Mas, afinal, o que é Fintech e como ela se relaciona com o e-commerce?

por Larissa Lotufo Segunda-feira, 25 de setembro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

Negócios e mundo financeiro andam sempre de mãos dadas. Pensando nisso o mercado financeiro aplicou as inovações tecnológicas utilizadas pelo mundo empresarial às suas atividades e dessa inovação surgiu o termo Fintech: uma junção de Finanças e Tecnologia.

De forma mais concisa, pode-se dizer então que Fintech é denominação daqueles que aplicam a tecnologia aos serviços e produtos financeiros e buscam a inovação deste mercado através dessa estratégia.

Além de criar um novo espaço no mercado financeiro, os players deste nicho de atuação buscam trazer os conceitos de boa experiência, agilidade e conectividade – utilizados no mercado virtual – ao mundo das finanças.

Qual o diferencial das Fintechs?

Diferente de bancos ou instituições financeira tradicional que também utilizam a tecnologia para facilitar os serviços, as Fintechs têm por essência o uso da tecnologia na inovação de ferramentas, processos e até mesmo metodologias utilizadas neste mercado.

Isso traz uma grande repercussão prática na experiência do usuário, o qual ganha acesso a um produto/serviço com baixa burocracia, custo reduzido, maior conectividade imediata, além de maior controle sob as operações realizadas.

O que as Fintechs trazem de inovação prática?

A principal diferença trazida com as Fintechs é a mudança de cenário. Isso porque as Fintechs criam um novo ambiente para que as vendas se realizem, essa inovação pode aumentar o nível de satisfação da clientela e diminuir os custos das/os empreendedores.

Um relevante impacto desta mudança pode ser observado entre os compradores por meio de dispositivos mobile, já que a eficiência dos serviços oferecidos pelas Fintechs busca acompanhar o imediatismo desse tipo de cliente.

Saindo do ambiente de faturamento, as Fintechs podem ser uma ótima opção para investimento ou obtenção de empréstimos para o seu negócio. É de conhecimento dos empreendedores brasileiros que ter acesso a um empréstimo pode ser muito burocrático ou mesmo custoso: as altas taxas de juros associadas às dificuldades do processo podem impedir que a sua empresa consiga o investimento que necessita para crescer mais.

Tendo em mente este problema, algumas Fintechs buscam conectar os investidores aos empresários que precisam de investimento, facilitando – e muito – a transação e injetando uma dose positiva de dinamismo ao mercado nacional.

Apesar de os riscos existirem – tanto aos investidores quanto às empresas que recebem investimento – a ideia de criar um novo espaço para os investimentos aumenta as possibilidades do mercado brasileiro se desenvolver através da tecnologia.

Quando se observa as inovações trazidas ao consumidor, nota-se que as Fintechs podem aumentar a inclusão dos clientes ao sistema bancário, já que as menores taxas e facilidade na contratação dos produtos dão espaço para mais pessoas terem acesso aos serviços.

Essa possibilidade aumenta o número de clientes os quais podem utilizar novas formas de pagamento, como parcelamento ou débito online.

Quais serviços prestados pelas Fintechs?

São diversos os serviços oferecidos pelas Fintechs tanto para os clientes quanto aos comerciantes. Embora alguns dos serviços/produtos oferecidos não aparentem ter muita diferença dos que são oferecidos por instituições tradicionais, as facilidades trazidas pelas Fintechs são uma maneira de inovação.

Nesse contexto podemos apontar produtos como: cartão de crédito, meios de pagamentos a lojas virtuais, financiamentos/empréstimos etc.

Por outro lado, alguns dos serviços oferecidos são muito diversos dos encontrados no mercado como as plataformas de gerenciamento de finanças – as quais oferecem mais facilidade e clareza aos clientes, além de permitir que outros usuários ofereçam pequenos empréstimos entre si.

Esse tipo de inovação traz novas possibilidades a investidores e usuários que precisam de investimento, dinamizando as relações financeiras.

Essa quebra de paradigma também é observada na desburocratização das operações, seja na contratação de um simples cartão de crédito ao acesso a um investimento maior, já que todas as operações acontecem dentro do mundo virtual, encurtando distâncias e trazendo imediatismo às ações financeiras.

Quem são as Fintechs?

A maior parte dessas iniciativas advém de startups que aplicam a tecnologia ao mercado financeiro, tornado seus serviços/produtos mais eficientes e menos conservadores: a ideia é criar novos paradigmas de atuação. E essa inovação tem reflexo direto no comércio, principalmente em relação aos e-commerces.

Nesse sentido, são diversas as áreas de atuação deste mercado: empresas de gestão financeira, contábil a meios e instituições de pagamento, novas formas de investimento ou proteção financeira as Finatechs criam facilidades e novas formas de se pensar o seu negócio.

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.