Como o “last mile delivery” pode melhorar a UX do e-commerce?

por Tiago de Sousa Quinta-feira, 07 de março de 2019   Tempo de leitura: 5 minutos

Last mile delivery! Traduzido livremente para o português, significa “última milha da entrega”. Quando aplicado aos processos logísticos, o termo remete a uma das mais importantes fases da operação: o momento em que a mercadoria deixa o centro de distribuição e chega ao cliente final, após todos os trâmites internos.

No e-commerce, a prática desponta como um diferencial interessante. De forma a aprimorar a experiência do usuário (UX), o last mile delivery dispõe de uma série de estratégias e táticas para alavancar a satisfação do cliente e, assim, maximizar os lucros corporativos.

Se você procura mais informações sobre o tema, não deixe de ler até o final! Você vai entender um pouco mais sobre o impacto do last mile delivery e conhecer as formas mais eficientes de otimizar o processo da última milha na entrega.

Preparado? Vamos em frente e boa leitura!

O impacto do last mile delivery na UX do e-commerce

Diferentemente das lojas físicas, quando a distribuição dos produtos geralmente precede a compra — e o cliente já sai da loja na posse do item —, o e-commerce pressupõe uma operação extensa e complexa para viabilizar a entrega.

O last mile delivery, como a própria expressão sugere, descreve a última etapa do transporte da mercadoria. Momento em que todas as operações internas já foram concluídas e o produto está pronto para deixar o centro de distribuição, rumo à residência do consumidor.

O impacto da prática no e-commerce é bastante significativo. Para o lojista, é uma excelente oportunidade de evidenciar a qualidade do serviço e de valorizar o compromisso da empresa com os prazos acordados. Sem descuidar, é claro, da integridade da mercadoria ao longo do escoamento.

Para o usuário, o last mile delivery é um diferencial extremamente valioso. Por seu caráter decisivo na experiência de compra, é muito provável que uma boa impressão promova a fidelização do cliente e estimule a recompra.

Critérios importantes, como tempo de entrega e condições da encomenda (ao chegar à residência do consumidor), são otimizados com a implantação de um processo de last mile delivery.

Dessa forma, é fundamental assegurar que a fase final de escoamento, justamente a última milha, seja eficiente e encante o cliente. Para evitar transtornos sérios — tais como produtos danificados ou demora na entrega, passíveis de comprometer a satisfação do consumidor —, é essencial contar com transportes rápidos e seguros.

As principais formas de otimizar o last mile delivery na operação da loja virtual

Uma vez reforçada a importância de contar com processos logísticos transparentes e eficazes, principalmente no que compete à fase final de entrega, vale indicar quais são as principais maneiras de otimizar o last mile delivery.

Assim, as lojas virtuais podem maximizar seus fluxos internos e assegurar a satisfação do usuário por meio de uma experiência de compra mais assertiva, ágil e integrada. Confira a seguir as principais formas de otimização!

Invista em diferentes opções de transportes

A etapa de transporte é, sem dúvida, uma das mais críticas para o last mile delivery. De modo a garantir a integridade do item e a velocidade da entrega, é recomendado que a loja virtual se alie a parceiros idôneos, capazes de alavancar o escoamento de produtos.

Uma ótima forma de atingir resultados positivos é analisar as diferentes alternativas que surgiram nos últimos anos impulsionados pela onda de inovação e tecnologia em transporte nas áreas urbanas. Isso, além das opções já conhecidas, como transportadoras privadas e Correios. Dessa forma é possível diminuir o prazo de entrega e seu custo com transporte, obtendo mais eficiência e proporcionando uma experiência mais completa ao seu cliente.

Busque soluções alternativas de escoamento

Nem só de caminhões, carros e vans vive o transporte de mercadorias. Na atualidade, a logística se vale de mecanismos alternativos para viabilizar uma entrega cada vez mais rápida e segura, potencializando a satisfação do cliente.

A estratégia do last mile delivery pode (e deve) contar com diferentes modalidades. A entrega expressa e super expressa pode ser um excelente atrativo. Em regiões urbanas com tráfego intenso pode se beneficiar da agilidade de modelos como: motocicletas, bicicleta elétrica e até mesmo patinete elétricos. A versatilidade de opções contribui para uma irreverência nos processos e abre um leque de possibilidades. Assim, otimizam-se os processos operacionais e a experiência do usuário.

Implante tecnologia

A tecnologia é a grande aliada das empresas que se modernizam. Hoje, é imprescindível que a loja virtual conte com um aparato robusto para suportar suas operações de backoffice, gerenciando toda a cadeia do e-commerce.

No caso do last mile delivery, no intuito de satisfazer e fidelizar o consumidor, a tecnologia também figura como uma ferramenta essencial ao acompanhamento de toda a transação. Um bom sistema de gestão facilita a verificação de prazos de entrega e melhora o acesso aos indicadores estratégicos, que fortalecem a tomada de decisão.

Faça análises e inferências

Os gestores de e-commerce já estão conscientes do dinamismo inerente à operação virtual. Tudo muda muito rapidamente, e é preciso manter-se atento para acompanhar as transformações do mercado.

De forma a validar decisões e aprimorar processos, ganhando competitividade e aumentando os lucros operacionais, os líderes precisam dispor de dados concretos e confiáveis, sobre os quais possam embasar eventuais ajustes e novas estratégias.

Considere a importância das ferramentas de análise de dados em seu sistema de gestão. É de extrema importância que as integrações com as plataformas parceiras possibilitem a extração de métricas relevantes ao seu processo. Esse controle será indispensável para uma operação enxuta e lucrativa. Inclusive no que se refere à efetividade do transporte de mercadorias.

Realize testes A/B na simulação de fretes

Os testes A/B são recursos valiosos nas decisões empresariais. Pode-se encontrar os métodos mais eficientes de escoamento por meio da análise paralela de duas opções. É isso o que otimiza os custos de frete.

Ao empreender um teste A/B na simulação de fretes, o gestor experimenta uma gama diversa de modalidades e entende a versatilidade dos processos. Dentre as opções, vale considerar, por exemplo, desde a opção de frete com prazo mais longo ao “same day delivery”. Tudo para entender as preferências do público, gerar a melhor experiência e converter o maior número de pedidos.

Construa boas parcerias

Por fim, ainda que não menos significativo, é preciso encontrar um parceiro confiável e comprometido com os resultados da loja virtual.

Ao construir uma boa parceria com empresas de transporte de mercadorias, considere sobretudo a qualidade do serviço e a performance operacional. Sem deixar de considerar a capacidade de inovação e escala — sempre priorizando a satisfação do cliente, é claro.

Assim, fica fácil entender que o “last mile delivery” é um processo altamente estratégico e com vasto potencial. A premissa básica, de garantir a satisfação dos usuários e estimular a fidelização, deve ser o norte para a formatação de processos cada vez mais orgânicos e eficazes.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.