Acesso rápido

Incremente suas vendas com Big Data e Machine Learning

por Carlos Alves Segunda-feira, 20 de maio de 2019   Tempo de leitura: 4 minutos

Se o e-commerce sozinho já abre um leque de possibilidades, existem dois outros conceitos em tecnologia que podem elevar para outro nível a experiência de compra online e o faturamento de uma empresa que vende na internet: o Big Data e o Machine Learning (ML).

Big Data

Quando falamos em Big Data, estamos nos referindo à análise e à interpretação de grandes volumes de dados. Machine Learning é a habilidade de aprender padrões e responder a eles — é um dos elementos da inteligência artificial (AI). Imagine que toda ação gerada por um usuário da internet possa se transformar em informação sobre o que ele quer ou vai fazer, e que essas tecnologias simulem a ação de um vendedor perfeito, capaz de ler pensamentos? É mais ou menos assim o potencial da AI aplicada ao e-commerce.

Antes de mais nada, essas informações precisam ser organizadas em um banco de dados que mapeie todas as ações do usuário dentro do seu e-commerce: quando ele entra, o que procura, quanto tempo fica na sua loja virtual, se coloca coisas no carrinho, o que realmente compra, entre centenas de outras coisas.

Além disso, o e-commerce deve estar muito bem organizado. Se sua loja virtual já tem “a casa arrumada”, podem entrar em cena essas tecnologias de análise de dados, que junto com o volume maciço de informações sobre o comportamento do usuário na internet, conseguem prever, com cada vez mais precisão, como seu negócio deve se comportar para vender mais.

Mas na prática, o que é possível fazer? Para citar só algumas ferramentas, o Big Data e a AI possibilitam soluções para precificação dinâmica, antecipação de demanda com base em tendências, recomendação de produtos e motores de busca mais relevantes.

É possível também personalizar ao máximo a experiência do usuário de acordo com o perfil de comportamento dele, tanto pelos produtos que ele verá quanto pela forma de comprar. Por exemplo, um cliente com perfil mais objetivo pode ver um botão de compra direta, em vez de uma etapa com mais detalhamento do produto.

Machine Learning

O Machine Learning, por exemplo, permite que um bot de atendimento ao cliente “aprenda” a responder de forma cada vez mais realista, simulando um bom vendedor para tirar dúvidas, oferecendo mercadorias e apresentando soluções a problemas.

Essa mesma tecnologia pode ser usada com um recurso chamado NLG – Natural Language Generation (Geração de Linguagem Natural), por meio de um software de Inteligência Artificial onde é possível criar uma descrição de cada item baseada em suas características e ainda com as melhores práticas de SEO, usando como referência a própria forma que os consumidores falam sobre os produtos que amam.

A tendência é que tanto Big Data quando ML passem a ser cada vez mais integrados em ferramentas de gestão de e-commerce, sem exigir intervenção de uma consultoria especializada. É possível identificar que produtos estarão obsoletos em breve e antecipar as tendências de mercado para atualizar o catálogo, assim como uma gestão de estoque mais inteligente, que prevê o mercado a partir do cruzamento de milhares de variáveis.

Vale ressaltar que nem todo uso de dados significa uso de inteligência artificial. Retargeting e remarketing, por exemplo, são aplicações simples de cruzamento de dados, assim como outras ações derivadas de business intelligence ou relatório gerencial. Big Data e Machine Learning realmente caminham na direção da simulação de inteligência humana, com pitadas de onisciência.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.