O que o mercado de e-commerce pode aprender com as startups de sucesso?

por Tatiana Pezoa Quarta-feira, 25 de outubro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

Você pode amar ou odiar a Amazon, mas o fato é que ela se enxerga até hoje como uma startup, no sentido de estar constantemente aprendendo, fazendo experimentos e tirando lições dos erros. É o que o Google já chamou de estar eternamente em “beta”, no sentido de ter um processo de melhoria contínua.

O mercado de e-commerce no Brasil – com raras exceções – tem um problema que beira a dupla personalidade: não sabe se é varejo ou tecnologia. Não tem o hábito como as startups de fazer validações sistemáticas e por isso não inova de forma efetiva.

Não sou a dona da verdade, mas acredito muito em tudo o que aprendi com quem fez decolar sua startup. Por isso, quero compartilhar alguns insights que se bem usados e vividos pelos e-commerces podem (e vão!) chegar no tão esperado sucesso.

1. “A única maneira de vencer é aprender mais rápido que os outros” – Eric Ries (The Lean Startup)

A palavra mágica é aprender. Ter foco em genuinamente ouvir o cliente e entender suas necessidades. Não para agradar a todos, mas descobrir para quais segmentos de clientes você deve focar a médio e longo prazo. Como diz Fabricio Bloisi da Movile, o segredo é errar – mas errar rápido e barato.

A dica principal do Eric Ries é aprender o que os consumidores realmente querem, e não o que eles falam que querem ou o que achamos que eles querem. Uma ótima opção para isso é coletar os reviews dos seus clientes, mas atenção, para que os dados sejam relevantes é preciso coletar apenas de quem realmente comprou na sua loja.

2. “Se você não está cometendo nenhum erro, então não está tomando decisões realmente importantes.” – Catherine Cook (MeetMe)

Você obviamente precisa acertar mais do que errar e não é fácil tomar as decisões certas. Gosto do que diz Tallis Gomes, fundador da Easy Taxi e Singu: para uma tomada de decisão perfeita é preciso saber: 1. Qual decisão precisa ser tomada; 2. Até quando? 3. Quem deveria ser consultado? 4. Quem decide? 5. Quem veta ou endossa? 6. Quem precisa ser informado? Parece muita coisa, mas quando você se acostuma vai no “automático”. 🙂

3.”Se você dobrar o número de experimentos que faz por ano, você irá dobrar a sua inventividade.” – Jeff Bezos (Amazon)

Parece óbvio não? A dificuldade aqui é ter a disciplina de executar “x” experimentos por ano e não deixar a rotina do dia a dia servir de álibi para não fazer testes e experimentos. O famoso mantra das startups, Build-Measure-Learn (Construir, Medir e Aprender), só funciona se você dedicar tempo e esforço para experimentar coisas novas.

4. “Você deve aprender com seus concorrentes, mas nunca copiá-los. Copie e sua empresa irá morrer.” – Jack Ma (Alibaba)

É sempre bom ter os concorrentes no “radar”, mas se você pautar suas ações copiando o que eles estão fazendo, nunca irá tomar a melhor decisão. A dica então é ouvir seus clientes e não seus competidores.

5. “Faça com que cada detalhe fique perfeito, mas limite o número de detalhes que deve perfeccionar.” – Jack Dorsey (Twitter)

A dica aqui se refere a sempre buscar ter o melhor produto/serviço possível (entenda por ter a melhor experiência de uso do seu e-commerce). Fazer menos coisas, mas muito bem feitas. A Apple também sempre seguiu esse caminho. Lembro do meu primeiro iPhone em 2007: tinha poucas funcionalidades (não tinha nem Copy/Paste na época), mas as que tinha eram perfeitas.

6. “Quando algo é realmente importante, você tem que fazer, mesmo se as chances não estiverem a seu favor.” – Elon Musk, (Tesla, etc)

Paul Graham, da YCombinator, costuma dizer que o problema com ideias muito inovadoras é que elas nos assustam e muitas vezes as rejeitamos simplesmente por causa disso. As maiores e melhores ideias nos parecem quase como uma ameaça e nos perguntamos se temos a vontade e a ambição suficientes para tirá-las do papel. É neste ponto que 99% desiste.

7. “Os últimos 10% de esforço para lançar algo, tomam a mesma energia do que os primeiros 90%” – Rob Kalin (Etsy)

Essa você já sentiu na pele com certeza. A equipe técnica, por exemplo, demora 20 dias para chegar a 90% de uma nova grande funcionalidade. Só que os últimos 10% também levarão +20 dias. Se você, como gestor, não levar isso em consideração, vai errar nos prazos e na estratégia.

8. “Quando fomos pioneiros nos reviews de clientes, foi incrivelmente controverso. Recebi cartas de editoras dizendo: ‘Você não entende o seu negócio. Você ganha dinheiro quando vende coisas. Apague esses comentários negativos dos clientes!’ Nós nunca fizemos nada de grande valor que não foi pelo menos um pouco controverso quando o fizemos.” – Jeff Bezos (Amazon)

Essa é quase auto-explicativa. Tem que haver ousadia caso você queira liderar o mercado. O custo de ser pioneiro é não se importar em ser mal interpretado no início. Pessoas tem medo de pensar diferente e isso é mortal se você quer inovar.

9. “O mundo vai ter muito mais mudanças nos próximos 10 anos do que teve nos últimos. 10. Qual vai ser a posição de vocês?” – Fabrício Bloisi (Movile)

Deixei por último a citação de um empreendedor brasileiro fora da curva, baiano arretado que faz uma provocação que cabe a todos nós que trabalhamos no e-commerce. O momento é de sair na frente: inovar, fazer primeiro. Mas para isso a premissa é pensar grande, executar rapidamente e aprender continuamente com os erros.

Gostou? Saiba que esta semana nos dia 26 e 27 de Outubro acontece o CASE   maior evento de startups da América Latina. Vale muito a pena para abrir a cabeça e ter milhões de insights.

Colaborador: Horacio Poblete.

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.