ERP Cloud ou ERP Local: como escolher?

por Larissa Lotufo Quarta-feira, 09 de dezembro de 2020   Tempo de leitura: 9 minutos

Contratar um ERP é um grande passo para o crescimento e desenvolvimento de sua empresa. E é exatamente por isso que fazer a melhor escolha faz toda a diferença. Neste sentido, a primeira dúvida que surge é: ERP Cloud ou ERP Local?

E a verdade é que não existe resposta certa para essa pergunta. Isso porque a opção por uma ou outra escolha vai depender das particularidades de sua empresa. Ou seja, deve ser analisada de dentro para fora.

Apesar disso, é possível lançar alguns parâmetros que vão lhe ajudar nesta tomada de decisão. E é justamente aí que eu te ajudo com este artigo.

Quais as diferenças entre ERP Cloud e ERP Local?

A diferença central entre o ERP Cloud e o Local é a forma que o serviço é fornecido e o lugar de instalação.

Em resumo, o ERP Cloud é acessado via internet e gerido pelo fornecedor. Ou seja, você só precisa de um navegador e acesso à internet para conseguir acessá-lo. Pode-se dizer que é o ERP Cloud é um serviço de assinatura, por isso até que ficou conhecido como SaaS — Software-as-a-Service.

Já no ERP Local, também conhecido como ERP on-premise, a instalação do software é realizada no hardware e servidores da sua empresa que está fazendo a contratação. Isso exige à sua empresa uma equipe de TI para gerenciar a ferramenta, já que tudo é instalado localmente.

Como é a gestão de dados no ERP Cloud e no ERP Local?

No caso do ERP Cloud, os dados de sua empresa ficam hospedados diretamente no servidor da empresa fornecedora. Ou seja, os dados empresariais ficam ‘na nuvem’ e podem ser acessados somente de forma online.

Isso significa que toda a gestão de dados — e, consequentemente, a segurança da informação — fica a cargo da empresa que fornece o serviço. E essa situação traz consigo dois lados.

Em um deles, a sua empresa tem menos preocupações e gastos internos com segurança da informação. Por outro, o risco da operação acaba aumentando, já que todas as informações sobre a operação são acessadas por meio de um terceiro.

No caso do ERP Local, todos os dados são instalados diretamente nos servidores/computadores de sua própria empresa. Ou seja, traz os encargos de gestão e segurança dos dados para a gestão interna.

Apesar desta situação trazer mais trabalho interno para a sua empresa, há a garantia de que todos os processos e procedimentos de segurança estão sendo realizados de acordo com o padrão desejado por você, já que estas atividades estão sob o guarda-chuva interno.

Qual a diferença de investimento do ERP Cloud e do ERP Local?

Ambas as ferramentas exigem um estudo orçamentário bastante sério por parte de sua empresa. Todavia, isso não significa que ERP é uma ferramenta cara e inacessível. Essa ideia é coisa do passado!
E neste contexto, é inegável que o ERP Cloud é mais acessível sob o aspecto financeiro.

Isso decorre da própria característica de venda do serviço, tendo em vista que o ERP Cloud é vendido como uma assinatura mensal — a sua empresa fecha um contrato de uso com o fornecedor de ERP e se compromete a pagar um valor mensal para ter acesso à ferramenta.

Neste valor mensal, estão inclusos os gastos com suporte, treinamento, atualizações e despesas com infraestrutura. Afinal, o software está alocado no fornecedor e não em sua empresa.

Com isto em mente, é preciso deixar claro que, apesar de os custos de investimentos iniciais serem consideravelmente menores com o ERP Cloud, a sua empresa ganha um custo fixo mensal e que só cessa se o contrato for finalizado. Pode-se dizer então que o ERP Cloud é uma despesa operacional.

No caso do ERP Local, o investimento com a ferramenta é bem mais alto. Isso porque a sua empresa estará pagando pelo software em si e não somente para acessar o software. Ou seja, a empresa paga pela licença perpétua do sistema.

Isso também implica no investimento de uma infraestrutura local — hardware e servidores — para receber a ferramenta. Há, também, a exigência da contratação de um time de TI interno que ficará responsável pela gestão do software.

Como se pode notar, o investimento do ERP Local vai muito além da ferramenta e envolve a estrutura da empresa, tanto sob o aspecto de materiais, quanto de colaboradores. Por isso, pode-se dizer então que o ERP Local é uma despesa de capital.

Quais as vantagens e desvantagens do ERP Cloud e ERP Local?

Ambas as opções trazem benefícios inegáveis para a sua operação. Isso porque por meio do ERP todos os processos e dados da sua empresa são integrados em um só local, facilitando e agilizando a sua gestão empresarial.

Entretanto, cada escolha traz consigo desafios únicos e que devem ser considerados antes da contratação. Na tabela comparativa abaixo você confere as principais diferenças entre o ERP Cloud e o ERP Local:

Vantagens e desvantagens do ERP Cloud e ERP Local
Fonte: Alternativa Sistemas. Arte: César Borges.

Como escolher a melhor opção para a minha empresa?

Como se pode notar, as duas ferramentas trazem aspectos positivos e desafios a serem superados.
A avaliação de qual é a melhor escolha para a sua empresa vai depender de alguns parâmetros centrais, dos quais:

Orçamento disponível

Se o orçamento for mais restrito, adotar o cloud é uma opção mais sensata e segura. Mas, se a empresa procura mais robustez e customizações, o local é a melhor opção e será necessário um estudo financeiro para a contratação do software.

Nível de segurança da informação desejado

Neste aspecto deve-se considerar características intrínsecas à operação. Por exemplo, digamos que a sua empresa trata dados sensíveis ou dados confidenciais em um volume considerável. Neste caso, é mais seguro ter o acesso e backup das informações mantido dentro da empresa. Porém, se os dados em tratamento não exigem um alto nível de segurança, a terceirização da gestão de dados é uma ótima escolha.

Necessidade ou não de customizações

Se a sua empresa possui procedimentos internos muito específicos e necessários ao funcionamento global da operação, o ERP Local é a opção mais sensata. Afinal, se a empresa é dotada de procedimentos mais comuns, o ERP Cloud é suficiente na hora de integrar os dados e processos.

Urgência na integração dos dados e processos

Outro aspecto importante é a ‘pressa’ que a sua empresa tem em começar a utilizar a ferramenta. Como pontuei, o ERP Cloud tem uma implantação muito mais ágil e de fácil acesso. Portanto, se o uso de ERP for urgente para a saúde da operação de sua empresa, o cloud é a melhor opção. Agora, se o planejamento estiver em dia e houver mais tempo, é possível optar pelo ERP Local e realizar um processo de implantação muito mais controlado e personalizado.

Com estes parâmetros centrais em mente, você consegue analisar o quadro real da sua empresa e optar pela escolha mais segura. E, assim, pode garantir uma boa contratação e evitar problemas de troca de ERP ou tipo de contratação no futuro.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.