Acesso rápido

Digitalização: e o usuário que não sabe usar o computador?

por Mauro Tschiedel Quinta-feira, 15 de agosto de 2019   Tempo de leitura: 4 minutos

Vou contar uma história aqui para embasar um pensamento meu sobre um impacto futuro que podemos não estar enxergando.

Estou dando aulas de informática para alguns meninos e meninas em um projeto social, aqui em Santo Ângelo (RS). Estes alunos têm menos de 18 anos e quase todos possuem celular. Alguns com internet móvel (3G, 4G, etc) e poucos com internet em casa.

O projeto chegou numa fase em que começamos a ensinar Excel. Pedi para eles escreverem Janeiro e Fevereiro, selecionar e arrastar — a mágica aconteceu e os meses foram preenchidos. Terminei a aula e uma menina veio com a pergunta, aparentemente simples.

– Professor, tem Excel no celular?

Ao que respondi:

– “Não. O que teria é um Google Sheets, mas não é muito prático de usar no celular”.

Notei um ar de tristeza no rosto dela, mas não tive muito o que fazer. Voltei para a empresa, sentei no meu computador e comecei a trabalhar no Google Data Studio — integrado à uma planilha do Google Sheets e Mysql para estudar mudanças de comportamento no meu e-commerce.

Meu expediente chegou ao final. Entrei no carro, me lembrei da pergunta e fiquei pensando nela. Durante o pensamento me deu um estalo e um pouco de preocupação tomou conta da minha cabeça. Preocupação essa que poderá impactar muito na mão de obra disponível ao mercado no futuro.

Digitalização?

Estamos evoluindo muito em pessoas conectadas e “digitalizadas”. Tudo leva a crer que teremos cada vez mais gente com acesso à internet. E isto é comemorado por todos os segmentos. E deve ser!

Eu imagino que este incremento da digitalização é realizada por meio da difusão do celular. As famílias estão tomando a decisão de ter ou não computador (desktop ou notebook). Os motivos para não ter podem ser a falta de dinheiro, considerar desnecessário, imaginar que o celular substitui ele. Acredito que cada vez menos casas terão computador.

Mas isto não vai ter impacto no dia à dia. Isso é bom, né, Mauro? Como sou meio pessimista, acho que não será bom. E deveríamos começar a pensar sobre isto.

A digitalização e o computador

Em nossas empresas, a maioria das tarefas demanda o uso de um computador. Portanto, os trabalhadores basicamente precisam saber usar computador, certo? Ao selecionar um funcionário, você contrata ele por que saber usar WhatsApp ou Word, Excel…?

Como teremos mão-de-obra com conhecimento de uso de computador, se eles não têm acesso fácil? Eles vão argumentar que podem fazer curso. Pare e pense: quantas vezes contratou uma pessoa por ter feito curso de Word ou porque ela sabia usar o Word?

As pessoas estão se digitalizando baseadas em acesso às redes sociais, bancos e compras (mobile, mobile, mobile). Tá, mas quais destas “aptidões” realmente são necessárias em uma empresa no dia a dia para a maioria das atividades?

Acho que já entenderam o problemas que poderemos enfrentar pela “digitalização” com o uso do celular como base. Mas, para quem não entendeu, outro exemplo:

Dias atrás, estava cotando um móvel. O vendedor veio me apresentar os produtos usando um software para móveis (Promobi). Minha filha, no auge de seus 8 anos, ficou olhando, curiosa. Quando ele saiu, ela rapidamente veio perguntar se podia desenhar no computador como o cara fez. Apresentei para ela o sketchup Web (no computador) e ela ficou lá, tentando desenhar, aprendendo.

Isto aconteceria se em casa só houvessem celulares e tablets? Por isso, minha opinião é: precisamos pensar maneiras de a população continuar com acesso a computadores. E, assim, verdadeiramente se digitalizar com conhecimento no mesmo nível — e não apenas usar a digitalização para o consumo. Pense nisto!

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

 

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.