Conheça dicas para a sua marca crescer de forma sustentável

por Raquel Lisboa Quinta-feira, 14 de dezembro de 2017   Tempo de leitura: 3 minutos

Com a competitividade aumentando a cada dia, é necessário definir diferentes estratégias-chave para garantir a rentabilidade e o sucesso do seu negócio. Se não há uma busca contínua por engajamento, controle de gastos e otimização das atividades e do tempo, ficará mais difícil crescer sustentavelmente.

Já parou para pensar sobre isso? O que você tem feito e o que pode ser melhorado? Separei alguns aspectos essenciais para se observar e aprimorar. Acompanhe:

  1. Fidelize seu cliente

Fazer com que o cliente se interesse por sua marca e volte a comprar com você não é tarefa fácil. Depende de uma série de ações que podem fazer toda a diferença. Porém, uma das principais é oferecer um atendimento humanizado.

Tratar seu consumidor com atenção, da maneira que você gostaria de ser atendido é o primeiro passo. Colocar-se no lugar dele, compreender suas necessidades e estar disponível para tirar suas dúvidas contam muito.

Além disso, temos o pós-venda: ligar ou mandar um e-mail para saber se o cliente recebeu o produto em boas condições, se agradou e/ou superou as expectativas, entre outros aspectos, é uma boa maneira de fazer com que ele se sinta especial.  

A partir de então, é possível criar uma série de ações tanto para as redes sociais, quanto para e-mails marketing. Conhecendo melhor o seu consumidor, será muito mais fácil fazer uma triagem e criar comunicações mais segmentadas e naturais.

Por último, não se esqueça: nunca deixe de acompanhar a concorrência e sites de análise, como o Reclame Aqui. São nesses meios que você poderá encontrar novas ideias para interagir e, até mesmo pelo erro do outro, tomar cuidados redobrados para não acontecer igualmente no seu e-commerce.

  1. Perceba o momento certo para lançar novos produtos

Para saber se é o melhor momento, é necessário considerar, antes de tudo, se há uma possibilidade financeira para isso: os cálculos de gastos, custos, estimativas de venda e o crescimento a médio e a longo prazo estão em sintonia? Se sim, pensemos em outras especificidades.

Nem todo produto possui saída contínua ao longo do ano. Por isso, considere a sazonalidade; por exemplo: biquínis e maiôs alcançam altos níveis apenas no verão. Assim, é preciso se preparar para o inverno – pensar em promoções e conter os gastos.

Seguindo ainda o modelo anterior, observe as características do produto e do público-alvo: o design é atual para a alta temporada? O target é feminino, porém será para jovens ou adultas mais maduras? Todas essas e outras questões devem estar equilibradas.

Por fim, considere qual será o seu diferencial diante da concorrência. Pode ser frete grátis, material de melhor qualidade, preço mais baixo, brindes, enfim, o que você fará para chamar a atenção da sua clientela. Pensando em todos esses aspectos, será então muito mais fácil definir o produto e o momento, além de quais canais serão certeiros para a divulgação.

  1. Otimize a gestão do seu negócio

Ter um e-commerce é sinônimo de ter inúmeras tarefas todos os dias: pedidos, atendimentos, reuniões, insights e mais uma infinidade de ocupações. Porém, se isso tudo não for organizado, você se perderá e poderá deixar de vender mais. E não é isso que queremos, certo?

Por isso, separei alguns passos primordiais:

  • Atente-se ao seu tempo: saiba coordenar demandas e prazos, quais atividades são urgentes e quais são recorrentes. Liste e organize-as diariamente e/ou semanalmente – como achar mais fácil;
  • Crie cronogramas: seguindo a mesma linha de raciocínio do item anterior, sistematize as tarefas por setor (atendimento e entrega, por exemplo) e organize reuniões semanais ou mensais em equipe, dependendo da demanda;  
  • Automatize as atividades: delegue tarefas e aproveite as facilidades da internet – hoje existem sites de programação para as redes sociais, onde você pode selecionar datas, horários e agendar as publicações que quiser;
  • Organize o estoque: mercadorias sistematizadas vão te poupar tempo e confusões. Com uma planilha atualizada dos produtos que entram e saem, além das quantidades, você evitará vendas equivocadas de produtos em falta, por exemplo.
  1. Cuide da cultura da sua empresa

A cultura envolve valores e atitudes para que a sua equipe esteja sempre em sintonia, interagindo no mesmo tom, seja entre os colaboradores ou com os clientes. Ter esses parâmetros definidos facilitará a gestão tanto do seu negócio, quanto dos seus contratados.

Invista, então, em critérios pertinentes a você, aos seus funcionários e à marca. Assim, haverá alinhamento e todos trabalharão em prol dos mesmos objetivos. Incentive também a transparência e crie um ambiente colaborativo.

Quando for premiar alguma conquista, dê destaque às equipes e não a membros – evite a competitividade. Enfim, simplifique e invista nas possibilidades que condizem com o seu e-commerce e com o que deseja alcançar.

Tudo certo?

Espero que essas soluções tenham inspirado você a continuar empreendendo e investindo no seu negócio. Acredite nele e mãos à obra!

Deixe seu comentário

0 comentário

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Hospedado por: Dialhost Transmissão de Webinars: Leads Qualificados: Dialhost Recrutamento & Seleção: Dialhost Métricas & Analytics: MetricasBoss People Marketing: Dialhost

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.