Acesso rápido

Entrega expressa: como ela auxilia na aquisição de novos clientes?

por Juca Oliveira Terça-feira, 11 de dezembro de 2018   Tempo de leitura: 6 minutos

Atualmente, o e-commerce é um dos mercados que mais investe em inovação e aprimoramento de processos. Novos produtos e serviços, preços cada vez mais acessíveis e novas estratégias de distribuição, como a entrega expressa, atraem cada vez mais clientes.

Como consequência, os lucros do setor crescem de forma significativa a cada ano. Porém, os clientes que consomem produtos das lojas eletrônicas buscam mais vantagens para justificar as suas compras.

Por isso, é importante conhecer esse padrão de comportamento e antecipar as necessidades do público consumidor. Continue com a leitura este post para saber como colocar esse diferencial competitivo em prática. Confira!

O que é a entrega expressa?

Esse tipo de serviço pode ser definido como a entrega de mercadorias adquiridas pela internet dentro de um prazo curto de tempo. Em geral, as lojas oferecem essa opção para regiões específicas, nas quais é possível realizar a entrega no mesmo dia ou em poucas horas.

Uma empresa de entrega expressa também é chamada de courier. Seu objetivo é realizar a entrega de encomenda da forma mais rápida possível. Essa é a principal diferença com relação à logística tradicional.

Como utilizar esse diferencial para conquistar novos clientes?

O tempo é um fator crucial para as empresas que atuam no comércio eletrônico. Por isso, a entrega rápida acrescenta competitividade e contribui para a atração de novos clientes que estão dispostos a pagar para usufruir desse privilégio.

Para tornar essa estratégia uma realidade, é preciso investir em ferramentas que tornem a logística de distribuição extremamente eficiente. Em um mercado integrado, as lojas virtuais precisam controlar o seu fluxo de vendas, os níveis de estoque e o planejamento das entregas.

Como colocar a entrega expressa na sua empresa?

Antes de tomar essa decisão, o gestor deve ter em mãos os dados completos sobre a operação e a viabilidade de colocar esse serviço em execução. Afinal, é preciso ter certeza de que há um público suficiente para justificar o investimento.

Mapeie o processo logístico

Por se tratar de um setor estratégico, é fundamental conhecer as atividades que compõem esse fluxo. As principais etapas envolvidas são:

  • armazenagem;
  • estoque;
  • separação e embalagem;
  • expedição;
  • transporte.

Esse é momento de revisar processos, eliminar tarefas desnecessárias e automatizar rotinas para evitar atrasos. É o momento também de realizar testes para identificar erros que possam comprometer a operação. Assim, os aspectos vulneráveis podem ser corrigidos para evitar problemas no futuro.

Aprimore a gestão de estoque

O nível de abastecimento dos estoques é um dos principais fatores que viabiliza a entrega rápida. Afinal, quando há disponibilidade do produto no momento da compra, o pedido pode ser despachado com agilidade.

Se, por outro lado, as informações são inconsistentes e não há estoque suficiente para atender a demanda, os pedidos serão entregues com atraso. Portanto, a precisão das informações representa um aspecto vital prevenir esse tipo de obstáculo.

O investimento em sistemas de gestão e a realização de inventários periódicos ajudam a minimizar as chances dessa ocorrência.

Contrate transportadoras de confiança

As empresas contratadas para realizar os serviços de courier devem ser consideradas parceiras para que a operação seja bem-sucedida. Isso que dizer que a avaliação de seus recursos e competências deve ser feita com rigor.

Existem indicadores que servem para monitorar o desempenho das transportadoras, como o SLA. A sigla significa Service Level Agreement, que pode ser traduzido como Acordo de Nível de Serviço.

Esse documento descreve diversos processos e indicadores utilizados para avaliar a qualidade do serviço. Rastreabilidade das encomendas, prazo médio de entrega e flexibilidade para lidar com entregas urgentes são alguns dos exemplos.

Monitore os prazos de entrega

Mais uma vez, a informatização dos processos revela sua importância nas rotinas de remessa. É fundamental contar com ferramentas que permitam o controle dos prazos de entrega e o nível de produtividade de cada entregador.

Desse modo é possível identificar problemas com a entrega expressa e melhorar o nível de atendimento prestado aos clientes.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.