Acesso rápido

5 dicas sobre ferramentas e estratégias para monitorar as redes sociais da empresa

por Fábio Ricotta Sexta-feira, 04 de agosto de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

Quando se fala em redes sociais, é esperado também que se comente sobre o monitoramento. Você precisa saber o que estão falando de você, da sua marca, dos seus produtos. Mais ainda, precisa se comunicar com essas pessoas que estão comentando nas redes sociais.

A partir desta linha de pensamento, trago dicas, neste artigo, de ferramentas e estratégias para conseguir acompanhar tudo: monitorar, mensurar e planejar novas táticas.

Dica 1: encontrar a melhor ferramenta

Para mim, a escolha da ferramenta deve ser baseada na que melhor se adequa ao profissional que vai utilizar. Não existe segredo e nem ferramenta melhor que a outra.

O monitoramento depende muito dos canais, mas normalmente envolvem Facebook, Twitter e YouTube, que são as principais redes sociais, as mais fáceis de monitorar aquelas que as ferramentas já buscam.

As ferramentas Hootsuite, Sprout Social, ou ainda o Scup, que é uma opção brasileira, tentam identificar, de várias formas diferentes, quando alguém fala sobre uma marca ou até mesmo sobre uma pessoa.

Dica 2: aproveitar todas as vantagens da ferramenta

Normalmente, alerto que muitas das ferramentas capazes de monitorar redes sociais possuem vantagens, aplicativos possibilidades que muitos usuários não utilizam. Por conta disso, sugiro que  sejam aproveitadas ao máximo.

Algumas ferramentas de monitoramento em redes sociais têm muitas vantagens, por exemplo, a oportunidade de responder para o usuário dentro da plataforma. Ou seja, não é preciso acessar a rede social e procurar um comentário específico.

Dica 3: medir e classificar as menções da marca

Outro ponto importante que o especialista comenta é que em termos de métricas, normalmente, quando se fala de menções de marcas, elas podem ser positivas, negativas ou neutras.

Porém, às vezes, vale avaliar também a intensidade dessas menções. Isto é: se aconteceu uma menção positiva, o quão positiva ela foi? Quantos likes, retweets e compartilhamentos envolveu?

Dessa forma é possível ver toda a métrica desse assunto. E o mesmo também vale para menções negativas, para analisar qual foi o tamanho do estrago e o que, de fato, aconteceu.

Dica 4: investir em pessoas

É preciso ter em mente que o monitoramento em redes sociais conta com ferramentas que automatizam esse tipo de processo, mas ainda é necessário ter pessoas para fazer uma classificação e um bom trabalho de resposta, seja ela positiva ou negativa.

Também alerto para que a capacitação dos profissionais deve ser valorizada, mesmo com os processos de automatização. Não existe investimento prioritário: os dois são fundamentais.

Dica 5: mensurar e monitorar sempre

Por fim, destaco a importância de sempre observar os resultados, aproveitando as possibilidades de relatórios que as ferramentas oferecem.

Existem relatórios que você pode obter, mensalmente ou quinzenalmente, sobre o status da marca, ou seja, o quanto ela é mencionada em determinado período de tempo. É importante também a mensuração e o monitoramento das redes sociais para uma empresa.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.