Entenda a importância da boa logística para um e-commerce

por Rossano Cavicchiolli Terça-feira, 26 de janeiro de 2021   Tempo de leitura: 5 minutos

O conceito de logística é universal: é o planejamento e execução do transporte e controle do armazenamento dos produtos, garantindo prazos de entrega corretos aos clientes. Em outras palavras, determina o tamanho do estoque e todas as informações dos produtos, desde sua origem com o fornecedor até o consumidor.

Ainda que o termo seja igualmente utilizado na teoria, um e-commerce tem peculiaridades em relação ao comércio tradicional. Não é mais novidade que esse processo é uma peça-chave no sucesso de um e-commerce. Mesmo assim, muitos empreendedores ainda pecam em deixá-lo de lado. Mas afinal, quais são as particularidades e a importância da logística para uma loja virtual? Continue lendo que eu explicarei a seguir!

Panorama

Segundo um levantamento divulgado pelo Reclame Aqui, entre março e abril de 2020, foram registradas no site mais de 192 mil reclamações sobre atraso na entrega de produtos. Sob a mesma perspectiva — de acordo com uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) —, 61% das lojas virtuais têm como principal problema o descumprimento dos prazos, o que impacta diretamente a experiência de compra e a fidelização do cliente.

Uma empresa que não consegue ter uma boa gestão do processo logístico dificilmente consegue se destacar no mercado.

Particularidades da logística no e-commerce

A operação logística é fundamental em qualquer negócio, seja virtual ou tradicional. Entretanto, ela exige diferentes cuidados. Confira algumas diferenças:

Recebimento de mercadorias

Diferente do mercado físico que recebe os produtos em grandes volumes, o e-commerce tem o abastecimento contínuo e fracionado. Ou seja, a equipe precisa ter total conhecimento e controle sobre os níveis do estoque, para que a reposição ocorra da forma correta, sem comprometer prazos de entrega.

Estrutura do galpão

Em vez de ter apenas um grande galpão de armazenagem preparado para a movimentação de produtos e com investimento em equipamentos, um e-commerce pode ter uma uma alta quantidade de endereços com diversas estruturas de manuseio. Um exemplo de estrutura e logística de e-commerce é a Magazine Luiza, que apostou na operação omnichannel.

O formato garante mais integração entre a loja virtual e física. Reduz, por exemplo, os custos e melhorando a experiência do cliente, que pode receber ou retirar seu produto com mais facilidade. Para otimizar as entregas, a empresa conta com centros de distribuição com localizações estratégicas, além de lojas físicas funcionando como hubs de distribuição.

Forma de transporte

O transporte no e-commerce é feito, principalmente, por transportadoras e pelos Correios. Ainda assim, já existem empresas que estão investindo em frotas próprias. Um exemplo é o Mercado Livre, considerado um dos maiores e-commerces da América Latina. A empresa anunciou em novembro que lançará uma companhia formada por quatro aviões com o objetivo de aumentar a agilidade de entregas para o dia seguinte.

Processamento dos pedidos

A logística de qualquer empresa deve ser ágil. No mercado virtual, porém, há uma exigência por mais rapidez por parte do cliente, justamente pela facilidade da compra. Lojas virtuais devem ser eficientes no processamento dos pedidos, incluindo a análise do pagamento, separação, preparação e envio para o transporte.

A importância da logística para um e-commerce

Desde os menores negócios até as empresas mais reconhecidas no mercado, todas precisam se esforçar para oferecer o melhor atendimento e serviço para o cliente. O consumidor precisa sentir confiança que seu produto chegará em boas condições e dentro do prazo, sem ter que lidar com problemas ou burocracia.

Por isso, é fundamental que o empreendedor dê importância para a logística e todos os seus processos necessários, da aquisição até a entrega para o consumidor.

Uma boa gestão de logística garante maiores diferenciais competitivos — já que ganham autoridade no mercado —, reduz custos, desperdícios e diminui reclamações dos consumidores.

Adote plataformas eficientes de gestão

Lidar com toda a logística de um e-commerce não é fácil, mas existem ferramentas que podem auxiliar a gestão desta área. Uma opção que tem sido cada vez mais usada e que também é considerada uma tendência para os próximos anos é o uso de ERPs (Enterprise Resource Planning).

Trata-se de um sistema de gestão empresarial que integra todas as informações da loja virtual em um mesmo lugar. Ou seja, facilita o acesso a todos os dados de diferentes setores, da logística até a área de marketing. Assim, um ERP pode ser um grande aliado na hora de planejar e controlar as operações de logística da sua empresa.

Aproveito para convidá-lo(a) para saber mais sobre as vantagens de ter um ERP no seu negócio.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.