Acesso rápido

A sua equipe de conteúdo está fazendo um bom trabalho?

por Maria Marques Chizhikova Segunda-feira, 15 de outubro de 2018   Tempo de leitura: 13 minutos

Já se pegou questionando o trabalho de sua equipe de conteúdo? Apesar de todas as estatísticas “boas” que eles mostram, às vezes sente um sentimento incômodo de que você pode estar jogando seu dinheiro fora? Você nunca deve estar no escuro em relação ao desempenho do seu conteúdo.

Com isso em mente, decidimos mostrar como avaliar o trabalho de sua equipe de conteúdo e a qualidade de sua produção.

Por que o conteúdo é tão crucial para o sucesso do seu negócio?

Analise as estratégias típicas de marketing digital e verá que o conteúdo é a base de praticamente todas elas. Na verdade, não acho que você possa alcançar resultados significativos de marketing sem conteúdo hoje. Alguns exemplos rápidos:

  • Você precisa de páginas bem otimizadas para ranquear bem e os recursos de conteúdo ajudam a adquirir backlinks.
  • Posts de blogs e outros tipos produções ajudam a fornecer informações que seus compradores em potencial estão buscando e, no processo, educam e os aproximam da marca.
  • Landing pages, conteúdo para mídias sociais, vídeos e inúmeras outras formas de conteúdo apoiam suas campanhas, como por exemplo as campanhas de publicidade on-line, geração de leads, relações públicas e muito mais.

A influência do conteúdo vai além do marketing

Tome vendas, por exemplo. A maioria dos compradores de hoje analisa o conteúdo de uma empresa antes de tomar a decisão de compra. E quase metade deles consome pelo menos de 3 a 5 itens de conteúdo antes de falar com uma equipe de vendas. Segundo a Forrester, em média, os clientes leem 11,4 conteúdos antes de efetuar uma compra.

O conteúdo ajuda a impulsionar o sucesso do seu cliente. No caso do educacional, contribui aos clientes utilizarem seu produto ou serviço para atingir suas metas.

Como a Chartmogul aponta: “Nossa equipe de suporte frequentemente compartilha conteúdo de nosso blog com os clientes durante toda a jornada do cliente. Ao explicar um recurso ou caso de uso, ele geralmente conecta teoria e prática de uma maneira mais envolvente do que a documentação técnica consegue”.

Por que ficar de olho na sua estratégia de conteúdo

Uma estratégia insatisfatória não produzirá resultados significativos, e isso geralmente ocorre devido a alguns erros ou falhas comuns cometidos pelas equipes de conteúdo. Aqui estão apenas alguns dos erros que você deve conhecer.

Priorizando a quantidade e não a qualidade

Sua equipe pode produzir uma quantidade insana de novos conteúdos toda semana, e tudo isso pode dar uma impressão de uma estratégia robusta que pode gerar resultados comerciais substanciais. Na realidade, essa abordagem geralmente resulta na publicação de peças irrelevantes que não alcançam e não engajam o seu público-alvo.

A qualidade deve ser o foco número 1 e um conteúdo de alta qualidade faz com que você se destaque e ofereça ao (s) seu (s) público (s) aquilo do que eles precisam.

Segmentação do público-alvo mal feita

Para que o conteúdo forneça os resultados esperados, ele deve engajar seu público, despertar interesse, oferecer uma solução ou educá-lo sobre um tópico que esteja pesquisando. Na prática, isso significa duas coisas:

  • Publicação de tipos de conteúdo que seu público-alvo prefere / precisa / deseja.
  • Rastreando seus problemas da vida real e pontos doloridos.

Para atender aos requisitos acima, uma equipe de conteúdo deve primeiro identificar, pesquisar e entender cada público-alvo que você deseja alcançar.

Infelizmente, muitas vezes escritores e editores trabalham fora de suposições. Eles conduzem apenas uma pesquisa inicial e baseiam seu trabalho no que “eles” consideram importante para um público. Eles não conseguem entender que existem várias pessoas dentro de um mesmo público e cada pessoa tem diferentes necessidades e desejos que precisam ser abordadas especificamente.

Quando o público não é tomado em conta, o resultado é muitas vezes o dinheiro perdido em conteúdo com pouca ou nenhuma chance de engajar o público.

Falta de conhecimentos específicos da área

Este ponto é ainda mais relevante quando se trabalha com equipes externas. Agências de conteúdo frequentemente:

a.) Não possuem conhecimento suficiente do setor.
b.) Têm falta de especialistas internos do seu mercado para entregar resultados significativos.

É verdade que agências conceituadas conduzirão pesquisas aprofundadas para adquirir tais conhecimentos, mas nem todas fazem o trabalho.

Chegou a hora de aprender se algum dos erros acima está afetando a sua estratégia

Como avaliar a sua estratégia de marketing de conteúdo? Confira a seguir um checklist de 6 passos para ajudar os donos de empresas a avaliar a qualidade do conteúdo:

1 – A sua estratégia está baseada em dados?

Você já sabe que uma estratégia sólida de marketing de conteúdo leva em consideração o público e o mercado. Para isso, a equipe de conteúdo deve basear todas as suas decisões em dados e evidências concretas.

Assim, a primeira coisa que você pode analisar são os dados que uma equipe de conteúdo pode ter usado para preparar sua estratégia.

Ação: peça à sua equipe de conteúdo para apresentar sua pesquisa original conduzida para criar a estratégia.

Alguns desses dados devem incluir:

  • Informações sobre o(s) público(s), seu tamanho, características comuns, pontos problemáticos e principais “dores”.
  • Principais palavras-chave relevantes para “suas dores” e seu produto.
  • Como eles escolheram essas palavras-chave?
  • Que métodos eles usaram para encontrá-las?
  • Principais domínios com os quais você concorre.
  • Peças de conteúdo mais populares no mercado-alvo.

