Descubra o que não pode faltar no seu e-commerce em 2021

por Rossano Cavicchiolli Terça-feira, 19 de janeiro de 2021   Tempo de leitura: 5 minutos

Início do ano é a hora de colocar em prática o planejamento para o novo ciclo e fazer as melhorias necessárias para otimizar as operações do e-commerce. Com o aumento no número de lojas virtuais durante a pandemia, a concorrência cresceu e agora é preciso inovar e estar atento a todas as tendências para não perder mercado. Por isso, separei a seguir cinco itens que não podem faltar no seu e-commerce para ter sucesso em 2021.

Site profissional e carregamento otimizado

Antes de mais nada é preciso repensar na própria estrutura do e-commerce, ou seja, o site. Pense nos seguintes questionamentos: “Ele suporta uma grande quantidade de acessos? Tem design responsivo? E o tempo de carregamento?” É fundamental ter em mente que quem faz compras pela internet geralmente preza pela rapidez e agilidade e perde interesse quando entra em plataformas lentas.

Segundo um estudo realizado pela Kiss Metrics em 2019, 50% dos visitantes simplesmente vão embora caso o site demore mais de três segundos para carregar. Além disso, apenas um segundo de atraso na resposta do site pode levar à uma queda de 7% nas conversões.

Por isso, apostar em sites profissionais, na otimização de carregamento e até na contratação de uma equipe especializada nisso pode ser o primeiro passo para um e-commerce de sucesso em 2021.

Esteja na versão mobile

Segundo o relatório anual de comércio eletrônico de 2019 da Nuvemshop, o número de compras realizadas através de dispositivos móveis no Brasil foi de 53,8%, contra 46,2% nos computadores.

Estudos indicam que fazer compras por celulares ou tablets é uma tendência que continuará em crescimento nos próximos anos. Então, ter uma página compatível e responsiva com dispositivos móveis ou até mesmo criar um aplicativo da empresa será indispensável.

Presença nas redes sociais

As redes sociais são acessadas por um grande número de pessoas todos os dias. A alta visibilidade torna as mídias sociais uma ferramenta eficiente para se comunicar e engajar o público-alvo da empresa.

Porém, mais do que criar contas para o e-commerce nas redes sociais, é preciso estudar o público e entender quais são seus interesses online. Assim, a chance de conseguir engajar e levar a pessoa para conhecer o site é mais alta.

Uma boa forma de aparecer nas plataformas é por meio de produção de conteúdo relevante, seja informativo, de entretenimento, educacional, etc. Lembre-se: as pessoas não querem mais ouvir apenas sobre produtos, elas querem consumir conteúdo online de qualidade.

Por isso, se possível, invista em uma equipe especializada em marketing de conteúdo e mídias sociais. Se não for o caso, elabore você mesmo um cronograma de postagens com assuntos relacionados à sua marca.

Ofereça atendimento automatizado

O atendimento é uma das partes mais importantes do e-commerce. Afinal, é ali que o cliente pode tirar dúvidas sobre um produto ou serviço, momento considerado decisivo para a compra. Por isso, além de oferecer o tradicional SAC por telefone, invista também no atendimento personalizado por meio do chat online.

Segundo uma pesquisa divulgada pela Invesp em 2020, 73% dos consumidores brasileiros apontaram que o chat online é o melhor jeito de se comunicar com as empresas.

Com ele é possível monitorar e abordar visitantes do site em tempo real, colhendo sugestões, tirando dúvidas e resolvendo problemas de forma mais rápida e prática. Basta configurar palavras-chave na máquina e pronto.

Um sistema de gestão

Trabalhar com e-commerce não é uma tarefa fácil. São diversas áreas que precisam de total atenção e cuidado para o negócio fluir e prosperar. Por isso, as empresas têm buscado cada vez mais recursos na tecnologia para buscar resultados mais satisfatórios. Nesse caso, um sistema de gestão pode ajudar.

O ERP (Enterprise Resource Planning) é uma ferramenta de gestão que auxilia uma empresa a ser mais competitiva e organizada no mercado. Isso porque ele oferece ao e-commerce uma visão mais detalhada e estratégica de tudo o que ocorre na operação do negócio. Ele concentra informações de todas as áreas, desde a área financeira, como de marketing e logística.

Além de permitir uma gestão mais eficiente, um ERP para o e-commerce possibilita que as informações transitem entre os setores de forma livre, eliminando o desalinhamento dos dados e possíveis falhas operacionais.

Agora que você já sabe quais são os principais itens que não podem faltar no seu e-commerce em 2021, não deixe de conferir neste artigo quais os pontos analisar para fazer a boa gestão do seu negócio.

Gostou desse artigo? Não esqueça de avaliá-lo!
Quer fazer parte do time de articulistas do portal, tem alguma sugestão ou crítica?
Envie um e-mail para redacao@ecommercebrasil.com.br

Você recomendaria esse artigo para um amigo?

Nunca

 

Com certeza

Deixe seu comentário

0 comentários

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentando como Anônimo

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Assine nossa Newsletter

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Obrigado!

Você está inscrito em nossa Newsletter. Enviaremos, periodicamente, novidades e conteúdos relevantes para o seu negócio.

Não se preocupe, também detestamos spam.