Acesso rápido

Saiba como garantir uma logística eficiente em sua loja virtual

por Galleger Ilhe Quarta-feira, 26 de dezembro de 2018   Tempo de leitura: 8 minutos

Assim que o cliente clica no botão de finalizar compra, ele já começa a alimentar uma certa expectativa para receber o pedido. É muito provável que a partir desse momento ele comece a consultar o rastreamento da entrega e se perguntar “quando o produto irá chegar?”. Na hora que a entrega chega, é aquele momento de felicidade.

Abrir a caixa, desembrulhar os plásticos e encontrar o tão esperado pedido é uma experiência sempre muito apreciada por quem compra em uma loja virtual. Mas, toda essa magia pode ir por água abaixo quando o lojista não se preocupa em oferecer uma logística eficiente e que encante o cliente do começo ao fim.

Pensando nisso, preparamos dicas preciosas para você garantir que seu e-commerce irá proporcionar uma boa experiência ao consumidor que apostou na sua loja e está ansioso para colocar as mãos na desejada compra.

Planejamento e organização de estoque

Essas são palavras-chave para conquistar o sucesso na logística do seu e-commerce. Lembre-se que o cliente irá entrar na sua loja para comprar um produto e a venda só será viável se ele encontrar o item no estoque. Por isso, manter o produto disponível é primordial para efetivar a venda. Apesar de parecer óbvio, ainda é bem comum o cliente se deparar com um produto indisponível. Frustrado, ele pode até desistir de voltar a visitar o seu site em outra oportunidade.

Para assegurar que o cliente não sairá insatisfeito da sua loja antes mesmo de comprar algo, invista em uma gestão de estoque eficiente e em um planejamento de vendas que fará a diferença na logística do seu negócio.

Algumas ações podem garantir um planejamento eficaz e mais organização na logística. Confira:

1 – Controle a entrada e saída do seu estoque

Essa é uma prática fundamental para garantir sucesso na sua logística. No entanto, muitos lojistas deixam de dar a devida importância a esse mapeamento. Deve-se manter um rigoroso controle de estoque e ter ao alcance das mãos Algumas informações. A exemplo de: qual produto tem maior saída? Qual o tempo de reposição necessário para cada produto? Qual item é mais vendido em determinada época?

Essas informações irão respaldar suas ações e te ajudar a se antecipar ao comportamento do consumidor, minimizando as chances de decepcioná-lo com o aviso de “produto indisponível”.

2 – Atente-se para datas comemorativas

O Natal e a Black Friday são datas muito importantes para o e-commerce. Contudo, sem se preparar para esses dias, fica impossível conquistar bons resultados. Por isso, sempre no início de um ano comece a pensar nas ações que irão movimentar sua loja no decorrer dele. Mas, atenção. Os Correios e transportadoras acabam precisando de um pouco mais de tempo que o normal por conta do grande volume de vendas no mercado de e-commerce brasileiro.

Dessa forma, ficará mais fácil se planejar e garantir que a preparação para a data irá começar bem antes. Visto que o ideal é que você trabalhe com pelo menos dois meses de antecedência. Com mais tempo para executar tudo, você assegura que o estoque disponível será suficiente para atender seus clientes nas datas mais importantes do ano.

3 – Queime seu estoque sem medo

Estoque é dinheiro e deixá-lo parado não é a melhor opção. Se o produto está há um bom tempo armazenado e não sai, é hora de promover uma queima e livrar-se dele logo. A probabilidade de um item desses se valorizar com o tempo é muito pequena. O que geralmente acontece é contrário, ficando cada vez mais difícil vendê-lo.

Assim como falamos no último tópico, existem diversas datas comemorativas durante o ano. Por que não aproveitar uma delas para atrair consumidores para os produtos encalhados? Ter um estoque enxuto diminuirá seus gastos e facilitará a organização para as vendas de novos produtos. Apenas tenha cuidado ao atribuir o preço de custo no item para vendê-lo rápido. Pense que você ainda terá que embalar e entregar, e tudo isso gerará um custo adicional.

Transporte do produto

A não ser que você ofereça apenas o serviço de retirada na loja, o caminho que o produto faz até a casa do cliente costuma ser feito pelos Correios ou por uma transportadora com a qual você tenha contrato. Apesar de não estar diretamente nas suas mãos, esse trabalho é de total responsabilidade da loja. Por isso, é imprescindível ter cuidado para escolher a empresa que irá transportar suas vendas e garantir o conforto e conveniência para o consumidor.

No caso dos Correios, algumas vantagens são o alcance em todo o território nacional e a integração de cálculo de frente com a loja, que irá permitir descobrir o frete em tempo real. Além disso, você pode fazer um contrato de parceria com a empresa, assim, ganhará descontos nas entregas. Por outro lado, sua loja pode ficar refém de uma possível greve, como já ocorreu em algumas ocasiões anteriores.

Já as transportadoras não correm o risco de greve e não exigem limitação de peso nos produtos. Mas mantém uma área de entrega limitada e cobram mais caro que as entregas dos Correios. Avalie o que é mais vantajoso para o seu tipo de negócio. Se optar pelas transportadoras, pesquise as empresas que se comprometem com um serviço eficaz. Pode ser que o seu e-commerce precise de um sistema logístico que trabalhe com os dois modelos. Integrar tudo isso é fundamental para o sucesso da sua loja. Lembre-se que essa parceria é fundamental para a imagem do seu e-commerce e para a satisfação dos seus clientes.

Logística reversa

Ter uma logística eficiente em sua loja virtual também tem a ver com proporcionar uma boa experiência ao cliente em uma possível devolução do produto. Essa possibilidade é bem frequente em lojas de roupas, calçados e outros itens pessoais que comumente exigem a troca.

Entre as ações para uma logística reversa que não causa dor de cabeça, está a disponibilidade ao cliente de uma “política para devolução de produtos”. Ele deve saber que possui o direito de trocar a compra e entender claramente como funciona o processo.

Vale também disponibilizar ao cliente um contato fácil para esse tipo de necessidade, como um telefone ou um chat on-line. Acompanhar o consumidor até o fim do processo, oferecendo-o transparência e comodidade dará mais confiança a ele, o que pode ser crucial para que ele volte a comprar na sua loja.

Para a loja virtual, é interessante coletar as informações relacionadas à devolução, compreender os motivos e verificar os produtos que mais causam desistência. Gerenciar essas informações no momento da devolução irá evitar a propagação dessa atitude e te ajudará a entender melhor o comportamento do seu cliente.

E você? Como está a sua loja virtual e o seu e-commerce?

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.