E-mail marketing ainda funciona para e-commerce? Erros e acertos do canal

por Rodrigo Martucci Quarta-feira, 21 de outubro de 2020   Tempo de leitura: 3 minutos

Com a alta concorrência online e a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), uma pergunta ronda os gestores de e-commerces: ainda vale a pena fazer e-mail marketing?

Em razão de um cenário tão dinâmico, há quem considere a possibilidade de investir em outros métodos e até mesmo lançar mão de práticas ruins no e-mail marketing.

O que evitar?

Uma das consequências da má utilização do e-mail marketing é o hard bounce. Isso ocorre quando há algum erro no endereço do destinatário ou quando os provedores bloqueiam mensagens enviadas por remetentes específicos.

O hard bounce é um efeito para todas as mensagens enviadas em excesso, e principalmente sem autorização (no caso da compra de lista de e-mails). Quando isso acontece, suas mensagens são consideradas indesejadas e você é identificado como um spammer.

E-commerces que enviam conteúdos não autorizados se queixam de não veem resultados com e-mail marketing. Muito disso se deve à compra indevida de bases de e-mail, em que nem todos os usuários estão interessados no produto ou serviço em questão.

Como consequência, as taxas de abertura e de cliques serão baixas. Além de afetar negativamente o desempenho das suas campanhas, esses índices comprometem a entregabilidade das mensagens e a reputação da empresa — que acaba sendo reconhecida por fazer uma comunicação invasiva.

O que fazer?

E-commerces precisam se comunicar de forma transparente e atrativa com os clientes, tendo em mente que a urgência e o tempo são muito valorizados hoje em dia. Uma proposta que atende a essas características é o inbound marketing, cujo foco está em gerar valor para o público, buscar soluções para suas dores, entender suas motivações e auxiliar nas decisões de compra.

Ao implementar as estratégias de inbound marketing na sua loja, será possível conseguir informações importantes dos usuários. Isso contribui para um relacionamento mais eficaz e permite trabalhar com públicos segmentados para oferecer os conteúdos certos.

As técnicas de inbound vão possibilitar criar uma relação de confiança e credibilidade dos clientes com a marca. Com esse vínculo, você vai conseguir entender cada vez melhor o que a sua audiência quer e, a partir daí, oferecer soluções personalizadas.

Mensuração de resultados

Avaliar os resultados é o ponto principal do trabalho com e-mail marketing para e-commerces. Afinal, a partir dessa análise você vai saber se está no caminho certo, o que deve fazer de diferente e como pode melhorar para potencializar as campanhas que estão trazendo retorno. Acompanhe de perto, faça testes A/B e anote os desempenhos em relatórios.

E quais taxas são essenciais para acompanhar? Elas podem variar de acordo com o tipo de atividade do negócio, com as estratégias utilizadas para nutrição e segmentação e, claro, de acordo com os seus objetivos.

Em geral, existem cinco métricas básicas para acompanhar em campanhas de e-mail marketing. Nesse caso, são as taxas de:

  • abertura
  • cliques
  • descadastro
  • spam
  • faturamento

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.