios para garantir um catálogo de qualidade e a melhor experiência de compra para os seus consumidores.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

1 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.