O papel do frete na redução da taxa de abandono de carrinho

por Livia Antunes Terça-feira, 08 de junho de 2021   Tempo de leitura: 9 minutos

Por mais variados que os motivos sejam, um fator costuma aparecer bastante. Segundo um levantamento global realizado pela Moosend em 2020, o alto valor do frete é responsável por até 60% dos carrinhos abandonados em lojas virtuais. Já o prazo de entrega mais longo do que o esperado foi a razão citada por cerca de 18% dos participantes da pesquisa.

Esses números — que seguem a mesma tendência de levantamentos realizados entre os consumidores brasileiros — mostram a importância do frete na decisão de compra dos clientes.

Seguindo essa lógica, o frete do e-commerce também tem grande potencial para funcionar como uma vantagem do negócio, um trunfo para reduzir as taxas de carrinhos abandonados.

Ainda é interessante observar que essas mesmas pesquisas mostraram que, muitas vezes, o cliente só abandonou o carrinho para pensar melhor sobre a compra. Ou seja, o problema não foi, necessariamente, um erro de estratégia da loja. Contudo, mesmo nesses casos, o frete pode assumir o papel de aliado do lojista, dando aquele empurrãozinho final para a conclusão do pagamento.

Ao longo deste artigo, vamos esclarecer melhor essa relação entre frete e abandono de carrinho no e-commerce.

Como usar o frete para reduzir o abandono de carrinho na loja virtual

Assim como os lojistas virtuais, os consumidores também identificam a entrega dos produtos como um ponto crítico do comércio eletrônico. Sendo assim, não é uma surpresa que o frete seja um dos fatores considerados na decisão de compra, como mostram as pesquisas mencionadas.

Mas algumas ações simples ajudam a evitar que o frete seja o responsável pelo abandono de carrinhos na sua loja virtual, olha só:

Permita simulação do cálculo de frete antes de levar o produto para o carrinho

Quanto mais informações os consumidores encontram na descrição do produto, melhor. Já é normal falar os detalhes dos itens, como material e dimensões e, claro, o valor. Então nada mais justo do que informar logo, também, quanto o cliente vai pagar pela entrega, certo? Afinal, essa é uma informação que faz parte daquela compra.

Exibir uma simulação do cálculo de frete antes da seleção do produto evita que os clientes tenham uma surpresa desagradável em relação ao preço ou prazo da entrega. Dessa forma, eles já chegam ao carrinho de compras sabendo o valor exato que vão pagar pelo produto, e quando ele vai chegar.

Ofereça alternativas de prazos e valores de entrega

Como foi dito antes, cerca de 60% dos carrinhos abandonados no e-commerce são causados pelo alto valor do frete, enquanto 18% são motivados pelo prazo de entrega longo.

Porém, quem trabalha com lojas virtuais sabe que as modalidades de frete econômico têm maior prazo, enquanto a entrega expressa eleva o custo. Como saber o que o seu consumidor vai preferir?

A verdade é que não tem como adivinhar. Por isso é importante oferecer diversas alternativas, tanto em relação ao custo quanto ao prazo. O importante, aqui, é garantir que na sua loja o consumidor vai encontrar a opção mais conveniente para aquela compra, seja qual for a prioridade.

O ideal é que a loja trabalhe, no mínimo, com duas modalidades de entrega, disponíveis na maioria das transportadoras:

  • Entrega econômica – Menor custo e maior prazo;
  • Entrega expressa – Menor prazo, maior custo.

Aposte em fretes mais competitivos, com diferentes transportadoras e alguma estratégia

Não tem como ignorar a informação de que o frete alto é um dos maiores motivos para o abandono de carrinho no e-commerce. Então, embora seja importante oferecer também a entrega expressa, o valor do transporte de encomenda deve estar entre as preocupações dos lojistas virtuais.

Bem, o cálculo de frete varia de acordo com peso e dimensões da embalagem, trecho percorrido, modalidade de entrega e outros fatores. Além disso, cada transportadora tem uma tabela de frete própria. Logo, o valor de uma mesma entrega pode mudar de acordo com a empresa escolhida.

Sendo assim, a primeira dica é ter acesso aos serviços de várias transportadoras. Uma solução para evitar burocracias e exigências de diferentes contratos é usar uma plataforma de fretes, que unifica o serviço de várias empresas e permite a cotação simultânea em uma Calculadora de Fretes. Isso vai ajudar, ainda, a oferecer mais opções para os consumidores, como foi abordado no tópico anterior.

Mas também vale analisar alguns processos internos da loja virtual. Para começar, certifique-se de que as embalagens escolhidas tenham o menor tamanho possível para acomodar os produtos com segurança, já que essas medidas podem deixar o frete mais barato ou mais caro.

Outra solução possível é investir mais em anúncios e ações promocionais que incentivam as compras de consumidores de regiões próximas ao estoque da loja, reduzindo o preço da entrega.

Frete + e-mail marketing: recupere os carrinhos abandonados

A entrega de produtos não precisa — e nem deve — ser um problema para a loja virtual. Pelo contrário, o frete precisa ser visto como mais uma ferramenta de atração ou recuperação dos clientes.

As pesquisas sobre abandono de carrinhos mostram que, muitas vezes, os clientes apenas não têm certeza sobre aquela compra. Então que tal dar um empurrãozinho?

A dupla e-mail marketing + frete tem tudo para dar certo aqui. Lembre o seu cliente sobre aquele produto que o interessou e ofereça uma vantagem na entrega. A mesma pesquisa da Moosend mostrou que a taxa de abertura de e-mail marketing relacionado ao abandono de carrinho é de 51%. Desses, 45% recebem cliques, que por sua vez geram 50% de finalização dos pedidos.

É claro que o frete grátis é o gatilho mental mais poderoso nessas situações. Mas essa é uma ação que pede estratégia, já que nem sempre a saúde financeira do negócio permite que a loja online arque com os custos de entrega.

Se a gratuidade não for viável, uma redução no valor do frete – dividindo os custos com os clientes – pode ser uma boa alternativa. Também vale tentar agregar valor ao produto, oferecendo um kit com itens complementares ao primeiro interesse, mas com algum desconto no segundo produto e o mesmo valor de entrega, por exemplo.

Até o frete rápido pode ajudar. Que tal garantir que aquele pedido vai chegar em um prazo menor, mas com o mesmo custo da entrega econômica?

É importante ter em mente que, ao ser visto como parte da estratégia e parte da jornada de compra, o frete do e-commerce tem potencial para se tornar um dos pontos fortes e mais competitivos da loja virtual.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CADASTRE-SE EM NOSSA NEWSLETTER