Acesso rápido

E-commerce: 5 estratégias para fazer seu negócio decolar

por Sabrina Nunes Terça-feira, 09 de julho de 2019   Tempo de leitura: 9 minutos

É comum que as pessoas pensem que ter um negócio, principalmente, um e-commerce signifique lucratividade instantânea. Mas, infelizmente, não é bem assim. Caso fosse todo mundo abriria a sua empresa, não é mesmo?

A loja virtual, assim como qualquer outro negócio, não existe uma fórmula mágica que vai fazer o seu negócio crescer de um dia para o outro. Na verdade, você vai precisar trabalhar muito, se dedicar integralmente, estudar e, principalmente, agir. Tirar sua ideia do papel!

Não existe moleza quando se trata de abrir sua loja virtual. É necessário trabalhar noites inteiras, sábados e domingos, mas, quando a gente tem um sonho, tudo vale a pena. E, se você não acredita que possui as habilidades certas para fazer o seu negócio decolar, saiba que disciplina, estudo e ação são mais importantes do que habilidades.

Por isso, escolhi cicnco estratégias que, feitas com muito empenho, vão te trazer ótimos resultados. São elas:

1 . Os clientes

Trabalhar no universo digital é bem diferente do físico, pois quando você tem uma loja física as pessoas passam em frente ao seu estabelecimento a todo tempo e, quando interessados, entram ou comentam com familiares e amigos.

Mas e quando a loja é virtual? Quando a nossa loja é online, a gente também precisa de pessoas que entrem em nosso site e indiquem para outras pessoas, mas, onde, como e quando encontrar essas pessoas?

Elas vão procurar por você (caso já conheça sua marca) no Google ou até mesmo nas redes sociais. Caso sua marca ainda não seja conhecida, elas irão procurar pelo produto/serviço que estão interessadas e, consequentemente, caso seu produto tenha relação, seu site aparecerá como uma opção.

Mas, não pense você que é simples assim. Na verdade, você precisa de ajuda externa para conseguir que seu site apareça entre as opções. Por este motivo é importante que você invista em SEO para ser encontrado com mais facilidade na hora da busca. Afinal, menos de 90% das pessoas que pesquisam no Google passam para a segunda página.

Dica 1: usar o Google Meu Negócio, uma ferramenta totalmente gratuita e que aumenta muito a quantidade de visitas no site.

Dica 2: investir em um blog com conteúdos otimizados (SEO) e relevantes para o público final.

2 . Quem não é visto, não é lembrado

Não é sempre que a pessoa vai comprar o seu produto na primeira visita ao seu site. É como aquela famosa frase “Só estou dando uma olhadinha”. Por isso, é importante que, ao visitar o seu site, o seu potencial cliente comece a ver você em todos os cantos.

Isso é possível através do remarketing. Outra forma é postar com frequência nas redes sociais, Facebook e Instagram. Dependendo da sua estratégia até o LinkedIn pode ser uma ferramenta importante para o seu negócio.

Outra maneira, que tem conquistado espaço e verba de marketing dentro das empresas, é a parceria com influenciadores digitais, pois eles são formadores de opinião e podem ajudá-lo(a) a alcançar seu público-alvo. Eles têm a capacidade de converter clientes em fãs.

Mais do que isso, o influencer pode opinar de maneira positiva ou negativa sobre seu produto/serviço, empresa, atendimento etc. Por isso, tenha sempre um produto de qualidade, uma entrega satisfatória e um relacionamento duradouro.

Ah, e claro, não esqueça do e-mail marketing, pois ele também é uma forma muito eficaz de garantir que o seu cliente ou potencial cliente lembre sempre de você e de seu produto.

Dica 1: existem influenciadores de todos os tamanhos e que atingem inúmeros públicos, por isso, estude qual atende melhor a necessidade da sua empresa. Independente de ser pago, permuta ou gratuito.

Dica 2: geralmente os influenciadores cobram para fazer a divulgação, publi. Pode ser dinheiro, permuta (de serviços/produtos) etc. Outros (menores) não cobram para fazer essas ações. Eles fazem mais pela visibilidade, relacionamento, entre outros motivos. Então, avalie qual faz sentido para seu negócio.

3 . Valorize o seu cliente, principalmente, o número 1

Lembre-se sempre: não existem 100 clientes sem antes existir o cliente número 1.

Todo mundo quer ter muitos clientes e arrasar nas vendas, mas isso só é possível se a gente valorizar cada um deles. Antes de colocar como meta ter 100, 200 ou mais pedidos no mês, comece com um pedido ao dia.

Dessa forma, vendendo diariamente, você irá se manter motivado para seguir em frente. Lembre-se que as coisas acontecem aos poucos, com calma. Alguns dias serão melhores que outros, mas isso não é motivo para desânimo.

Dica 1: geralmente os lojistas fazem promoções, parcerias, enfim, ações em massa para encantar seus clientes. Mas você já pensou em fazer ações menores e específicas para alguns dos seus clientes? Como, por exemplo, o cliente número 1.

Dica 2: um post em uma rede social com a foto da pessoa, um bilhete escrito à mão, um produto/serviço da sua loja. Essas ações interferem pouco ou nada no seu fluxo de caixa, mas vão fazer toda diferença para quem recebe!

4 . O famoso boca a boca

Praticamente todo o processo numa loja online é feito através de plataformas na internet, por isso, não deixe que seu cliente sinta que ele está comprando de robôs. Mostre a eles que por trás de um site da internet existem pessoas que cuidam daquele pedido com todo carinho.

Da mesma forma, é necessário que você entenda que por trás daquela compra existe uma pessoa que acreditou no seu trabalho e está criando expectativas para o momento da entrega.

Gosto de falar sobre a entrega do produto, pois muitos e-commerces entendem que vendeu, colocou na embalagem, a venda já foi concluída com sucesso e o relacionamento com o cliente acabou. Isso é um erro!

Na verdade, o relacionamento com esse cliente só está começando. Uma entrega no prazo, uma embalagem personalizada, um cheiro que remete a sua marca, um bilhete personalizado. Tudo isso faz muita diferença. Compreender isso é uma das estratégias mais poderosas para o sucesso do seu e-commerce.

5. Futuro

É primordial que você tenha um plano de negócio e, mais que isso, que você saiba onde quer chegar, pois assim suas conquistas, acertos e erros diários irão te proporcionar conhecimento sobre você, seu negócio e, principalmente, seu público.

Quais são seus objetivos?

Você quer ter pouca lucratividade, mas vender muito ou ter mais lucro e menos vendas? Definir isso em seu negócio muda muito a forma de se comunicar com o seu cliente. Por este motivo, é essencial ter em mente os objetivos do seu negócio, e lembre-se de valorizar seu cliente, tenha você uma loja física ou online.

Leia também: “O Brasil ainda tem potencial para investir em empresas”, afirma diretora do Google

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.