Acesso rápido

E-content, a vitrine digital da sua marca

por Flávio Salomão Quinta-feira, 17 de janeiro de 2019   Tempo de leitura: 3 minutos

O e-commerce entrou de vez na vida dos brasileiros. Dados da 38º pesquisa Webshoppers, do Ebit, mostram que o comércio online faturou R$ 23,6 bilhões no primeiro semestre de 2018, um aumento de 12,1% em relação ao ano anterior. Deste montante, 32% das transações foram realizadas por meio de dispositivos móveis.

Diante deste cenário, fazer com que o seu produto se diferencie na internet se torna cada vez mais necessário para atender um consumidor exigente e multicanal. Por esta razão, 2019 deve ser o ano em que as marcas precisarão rever sua estratégia digital de marketing. Ou seja, elas deverão oferecer a melhor experiência ao consumidor e influenciar positivamente o momento crítico da compra.

Aqueles que optam por adquirir um produto pela internet querem muito mais do que encontrar o melhor preço. Pesquisas mostram que 91% destas pessoas acreditam que o conteúdo detalhado sobre o item desejado é fundamental na hora da compra. Ou seja, os consumidores clamam por informações de qualidade.

Adequar o produto às necessidades do varejo online também inclui, é claro, o marketplace. Afinal, ele foi o principal responsável por 19,9% da taxa de crescimento desse mercado em 2017, segundo a mesma pesquisa do Ebit.

Saber trazer a voz da marca à tona pode ser decisivo para aproximar o consumidor do produto e fazer com que isso se torne uma experiência de sucesso com a empresa. Um exemplo é que 80% destes usuários pesquisam informações online antes de adquirir o produto. Outro dado mostra como o e-content pode ser decisivo nesta experiência: 25% das devoluções no e-commerce são por erro de especificação do item comprado.

Agregando conteúdo

Assim, o e-content (ou vitrine digital) tem o objetivo de reverter esse cenário. Principalmente quando agregar conteúdo à marca de forma criativa, a fim de gerar uma experiência de compra positiva. Para o consumidor, encontrar as informações certas, de forma simples e rápida, é fundamental na trajetória em busca do produto almejado. E isso pode resultar em fidelidade com essa marca no futuro.

Se antes melhorar a experiência do consumidor era sinônimo de alto custo e personalização, hoje a vitrine digital soluciona esse desafio. Ela combina a singularidade do produto com escalabilidade. Ou seja, preserva a experiência com aquele determinado item, ao mesmo tempo que oferece a padronização técnica exigida pelos principais varejistas. Isso já ocorre em um terço de tempo e custo do passado.

Além disso, pense que para os mecanismos de busca, ou seja, para o seu produto ser encontrado com facilidade, o conteúdo é fundamental. Com informações mais detalhadas, as reclamações sobre o produto no SAC também diminuirão e os custos com logística reversa serão economizados.

Por fim, com vitrine digital todos ganham: a marca, porque terá mais chances de converter um lead em compra; o varejo, pois poderá utilizar o conteúdo e também atrair consumidores; e o mais importante elo dessa cadeia: o cliente, que se sentirá mais seguro diante da compra e à vontade para voltar

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.