2 – Seu time de conteúdo tem objetivos definidos e documentados para estratégia geral e conteúdos separados?

É chocante, mas infelizmente apenas 37% das empresas têm uma estratégia de conteúdo documentada. O resto parece não ter nem uma ideia de para que eles criaram os conteúdos.

Por que não há estratégia e objetivos? A resposta costuma ser “porque demora muito”. Muitos estrategistas de conteúdo consideram o desenvolvimento de um plano de conteúdo como sua tarefa mais desgastante (de acordo com a nossa pesquisa conjunta com o Content Marketing Institute). E 22% admitem ter dificuldades na hora de decidir sobre o que escrever.

Infelizmente, como já mencionamos, para acertar o alvo, seu conteúdo deve corresponder às preferências do público e aparecer lá onde seu cliente potencial pode estar procurando.

Ação: analise o calendário editorial da equipe de conteúdo. Veja se, além de informações básicas sobre cada peça, inclui tais elementos, como:

  • O objetivo de cada conteúdo;
  • Plano de distribuição;
  • Momento oportuno para produção.

3 – Seu time conecta cada conteúdo com buyer persona relevante?

As personas ajudam as equipes de marketing a compreender melhor seus segmentos de público-alvo, fornecendo uma mensagem focada que garanta a atração de um público específico.

O mesmo é válido para o conteúdo. Sua estratégia deve segmentar compradores diferentes, com peças específicas com o objetivo de engajar segmentos relevantes. Essa é uma das razões pelas quais as melhores equipes de conteúdo mapeiam suas ideias para as personas relevantes do comprador.

Graças à isso eles sabem o que dizer e como engajar segmentos de público específicos.

Ação: analise o calendário editorial, verificando se cada ideia / parte do conteúdo tem uma buyer-persona correspondente definida.

4 – Sua equipe identificou necessidades específicas do público-alvo para criar o calendário de conteúdo?

Se há uma coisa que falta na maioria dos conteúdos de hoje é relevância. Muitas marcas escrevem sobre o que acreditam que pode engajar o público e, na maioria das vezes, essas ideias fracassam completamente.

Por quê? Porque elas são irrelevantes para as necessidades do público, ou não fornecem os conselhos que o público-alvo procura. E isso embora as informações sobre as necessidades dos seus consumidores estão disponíveis abertamente.

Todos os dias os clientes deixam um rastro de tópicos que os interessam. Eles perguntam sobre isso no Quora, nas mídias sociais ou nos fóruns da indústria. Eles usam o Google e deixam dados sobre as palavras-chave que usaram, e isso permite que os profissionais de marketing pesquisem essas informações e tendências.

Usando ferramentas como a Pesquisa por Assunto, os profissionais de marketing podem identificar rapidamente as informações que o público-alvo pretendido acha valiosas e que conselho eles podem estar procurando online.

Ação: analise seu calendário de conteúdo para avaliar como as ideias de conteúdos correspondem às necessidades do público.

Para essa ação, talvez seja necessário usar ferramentas como a citada acima, a Keyword Magic ou a de palavras-chave do Google.

5 – Sua equipe tem uma estratégia de distribuição documentada?

Não importa quão bom e bem segmentado seja seu conteúdo. Se ninguém puder encontrá-lo e lê-lo, ele irá fracassar de qualquer maneira.

Isso significa que, no mínimo, sua equipe de conteúdo deve ter uma estratégia de distribuição documentada, incluindo as seguintes informações:

  • Uma lista de canais que eles planejam usar para promover o conteúdo – com base nos canais que os públicos-alvo estão usando;
  • Ideias de distribuição específicas para cada tipo de conteúdo – com base em públicos e personas;
  • Lista de páginas de mídias sociais que seu público-alvo frequenta;
  • Lista de canais de promoção paga com informações sobre taxas de distribuição.

Ação: use ferramentas para avaliar a eficácia de seus esforços de promoção de conteúdo. A ferramenta coleta todos os dados sobre cada conteúdo, permitindo que você analise os esforços de promoção e SEO.

6 – Como está a legibilidade de cada conteúdo? Eles estão escritos na linguagem do seu público?

Para engajar o público, seu conteúdo deve ser fácil de ler e o vocabulário deve ser semelhante àquele que seu público-alvo usa. Se você criar um conteúdo difícil de ler e de entender, o leitor irá procurar as respostas em outro lugar. Se você escrever usando um tom muito simplista, seus clientes poderão começar a pensar que sua empresa não é tão profissional quanto os concorrentes.

Lembre-se: legibilidade (o nível de dificuldade de um conteúdo) desempenha um papel crucial em seu sucesso.

No último estágio dessa avaliação, você também deve verificar se o que a equipe produz corresponde às expectativas / necessidades / desejos / pontos problemáticos de seu público.

Muitas ferramentas online permitem avaliar a legibilidade de um conteúdo. Usamos o nosso SEO Writing Assistant, que além de ajudar a escrever conteúdo otimizado e oferecer informações sobre o nível de legibilidade, aponta erros comuns de escrita, como frases longas e complicadas.

Acção: Analise alguns conteúdos seus com SEO Writing Assistant. Avalie se está bem escrito ou se pode ser muito difícil de ler.

Conclusão

Você nunca deve estar no escuro sobre o desempenho do seu conteúdo. As métricas e os dados podem, às vezes, apontar algumas áreas problemáticas da sua equipe de conteúdo.

Espero que depois deste guia você tenha uma boa ideia de como avaliar o trabalho deles e garantir que forneçam conteúdo capaz de atingir suas metas de negócios.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas:

Oferecimento:
Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.