Acesso rápido

Google x Amazon: qual dos marketplaces é melhor para os negócios?

por Thiago Mazeto Quarta-feira, 16 de maio de 2018   Tempo de leitura: 9 minutos

Amazon e Google rapidamente se tornaram os dois maiores canais na discussão do varejo online. Caso você ainda não saiba, o Google lançou um novo programa. Ele permitirá aos usuários comprar itens através do Google Assistante e por anúncios em resultados de pesquisa.

A decisão do Google com o novo programa é uma forma de melhorar as decisões de compras. O movimento provavelmente irá ajudá-los a competir com a rival Amazon.

O Google também espera que o programa ajude os varejistas a capturar mais compras em computadores, dispositivos móveis e dispositivos domésticos inteligentes com pesquisa por voz, que deve ser a nova revolução do e-commerce.

Com o novo programa, os varejistas listam seus produtos nas plataformas do Google. Além de ter vantagens em relação aos outros produtos gerados pela pesquisa, o Google também mostrará links para programas de fidelidade dos varejistas pagantes. Em contrapartida, os varejistas vão repassar um percentual da compra para a empresa de tecnologia.

Trazemos nesse artigo as principais características dos marketplaces das duas maiores empresas de tecnologia online do mundo. Confira agora, esse duelo entre Amazon e Google.

As diferenças entre as duas gigantes

Se você acha que pode implementar estratégias de venda como as do Google com suas listas de produtos da Amazon, não poderia estar mais longe da verdade.

Os dois gigantes do comércio eletrônico operam de maneira muito diferente. Para começar, a Amazon não usa forças externas para classificar seus produtos. O Google utiliza sinais de websites, indicadores sociais e outros elementos relacionados à pesquisa para produzir seus resultados de pesquisa.

Embora o Google tenha se tornado um nome familiar anos atrás como líder mundial no provedor de pesquisa da internet, a Amazon se estabeleceu rapidamente como o mercado para compradores, especificamente na América do Norte.

A intenção do usuário também varia em ambas as plataformas. Alguns especialistas acreditam que a intenção de compra é muito maior na Amazon em relação ao Google. Isso significa que os usuários que usam a Amazon tendem a fazer compras mais rápidas e frequentes.

Vantagens do Google

O Google é indiscutivelmente o maior canal de buscas do mundo. Por conta disso, a visibilidade em sua ferramenta é maior por diversos usuários mundiais. Mas o padrão atual para muitos consumidores é uma pesquisa do Google que termina com uma compra na Amazon, disseram analistas.

O Google pretende reverter esse tipo de comportamento e por conta disso ele oferece vantagens que farão a diferença para seu usuário. Confira quais são!

Seus produtos em novas plataformas

Com o Google Assistente, seu processamento de linguagem natural oferece aos seus clientes uma experiência de compra viva-voz e dinâmica. Entre as companhias parceiras do novo programa estão Walmart, Target e Home Depot. Segundo o Google, a companhia começou a testar o programa depois de observar que as buscas móveis por produtos aumentaram 85% nos últimos dois anos.

Carrinhos de compras universal

Uma lista compartilhável, carrinho de compras universal e check out instantâneo com credenciais de pagamento salvas funcionam no Google.com.br e no Assistente do Google, permitindo que seus clientes realizem compras em diversas lojas virtuais e adicione os diferentes produtos no mesmo carrinho. Tudo isso por meio de um fluxo de compra hospedado pelo Google.

Além disso, as ações do Shopping usam um modelo de pagamento por venda , ou seja, você paga apenas quando a venda realmente ocorre. As ações do Shopping são exibidas na unidade de compras patrocinada na página da Pesquisa do Google e no Google.com/Shopping. Nenhuma classificação orgânica é afetada ou alterada.

Vantagens da Amazon

A Amazon, com seu pioneirismo em marketplace para realizar transações em um ambiente online seguro, com proteção contra fraudes e sistema simples de comunicação entre o vendedor e seus clientes, oferece boas vantagens a seus usuários. Confira aí quais são elas!

Seller Central

Um site para os vendedores da Amazon no qual é possível gerenciar ofertas e produtos de forma simples e prática. A ferramenta permite ver todos os produtos à venda, tarifas pagas por cada transação e outros recursos que facilitam a tomada de decisões.

A estrutura de tarifa única possibilita que vendedores saibam quanto será pago por cada transação. Além disso, todos os vendedores – Individuais ou Profissionais – recebem suas vendas em um único pagamento, mesmo quando consumidores optam por comprar pagando em parcelas.

A oportunidade de competir pela Buy Box

Buy box seller, ou caixa de compra, é o espaço de maior destaque dentro do anúncio de um produto nos marketplaces. Além de gerar mais conversões, esse espaço privilegia com maior visibilidade os lojistas que se destacam perante os concorrentes em aspectos como: reputação, prazo de entrega, preço e estoque.

Ferramenta de Precificação Automática

Permite que os Vendedores Profissionais façam ajustes dinâmicos de preço de maneira prática, permitindo que seus preços se mantenham atualizados e competitivos. Basta definir uma faixa de preço para o produto desejado. O valor será ajustado automaticamente dentro dos limites determinados. Vendedores Profissionais não pagam nada a mais por esta ferramenta.

A Amazon destaca a preferência de seus clientes, proporcionando a eles as melhores opções de compra quando diversos vendedores oferecem o mesmo item, facilitando a visualização das opções de preço, entrega e condições do item. Isso estimula vendas locais, pois clientes podem escolher vendedores próximos de seus endereços que ofereçam entrega mais rápida.

O futuro dos marketplaces

O cenário atual dos marketplaces mostra um crescimento cada vez mais acelerado e surpreendente, até para os mais otimistas. Apenas no segundo trimestre de 2017 foi registrado um aumento de lojas em 32,1%, segundo o estudo Panorama dos Marketplaces no Brasil.

A tendência é que em 2018 o crescimento seja ainda maior. Isso por que o consumidor está cada vez mais no centro de todas as operações. Cada dia mais empresas como a Amazon e o próprio Google investem pesado em tecnologia, proporcionando mais comodidade e segurança, agilizando assim as tomadas de decisões na hora da compra.

 

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.