Acesso rápido

Entenda por que o m-commerce tem crescido tanto ultimamente

por Juca Oliveira Quinta-feira, 11 de julho de 2019   Tempo de leitura: 7 minutos

As constantes evoluções das tecnologias vêm transformando diversos aspectos do nosso dia a dia, e entre eles está a forma de fazer negócios. Não é novidade que o consumidor já se rendeu aos encantos do comércio digital, e por isso, uma mudança tem chamado bastante atenção dos grandes e pequenos empreendedores: o m-commerce.

Você sabe do que se trata ou já implementou essa nova cultura na sua empresa? Quer descobrir por que o m-commerce é um caminho sem volta para o varejo online? Então, acompanhe os motivos da grande expansão desse mercado. Boa leitura!

O que é o m-commerce e como ele está impactando o mercado?

O m-commerce ou Mobile Commerce nada mais é do que uma adaptação do segmento de vendas online à nova tendência de comportamento dos consumidores: as compras realizadas via dispositivos móveis.

Mas, por que seria tão importante acompanhar essa transformação? A resposta é simples: embora o mercado virtual tenha crescido exponencialmente nas últimas décadas, a ferramenta que os usuários mais utilizavam para efetuarem suas compras eram os computadores.

Porém, com a popularização dos smartphones, redes sociais, aplicativos e o acesso aos dados móveis e recursos de segurança oferecidos por esses gadgets, a população mundial tem se rendido cada vez mais às facilidades das compras pelo celular.

Dessa forma, os e-commerces precisam se adaptar à nova realidade o quanto antes para não serem engolidos pela concorrência. De acordo com o 39º relatório da empresa Ebit, somente em janeiro de 2019, as compras realizadas por meio de dispositivos móveis tiveram um aumento de 42,8% — um percentual bem acima dos 12% de crescimento do e-commerce no ano de 2018.

Por que o m-commerce está em um ritmo de crescimento tão acelerado?

O ritmo de crescimento do m-commerce está bastante relacionado a popularização da internet e smartphones, mas em especial pela mudança de comportamento e hábitos de compra dos clientes.

O novo consumidor digital vai além da qualidade dos produtos. Ele compara preços, avalia a opinião de outros usuários e querem praticidade tanto na compra quanto no recebimento dos itens — e nos últimos anos, cada vez mais, eles têm adotado o celular para essas atividades.

Nesse contexto, o desenvolvimento de diferentes modalidades de frete, sobretudo aquelas que relacionam a conveniência e rapidez na entrega, também exercem uma influência significativa para a expansão desse conceito — a exemplo do Same Day Delivery, que são as entregas no mesmo dia da compra e o Next Day Delivery, no dia seguinte.

Enfim, as pessoas que tiveram contato com todas essas facilidades estão bastante propensas à fidelização, e ainda compartilham a experiência positiva com os outros usuários.

Quais as principais vantagens do m-commerce?

Os benefícios do m-commerce têm início desde as pesquisas despretensiosas dos potenciais consumidores na internet. Mecanismos de busca como o Google usam algorítimos que reconhecem os sites mobile friendly e concede a eles melhores posições de no rankeamento. Contudo, não podemos deixar de mencionar algumas vantagens. Veja quais são elas a seguir.

Rapidez

Além de mais fácil, o mobile commerce também consegue superar o e-commerce no quesito rapidez. Afinal, nem sempre os usuários estão diante de um desktop ou notebook, mas os smartphones geralmente acompanham as pessoas por todos os lugares — as suas lojas favoritas estão ali, ao alcance de poucos cliques.

Imagine, por exemplo, uma pessoa que já está deitada, preparada para dormir, e então recebe um e-mail de promoção daquele comércio eletrônico que já tem costume de comprar. Nesse caso, o que seria mais ágil, ela pegar o celular para conferir as novidades e fechar uma compra ou levantar para ir até o computador? Provavelmente ela deixaria para o dia seguinte na segunda hipótese.

No mundo mobile, as coisas funcionam de forma ainda mais instantâneas, e o público tem se agradado bastante de tal experiência.

Experiência de mobilidade

A experiência de mobilidade consiste em uma das chaves para o sucesso do comércio eletrônico. Especialmente diante da agitada vida moderna, os consumidores buscam processos cada vez mais práticos.

Nesse sentido, uma marca que tenha uma versão mobile friendly já sai à frente dos concorrentes. É muito mais atrativo por exemplo, passar o tempo de espera na sala de um consultório navegando pelo celular, pesquisando e comprando produtos do seu interesse.

Então, um site que não é adaptado para atender essa demanda afasta uma grande parcela de clientes. Hoje, as pessoas não querem esperar chegar em casa para abrir o computador e visitar uma loja se elas têm isso em qualquer hora do dia e ao alcance de suas mãos.

Baixo custo

O desenvolvimento e manutenção de um m-commerce via de regra é bem mais barata do que canais de atendimento como web site ou lojas físicas. Além dos aplicativos para viabilizarem as compras, ainda há uma vasta possibilidade de interação por meio de outras plataformas para tornar essa relação muito mais próxima.

Ademais, o próprio preços dos dispositivos os tornam mais atrativos e com um alcance de diferentes classes sociais — há smartphones no mercado que atendem os diferentes bolsos e gostos, sendo inclusive mais baratos que os computadores, em alguns casos.

Personalização de campanha

Com o m-commerce, as empresas conseguem atingir um grau de precisão muito maior do seu público-alvo para as campanhas. Isso porque, o desenvolvimento das suas estratégias de marketing é essencialmente direcionado a partir da definição de personas.

Por conta disso e do grande volume de informações que essas pessoas deixam nas redes sociais, aplicativos e outros canais que utilizam pelo smartphone, fica mais fácil conhecer aspectos como:

  • quem são seus potenciais clientes;
  • qual o melhor conteúdo para ser direcionado;
  • como se alinhar aos seus hábitos e interesses de compra.

Diante da crescente demanda do m-commerce, o comércio eletrônico deve acompanhar todas essas transformações de forma bem rápida, investindo esforços e recursos tanto nas opções de serviços logísticos quanto na simplificação do processo de compra, sempre com a metodologia Mobile First em vista. Isto é, adaptar os canais de venda e as entregas pensando na usabilidade, bem como na expectativa do consumidor.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.