Acesso rápido

E-content, a vitrine digital da sua marca

por Flávio Salomão Quinta-feira, 17 de janeiro de 2019   Tempo de leitura: 3 minutos

O e-commerce entrou de vez na vida dos brasileiros. Dados da 38º pesquisa Webshoppers, do Ebit, mostram que o comércio online faturou R$ 23,6 bilhões no primeiro semestre de 2018, um aumento de 12,1% em relação ao ano anterior. Deste montante, 32% das transações foram realizadas por meio de dispositivos móveis.

Diante deste cenário, fazer com que o seu produto se diferencie na internet se torna cada vez mais necessário para atender um consumidor exigente e multicanal. Por esta razão, 2019 deve ser o ano em que as marcas precisarão rever sua estratégia digital de marketing. Ou seja, elas deverão oferecer a melhor experiência ao consumidor e influenciar positivamente o momento crítico da compra.

Aqueles que optam por adquirir um produto pela internet querem muito mais do que encontrar o melhor preço. Pesquisas mostram que 91% destas pessoas acreditam que o conteúdo detalhado sobre o item desejado é fundamental na hora da compra. Ou seja, os consumidores clamam por informações de qualidade.

Adequar o produto às necessidades do varejo online também inclui, é claro, o marketplace. Afinal, ele foi o principal responsável por 19,9% da taxa de crescimento desse mercado em 2017, segundo a mesma pesquisa do Ebit.

Saber trazer a voz da marca à tona pode ser decisivo para aproximar o consumidor do produto e fazer com que isso se torne uma experiência de sucesso com a empresa. Um exemplo é que 80% destes usuários pesquisam informações online antes de adquirir o produto. Outro dado mostra como o e-content pode ser decisivo nesta experiência: 25% das devoluções no e-commerce são por erro de especificação do item comprado.

Agregando conteúdo

Assim, o e-content (ou vitrine digital) tem o objetivo de reverter esse cenário. Principalmente quando agregar conteúdo à marca de forma criativa, a fim de gerar uma experiência de compra positiva. Para o consumidor, encontrar as informações certas, de forma simples e rápida, é fundamental na trajetória em busca do produto almejado. E isso pode resultar em fidelidade com essa marca no futuro.

Se antes melhorar a experiência do consumidor era sinônimo de alto custo e personalização, hoje a vitrine digital soluciona esse desafio. Ela combina a singularidade do produto com escalabilidade. Ou seja, preserva a experiência com aquele determinado item, ao mesmo tempo que oferece a padronização técnica exigida pelos principais varejistas. Isso já ocorre em um terço de tempo e custo do passado.

Além disso, pense que para os mecanismos de busca, ou seja, para o seu produto ser encontrado com facilidade, o conteúdo é fundamental. Com informações mais detalhadas, as reclamações sobre o produto no SAC também diminuirão e os custos com logística reversa serão economizados.

Por fim, com vitrine digital todos ganham: a marca, porque terá mais chances de converter um lead em compra; o varejo, pois poderá utilizar o conteúdo e também atrair consumidores; e o mais importante elo dessa cadeia: o cliente, que se sentirá mais seguro diante da compra e à vontade para voltar

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.