Acesso rápido

Abrir uma filial ou investir em e-commerce? Descubra a melhor opção!

por Gustavo Chapchap Terça-feira, 02 de julho de 2019   Tempo de leitura: 8 minutos

É difícil encontrar um empresário que não ambicione ver o seu negócio crescer. Faz parte da própria natureza dos empreendedores: depois de um tempo de consolidação, é preciso partir para um novo estágio, aumentar a escala da operação. Há alguns caminhos para se fazer isso, como abrir uma filial da loja ou investir num e-commerce. A decisão depende de alguns fatores, entre as quais, a disponibilidade de aporte de capital.

Esse é um aspecto crucial, no qual o e-commerce leva vantagem. Mas existem outros igualmente relevantes, como a rapidez no retorno do investimento. Além disso, considere que uma loja virtual impacta positivamente a percepção que o público tem sobre o seu negócio.

Confira as informações que separamos para o artigo de hoje. Ele foi planejado para ajudar quem tem uma loja física e pretende expandir sua operação. Na tomada de decisão, é imprescindível considerar a opção do comércio eletrônico — em razão da sua importância para ampliar a escala dos negócios. Entenda mais sobre o assunto!

Filial versus e-commerce: como ficam os investimentos?

O montante exigido para iniciar suas vendas via internet, com a contratação de uma plataforma de e-commerce, é menor do que o valor necessário para abrir uma segunda loja.

Isso acontece, principalmente, em função dos custos relacionados à montagem da estrutura física. Afinal, você precisará de: licenças dos órgãos públicos, aluguel/compra do espaço, aquisição de mobiliário… Isso apenas para ficar nos principais.

Para o dia a dia, temos que levar outras despesas em conta, como a contratação de vendedores. Um quadro mínimo de funcionários precisa ser fixo na filial, ainda que a operação não tenha tanto movimento no início.

É possível compartilhar com a matriz estruturas relacionadas à administração do negócio. Porém, na maioria das vezes há necessidade de ampliar o time responsável pelas tarefas. Com isso, evita-se a sobrecarga de trabalho, que pode aumentar os riscos de erros.

Se as duas operações ficarem muito distantes, considere também os gastos necessários para o deslocamento dos funcionários — e transporte de mercadorias entre a matriz e a filial.

Para que tudo funcione, é imprescindível também considerar o investimento em comunicação e tecnologia. É um erro acreditar que seja possível apenas replicar os projetos realizados na sede. Ao abrir uma filial, é importante ponderar sobre as suas especificidades.

Por que o custo do e-commerce é mais vantajoso?

Sob o ponto de vista financeiro, optar pela montagem de uma loja virtual para expansão do seu negócio é mais vantajoso.

Logo na saída, o aporte de capital não é substancial. Principalmente se escolher uma plataforma de e-commerce com modelo SaaS (Software as Service).

Nesse caso, a loja não adquire o sistema num pacote fechado. Paga uma espécie de aluguel mensal. Ou seja, fica mais fácil administrar o investimento inicial.

No dia a dia, plataformas desse tipo apresentam outra vantagem: o lojista tem como acessar todas as atualizações feitas no sistema, sem custo adicional.

A responsabilidade pela manutenção da plataforma é do fornecedor, incluindo servidores. Com isso, a loja acaba economizando até nos custos de energia elétrica, por exemplo.

Os avanços tecnológicos hoje acontecem com muita velocidade. Portanto, é um diferencial ter como aproveitar das novas soluções tecnológicas, sem precisar manter grandes equipes dedicadas à área de informática.

Mas o comércio eletrônico é uma atividade dinâmica, que precisa acompanhar o comportamento do consumidor. Então não faz sentido abrir mão das atualizações.

Se a plataforma escolhida for do tipo API aberta, melhor ainda. Esse tipo favorece à integração com sistemas de terceiros, muitos deles imprescindíveis para o sucesso da operação virtual.

Fique atento: o ecossistema do e-commerce é complexo. Por isso, ao contratar a plataforma avalie a lista de parceiros.

Esses acordos prévios estabelecidos pelas empresas vão facilitar a implantação da loja, uma vez que a plataforma já está devidamente preparada para aquele tipo de integração.

Você vai precisar disso para a loja virtual operar com as melhores soluções em termos de meios de pagamento, ERP, sistemas antifraude, segurança etc.

Vamos abordar melhor esses aspectos no próximo tópico. Acompanhe!

Vai abrir uma filial? Com o e-commerce resultados são mais rápidos

Outro fator a ser considerado na abertura de uma loja virtual é o tempo de retorno do investimento. O prazo para recuperar o total investido costuma ser maior para as filiais, uma vez que a consolidação do negócio não acontece de uma hora para a outra.

No comércio eletrônico, como estamos falando de uma marca que já opera com a loja física, são maiores as chances de geração de resultados no curto prazo.

Para começar, uma das vantagens do e-commerce é o aumento da capilaridade. As vendas podem ser feitas sem limitações geográficas.

Diferentemente da filial, aberta para atender ao público de determinada região, a loja virtual alcança um público bem maior. Com uma boa estratégia para a logística, o céu é o limite.

É claro que, nesse caso, também é preciso cuidar da divulgação. Afinal, não adianta arrumar a casa e não avisar às pessoas, certo?

A boa notícia é que as plataformas de e-commerce dispõem de diversos recursos para apoiar o trabalho do marketing — e isso tende a aprimorar os resultados.

No quesito divulgação, é um facilitador ter uma plataforma desenvolvida com técnicas de SEO. No dia a dia, isso significa que o cliente poderá encontrar rapidamente a sua loja quando fizer uma busca no Google, por exemplo.

Os serviços de busca são a porta de entrada das pessoas na internet. Então, é importante que o sistema esteja preparado para ser bem ranqueado — e assim ocupar uma boa posição.

Existem plataformas com recursos que auxiliam na realização de promoções, por exemplo. a partir de alguns cliques, é possível configurar a venda de combo de produtos ou programar ofertas especiais.

Por que a loja virtual valoriza a imagem da sua marca?

Outro aspecto a ser considerado como vantagem no e-commerce: o fato de uma operação online alinhar sua empresa com as tendências mais modernas do mercado. A tecnologia está muito presente na vida dos consumidores e não faz sentido às marcas ignorarem o ambiente virtual.

Um dos receios dos gestores é não saber lidar com as especificidades do cenário digital. Porém, os sistemas atuais não exigem necessariamente conhecimento técnico: os gestores recebem suporte técnico e têm apoio na implementação de todas as etapas.

O mais importante, então, é cuidar da orientação estratégica da operação. Nesse caso, atente-se: hoje, qualquer negócio precisa manter o foco no cliente, valorizar a experiência dele. Para isso, a integração entre loja física e uma plataforma de e-commerce é imbatível.

Abrir uma filial significa oferecer mais uma oportunidade de compra para o seu consumidor. Utilizando uma operação omnichannel, entretanto, as possibilidades se multiplicam. Pense nisso: com um e-commerce o seu cliente pode comprar no website, no mobile, via aplicativos de mensagens e nas redes sociais. Entendeu por que é muito mais vantajoso ter uma loja virtual?

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.