Acesso rápido

Indústrias que vendem no e-commerce: como criar conteúdo digital

por Mariana Sampaio Terça-feira, 18 de junho de 2019   Tempo de leitura: 5 minutos

Você trabalha na produção de conteúdo para as páginas de produto da sua marca. É bem provável que tenha dúvidas sobre como criar essas informações de forma clara e assertiva. Mas você não é o único! Esse, aliás, é um dos maiores desafios dos profissionais de indústrias que passaram a vender no e-commerce.

Alto volume de produtos a serem vendidos e expostos pelos diversos sites; equipes reduzidas de profissionais de e-commerce dentro das indústrias; falta de orientação para a criação de conteúdo. São várias as questões que contribuem para as páginas dos e-commerces de indústrias ficarem incompletas.

Segundo dados do EQI (E-commerce Quality Index), pelo menos 60% das lojas virtuais do país apresentam algum tipo de problema relacionado à informação. Entre eles, estão: falta de imagens; descrições incompletas; títulos pouco atrativos; ausência de avaliações e comentários nas páginas de produtos.

Vale lembrar que criar um conteúdo digital completo, que impacte positivamente na experiência de compra dos shoppers, não é algo fácil.

Marcas e varejistas precisam ficar atentos a vários detalhes que envolvem a criação do conteúdo digital. Dimensão de arquivos, resolução de imagens e otimização de informações são alguns deles.

Veja a seguir algumas orientações do uso de imagens, conteúdo rico e vídeos nas páginas de produtos.

Imagens nas páginas de produtos

Não dá para falar de conteúdo digital sem pensar nas imagens nas páginas de produtos.

As imagens estão entre os principais fatores de atração do consumidor online. Esse conteúdo faz toda a diferença no momento da compra. Afinal, nada mais frustrante do que entrar na página do produto e ela apresentar informações incompletas, sem imagens, por exemplo.

As fotos do produto transmitem a realidade da mercadoria. É por meio das imagens que a sua marca vai despertar o desejo de compra nos consumidores.

No entanto, não basta apenas produzir as imagens dos produtos. É preciso ficar atento à otimização desse conteúdo.

Segundo pesquisa realizada pelo Google, 53% dos visitantes abandonam uma página se ela demorar mais de 3 segundos para carregar. Portanto, muito cuidado com a otimização do seu conteúdo! Imagens pesadas demais podem prejudicar o SEO e a satisfação dos seus clientes.

Imagens hero

Ainda falando sobre as fotos dos produtos nas lojas virtuais… Você sabia que apenas 40% dos consumidores conseguem compreender a gramatura (volume ou peso) e o tamanho de um produto ao visualizar sua imagem na tela de um smartphone?

Os dados são da Universidade de Cambridge e refletem a experiência de compra dos consumidores em relação das imagens online. A boa notícia é que há solução — e as imagens hero estão aí para isso!

Esse é um termo usado para descrever uma foto ou imagem super redimensionada de uma mercadoria. Ao utilizar esse recurso, a marca destaca na imagem do produto uma informação importante para a decisão de compra dos clientes.

Esse tipo de estratégia tem grande impacto na experiência mobile do consumidor. O uso das imagens hero deixam as informações mais visíveis para os clientes — até mesmo para os que preferem usar o smartphone para realizar uma compra.

Portanto, as imagens hero não trazem prejuízos para a visibilidade da marca nos e-commerces, muito pelo contrário. Segundo testes realizados pela Unilever, as vendas online podem aumentar em até 24% ao utilizá-las.

Conteúdo rico ou lâmina html

Você já produz lâminas html ou conteúdo rico dos produtos da sua marca? Se não, é melhor se atentar para isso. Muitas indústrias já usam essa estratégia, como a Nestlé, multinacional de alimentos e bebidas.

As lâminas html são peças visuais que contém, de forma otimizada, os detalhes e principais funções do produtos. O recurso tem a proposta de chamar a atenção do consumidor e impulsionar a compra. E mais uma vez, tudo isso com informação para o seu consumidor!

Se você ainda não conhece as funções das lâminas html, seguem as três principais características desse material:

  • apresentam informações completas dos produtos;
  • textos com linguagem comercial;
  • conteúdo atrativo para facilitar a absorção das informações pelos clientes.

Vídeos

Os vídeos são apontados como tendência do mercado eletrônico, seja no e-commerce ou em qualquer outra venda online. Nos últimos quatro anos, o Google já registrou um aumento de 135% no consumo desse tipo de conteúdo.

Segundo uma pesquisa realizada pela Internet Retailer, o visitante que assiste a um vídeo tem 144% mais chances de adicionar o item ao carrinho do que outros usuários.

Isso mostra o potencial dos vídeos e do conteúdo digital no mercado online. A ausência de um vendedor para tirar dúvidas e a falta de um contato físico com a mercadoria faz com que o shopper necessite de uma página de produto com informações completas. Afinal, como comprar um celular se eu não tenho certeza das funções do aparelho?

As indústrias que vendem nos e-commerces precisam investir em conteúdo digital. Isso fará a sua marca se destacar frente à concorrência — e conquistar a preferência até mesmo dos consumidores mais exigentes. No mercado online informação é tudo!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.