Inovação logística: como melhorar a performance e a eficiência da sua loja

por Evilásio Garcia Quinta-feira, 30 de novembro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

O crescimento das receitas do comércio eletrônico no Brasil deve fechar o ano em alta. O dado, divulgado pela empresa de informações sobre varejo eletrônico Ebit, também aponta que o faturamento do e-commerce deve registrar um crescimento nominal de 12 por cento em 2017, o equivalente a 49,7 bilhões de reais.

Se, por um lado, a entrada de novos consumidores no mercado online – que em 2016 totalizou 47,93 milhões de consumidores ativos, contribui para o crescimento das vendas e do faturamento do setor, a preocupação das empresas e do mercado de logística também é crescente. Isso porque é preciso planejamento e tecnologia para atender esse consumidor, evitando assim os contratempos enfrentados pelo segmento.

Para se ter ideia, o investimento brasileiro com transporte e logística é de apenas 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB), quando a média mundial está na faixa de 1,2% do PIB. Outro dado, divulgado em um levantamento da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), mostra que a qualidade das rodovias brasileiras caiu em 2017. Entre os quase 106 mil quilômetros avaliados, o percentual considerado regular, ruim ou péssimo subiu de 58,2% em 2016 para 61,8% neste ano.

Essa carência pode ser evidenciada em pesquisas como a realizada pelo aplicativo Waze, que ranqueou o trânsito de diversas cidades brasileiras, elegendo Florianópolis como a pior cidade brasileira para se dirigir, com nota 3,98 sendo 10 a avaliação máxima. Manaus, com nota 4,21, João Pessoa, com 4,58, Belém, com 4,66, e Vitória, com 4,75 também estão entre as citadas. Além da segurança das vias e frequência dos congestionamentos, a pesquisa leva em conta a qualidade da infraestrutura, os serviços ao motorista, fatores econômicos e preço dos combustíveis.

É neste contexto que as tecnologias inovadoras tornam-se grandes aliadas deste segmento. O desenvolvimento de softwares especializados, facilitam a gestão das operações, garantindo a pontualidade nas entregas e também a redução de custos no transporte e o aumento da produtividade.

Uma das soluções tecnológicas que vem auxiliando o mercado é o sistema AgileRoutes. Desenvolvido pela startup catarinense AgileProcess, o sistema tem entre suas funcionalidades a roteirização, otimização e comprovação de entregas. O objetivo é monitorar os impactos da operação diária das rotas visando reduzir o tempo de entregas/coletas, com uma gestão inteligente dos atendimentos, além de driblar os imprevistos que possam surgir.

É por essas e outras que esse tipo de tecnologia facilita não só a vida das transportadoras e das empresas de produtos e serviços, mas também a do consumidor final. O cliente final não quer mais ficar preso das 8h às 18h esperando o produto, sem saber ao certo que horas ele vai chegar. Ele pode e deve contribuir com a qualidade e rapidez da entrega, então por que não integrá-lo ao processo logístico?

Um dos módulos que compõem o sistema da AgileRoutes, o Agile Alert, permite que o cliente final seja atualizado por SMS de cada trecho em que a mercadoria percorre até chegar à sua casa. E caso a pessoa tenha um problema e não possa receber o produto naquele horário, ela pode avisar, também por SMS. Assim, a transportadora otimiza o tempo de entrega e evita desperdício de tempo.

Para que todas as variáveis e situações inerentes a operação fiquem sob controle, a startup lança mão do uso de inteligência artificial. Isso torna a logística não só eficiente, mas prática, pois esse motor de inteligência artificial mantém as informações dos atendimentos sempre atuais. Não se perde mais tempo com formulários, o sistema tem a capacidade de “auto calibrar” seus parâmetros mantendo informações como janelas de horário dos atendimentos, tempos de atendimento e estatísticas das vias de velocidade sempre atualizadas.

Após a implantação dessa tecnologia, a transportadora Transville, que atua em mais de 350 cidades de Santa Catarina, Paraná e São Paulo, aumentou sua produtividade e eficiência em 20%. Já outra empresa de logística que faz o transporte para empresas como Natura, Ri Happy, C&A, Cielo, Avon, entre outros, a melhoria de processo se deu através do aumento na taxa de produtividade por hora em 33% depois que implementou o software.

Sabemos que, cada vez mais, os processos relacionados à logística podem impactar substancialmente a gestão e estratégia das empresas, garantindo a competitividade da empresa no mercado e gerando benefícios para seus clientes. Toda essa tecnologia facilita não só a vida das transportadoras e das empresas de produtos e serviços, mas também a do consumidor final.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.