Acesso rápido

Google, clientes e marketing humanizado na sua loja

por Bartira Pontes Sexta-feira, 28 de setembro de 2018   Tempo de leitura: 4 minutos

Vender é o que todo mundo que tem um negócio quer. Em especial, se é você é dono de uma pequena empresa. E é por conta desta necessidade que disciplinas como marketing, publicidade, relações públicas, entre outras, existem.
Mas o que acontece quando as empresas de tecnologia começam a prometer substituí-las?

Parece incrível, mas não é.

No começo deste mês, o Google anunciou a sua solução apoiada em aprendizado das máquinas (machine learning), o Campanhas Inteligentes, dentro da sua área de vendas de anúncios, Google Ads.

A promessa é que o recurso de Campanhas Inteligentes irá reduzir os custos com marketing, já que as pequenas empresas não precisarão contratar uma agência ou um profissional de comunicação.

O trabalho deste empreendedor irá diminuir pois a máquina fará toda a comunicação para ele. Basta definir:

  • O objetivo da campanha (gerar tráfego no site, estabelecimento físico, ligar)
  • Dados sobre o negócio (segmento de atuação, horário de funcionamento, raio de alcance, imagens do perfil do Google Business)

Com estes dois direcionamentos, a máquina vai aprender, criar a mensagem dos anúncios e direcioná-la aos potenciais clientes.

Agora, vamos falar de marketing e comunicação.

Seja lá qual for o tamanho de um negócio, definir objetivos é uma tarefa que exige alguma reflexão, porque, como falei no começo deste texto, “todo mundo quer vender”.

Já que a ferramenta do Google ainda não recomenda os objetivos, um profissional de comunicação continua a ser relevante na análise do setor, da marca e da empresa, do momento do mercado e poderá recomendar as prioridades de objetivos da comunicação, investimento, abordagem de comunicação, mensagens e canais.

Inclusão, automação, escala sim! Massificação, não!

Quando o assunto é mídia online, já está pacificado que o Google é quase mandatório no kit básico das empresas com alguma visão comercial ou de marketing.

Entretanto, Google não é sinônimo de mídia online e nem de mídia. E isso precisa ficar mais claro.

A forma como a empresa anunciou o “Campanhas Inteligentes” segue a sua tradicional abordagem comercial de inclusão de empresas no mercado de mídia (verdade) e de solução definitiva para os problemas de comunicação e marketing digital das empresas (nem sempre).

Os varejos online e offline estão sendo empurrados pela necessidade de se reinventar constantemente. Isso porque apenas a mídia digital de conversão direta – aquela que tem como objetivo primário gerar lead, tráfego na loja ou vender com o menor CPA e maior ROI através de um modelo de atribuição de último clique, que o Google e o Facebook vendem tanto e tão bem – não basta.

Junte a isso o fato de que, historicamente, as pessoas rejeitam a publicidade. Uma pesquisa divulgada em 2015 pela Page Fair em conjunto com a Adobe apontou um crescimento de 41% no uso global de ad blockers. Em 2016, 16% dos internautas no Brasil já usavam ad block – no mínimo, não estão vendo mídia gráfica (banners). E uma amiga me contou que sua filha de dois anos resmunga quando entra o comercial no YouTube.

Na vida real, continuamos a vender produtos e ideias para pessoas. Pessoas que são subjetivas e formam seus desejos de consumo por vias que ainda não são totalmente identificadas. O desafio é estar no lugar certo, na hora certa e encantando com promessas verdadeiras (a internet não perdoa enganação).

E advinha quem ajuda pequenas e grandes empresas a pensar e a fazer isso? As agências, os profissionais, a inteligência artificial e as máquinas inteligentes juntas.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.