9 ações de marketing para vender bem na Black Friday de 2021

por Gustavo Perina Quinta-feira, 24 de junho de 2021   Tempo de leitura: 8 minutos

Uma das datas mais importantes para o varejo nacional é a Black Friday. O evento, que neste ano acontece no dia 26 de novembro, tem crescido cada vez mais e é uma grande oportunidade para vender.

Há alguns anos, a última sexta-feira do mês de novembro é marcada por ofertas e promoções, gerando um faturamento que cresce a cada ano, chegando na casa dos bilhões. Em função da pandemia, das medidas de restrição e do isolamento social, a Black Friday 2020 foi a mais digital da história.

Escrita Black Friday
Já é hora de começar trabalhar o marketing para a Black Friday 2021, que tem tudo para ser promissora.

As vendas online alcançaram marcas históricas e o setor de e-commerce cresceu de maneira exponencial. Somente na sexta-feira, dia 27 de novembro de 2020, o faturamento alcançou a marca de R$ 3,1 bilhões, o que significa um crescimento de mais de 24,8% em relação a 2019. Além disso, foram registrados mais de 4,6 milhões de pedidos, resultando em uma alta de 15,7% na comparação com o ano anterior.

Apesar de muitos lojistas terem deixado a adaptação ao cenário das vendas online para a última hora, o resultado bateu recordes. Neste sentido, tendo chegado na metade do ano, já é hora dos varejistas começarem a se preparar para a Black Friday 2021, que tem tudo para ser muito semelhante ao ano passado, com a predominância do comércio eletrônico.

Por isso, hoje apresento uma série de ações de marketing para ajudar o seu negócio a vender mais na Black Friday. Confira a seguir:

1 – Planejamento estratégico

O planejamento é o coração e a alma de qualquer estratégia. Na hora de criar promoções e ofertas é preciso fazer uma análise criteriosa da situação e das condições do seu e-commerce.

O desconto não pode sair simplesmente da cabeça do lojista, mas precisa ser definido a partir de cálculos e de uma estratégia planejada. Você precisa definir que tipo de desconto vai dar, quais produtos do seu mix entrarão na promoção e quais ficarão de fora.

Algumas questões importantes que você deve se perguntar:

  • Você pode oferecer alguma condição vantajosa em relação ao frete?
  • Quanto você precisa vender para compensar o desconto oferecido?
  • Vale a pena oferecer uma grande margem de desconto em um produto que você vende bem normalmente?
  • Você tem estoque suficiente do produto para atender a essa demanda?

Além disso, é importante estar atento ao atendimento. Afinal, de acordo com o Google, 78% das pessoas voltam a comprar na sua loja virtual após uma boa experiência na Black Friday.

2 – Criar um plano de contingência para seu frete e estoque

Uma das maiores fontes de problemas e dores de cabeça para o lojista na Black Friday é o estoque e a logística. Para superar esses desafios, você deve ter um plano de contingência e isso inclui avisar os fornecedores e distribuidores a respeito de suas ações e da alta demanda que vai surgir.

Dessa forma, você evita problemas como: vender tudo no primeiro dia, ficar com estoque parado, atrasar os envios e entregas, etc.

Seu e-commerce precisa estar preparado para atender os clientes e para cumprir os prazos prometidos.

3 – Fique de olho na concorrência

Para avaliar previamente se você fez um bom planejamento, fique de olho na concorrência. Inscreva-se nas listas de e-mails, siga-os nas redes sociais e acompanhe as ações planejadas por eles.

Essa é uma boa estratégia para que o seu e-commerce não fique para trás ou seja engolido pela concorrência.

4 – Planeje suas campanhas

Desejo e escassez são os principais gatilhos que você precisa despertar na mente do consumidor durante a Black Friday. Para isso, faça um bom planejamento das suas campanhas, estudando seu nicho, conhecendo seu público e dispondo de um orçamento para anúncios de marketing.

Lembre-se de usar as técnicas de copywriting nos seus anúncios e nas descrições dos produtos. Crie um suspense nas redes sociais, despertando interesse e curiosidade sobre as ações que acontecerão durante a Black Friday no seu e-commerce. Mostre algumas prévias das promoções e deixe claro que as ofertas são por tempo limitado.

5 – Faça e-mail marketing

Durante a Black Friday a maior taxa de conversões acontece através de e-mail marketing. Portanto, esta é uma ferramenta de vendas que não deve ser negligenciada nem deixada de lado.

Você pode utilizar essa estratégia para enviar ofertas personalizadas para os seus clientes. Veja algumas ideias para os seus e-mails a seguir:

  • Detalhes do início da promoção;
  • Lembretes com gatilhos de escassez e urgência;
  • Ofertas exclusivas para quem cadastrou seu e-mail na lista;
  • Spoiler de produtos que entrarão em promoção.

6 – Use o remarketing para carrinhos abandonados

Na Black Friday, a quantidade de carrinhos abandonados cresce na mesma medida (ou ainda mais) das vendas. Uma estratégia para diminuir esse número é usar o remarketing. Dessa forma, você pode criar um e-mail oferecendo um desconto exclusivo ou lançando mão de um gatilho de escassez para trazer este consumidor de volta e motivá-lo a finalizar a compra.

7 – Faça brindes e recompensas para clientes fiéis

Além do grande volume de vendas, a Black Friday também é uma excelente oportunidade de construir relacionamento com os seus clientes. Por isso, ofereça recompensas para os consumidores fiéis. Você pode oferecer um desconto exclusivo ou o acesso antecipado a uma promoção.

8 – Se preocupe com a versão mobile

Um site responsivo não é mais um diferencial nos dias de hoje. As pessoas estão fazendo compras e acessando a internet cada vez mais através do celular, portanto, a página do seu e-commerce precisa estar otimizada para dispositivos móveis.

Segundo um estudo da Ebit|Nielsen, em 2020 houve um aumento de 81% das compras pelo celular e esse número continua crescendo.

9 – Tenha um atendimento ao cliente proativo

Com o aumento das demandas a qualidade do atendimento não pode cair. Por isso, é importante investir em um atendimento qualificado, humanizado, pró ativo e capaz de resolver qualquer problema com agilidade e atenção.

Um cliente bem atendido é um cliente fidelizado, portanto, não hesite em investir em um atendimento prestativo e resolutivo na Black Friday.

Dica extra: se prepare para o pós-Black Friday

Após a loucura da Black Friday, ainda não é hora de descansar. Afinal, tradicionalmente, na segunda pós-Black Friday acontece a Cyber Monday. Esta é uma data que ainda não é tão popular no Brasil, mas tem crescido nos últimos anos e é especialmente interessante para quem trabalha com produtos voltados ao mercado de tecnologia, eletrônicos e informática. Se este é o seu nicho, vale a pena criar ações para esta data também.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER