Acesso rápido

Quero ter um e-commerce: por onde começo?

por Geyzom Aragão Quarta-feira, 13 de junho de 2018   Tempo de leitura: 11 minutos

Muitos me procuram compartilhando o interesse pelo varejo online, mas após ouvir suas intenções e expectativas, identifico que nem sempre há uma ideia clara sobre o negócio. Este é o principal motivo pelo qual muitos empresários se perdem no caminho e o sonho se resume a prejuízos e frustrações.

Você sabe o que é um projeto de e-commerce? Não basta criar a estrutura, subir produtos e esperar pelas vendas. É preciso entender que o sucesso de qualquer projeto exige um planejamento minucioso e estratégico. Se não sabe por onde começar, listarei alguns tópicos que podem auxiliar neste processo.

Marca

A primeira impressão é a que fica! Já refletiu sobre este ditado? Quando temos o primeiro contato com alguém, a postura, a aparência e o nome dizem muito a seu respeito. Desta maneira, sua marca deve “contar uma história”, resumindo em um nome, como seu e-commerce será visto e lembrado.

Em quais tópicos pensar ao criar uma marca:

  • liste todas as suas ideias;
  • fuja dos termos comuns;
  • o ideal é que o nome seja auto-explicativo;
  • sua marca deve sugerir o tipo de produto ou serviço ofertado;
  • verifique se a opção escolhida está disponível para registro (www.suamarca.com.br).

Se ainda tiver dificuldades para definir o nome, siga para os próximos tópicos e ao final o encontrará!

Público

Entender seu público é muito importante para garantir o sucesso do negócio. Por isso, vou te levar à algumas reflexões sobre seu produto ou serviço:

  • gera interesse a qual sexo? (masculino, feminino, ambos);
  • qual faixa etária se identificaria? (De 18 a 24, 25 a 34, 35 a 44, 45-54, 55-64, acima de 65 anos);
  • quem se interessa pelo seu produto, também se interessa por quais outros produtos;
  • a qual classe social se destina? (A, B, C, AB, BC, todas).

Encontrar as respostas para estes questionamentos, vai direcioná-lo no processo de definição das estratégias, linguagem de comunicação, valor médio do produto e também volume base de estoque para começar.

O segmento

Moda e Acessórios, Casa e Decoração, Eletrônicos, Pet Shop, Telefonia, Games, Outros? Certamente fica se perguntando qual segmento irá lhe proporcionar maior faturamento. Se fizer uma pesquisa online, terá noção dos e-commerces que mais faturam. Mas não utilize estas informações como uma uma verdade absoluta para definir o futuro do seu e-commerce.

Fugir do óbvio é um desafio, mas também uma grande oportunidade que o levará onde poucos estão, despertando interesses, descobrindo um novo público e nicho de mercado de forma assertiva.

“Tenha paixão por aquilo que você faz” soa como uma frase clichê? Mas é verdadeira. Escolher um segmento com o qual você se identifica facilitará muito esta jornada, pois saberá sempre qual a real necessidade do seu público, oferecendo-lhe o produto certo no momento certo. Agora sim, você está mais perto de obter o faturamento desejado.

Concorrência

Conheça sua concorrência, estude quem são eles, qual linguagem utilizam e o que estão fazendo. Se ainda não sabe como encontrá-los, utilize os sites de busca e procure por produtos iguais ou semelhantes aos que serão disponibilizados em sua loja virtual. Os primeiros nomes exibidos são os que possuem maior relevância. Então, eleja 3 como os principais e analise todas as informações sobre cada negócio:

  • há quantos anos esta empresa existe?
  • possui loja física? Em qual cidade/região?
  • como está a avaliação dos seus clientes no www.reclameaqui.com.br?
  • possui presença nas redes sociais? Veja os likes, compartilhamentos e avaliações;
  • quais métodos de pagamento disponibilizam?
  • com qual frequência atualizam os banners e promoções no site?
  • como o produto é enviado? Correios, transportadora, outros?
  • entenda como é a navegação pela loja virtual;
  • simule ou realize uma compra para entender como se comunica com os clientes.

Esta análise fará você entender quais os pontos fortes e fracos da sua concorrência. Utilize os pontos fortes como referência para ir além e os pontos fracos como oportunidade para sair na frente e conquistar seu espaço.

Diferencial

Os consumidores online não buscam apenas por produtos, mas pela solução que atenda sua necessidade, seja ela informação, produto, serviço, etc. Para conquistar esse consumidor e torná-lo seu cliente é preciso impressionar e cativar, comunicando-se com clareza e atendendo aos seguintes pontos:

  • gerar confiança e credibilidade na sua marca;
  • ter uma loja virtual amigável e de fácil navegação;
  • diversificar o mix de produtos e categorias relacionadas ao seu segmento;
  • proporcionar opções e facilidades de pagamento;
  • definir estratégias de marketing e vendas (canais de mídia, parceiros, promoções, desconto, cupom?).

No universo online, as empresas “se copiam” com facilidade. Então, seja diferente e faça com que sua marca ofereça uma experiência única ao seu público!

Tecnologia

Este é um dos itens que mais gera insegurança e dúvidas, podendo contribuir ou comprometer seu projeto como um todo. Por isso, exige uma atenção especial no seu planejamento. Para facilitar, vou desmistificar o que você precisa:

  • Domínio

O nome de domínio é o endereço a ser informado no navegador para acessar seu site (www.suamarca.com.br). Após definir o nome da sua marca, faça o registro de domínio para garantir que não será usado por outra empresa.

  • Hospedagem

Após registrar seu domínio, defina o servidor onde irá hospedar toda estrutura do seu e-commerce (textos, imagens, arquivos, etc.). Não basta ter um “endereço” (domínio), é preciso ter onde “morar” (hospedagem).

  • Plataforma

É a base de toda operação do e-commerce.

Atualmente existem várias plataformas de e-commerce no mercado. Entenda os diferenciais de cada uma delas e qual se adequa à sua necessidade. Geralmente, as plataformas mais robustas, oferecem o domínio e hospedagem como um diferencial na contratação.

Dedique seu tempo e atenção para definir de forma assertiva sua tecnologia. Se inicialmente não puder investir em uma estrutura mais robusta, não desanime e comece menor. Com o tempo e crescimento da sua empresa, faça as mudanças necessárias gradativamente.

Planejamento estratégico

“Tenho uma marca bacana, um e-commerce bonito e um bom mix de produtos, mas não estou vendendo!”. Escuto isso com frequência e muitos acreditam que ao lançar uma loja virtual, terá um retorno imediato sem nenhum esforço. Não se engane!

Não basta ter um e-commerce, é preciso ter estratégia. O consumidor online é imediatista e seu comportamento e interesses mudam com frequência. Por isso, é necessário traçar um planejamento, definir quais ferramentas e canais online serão utilizados, aplicar testes e mensurar os resultados. Nesta etapa, profissionais especialistas ou agências de performance podem auxiliá-lo no processo.

Considerações finais

Neste artigo, compartilhei alguns pontos que devem ser considerados. Durante o processo, você irá se deparar com vários outros pontos e situações que deverão ser devidamente analisados e tratados. Não se deixe levar pela empolgação e ideias criativas, então faça seu planejamento de ponta a ponta, siga estas dicas e certamente terá sucesso.

Espero ter contribuído e incentivado seus primeiros passos. Desejo sucesso e boas vendas!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.